30 de nov de 2010

SOBRE AS IMAGENS E VÍDEOS DA CHEGADA DE ROSSANA E ROMANA À PEDRA LAVRADA




Estamos enviando os vídeos e fotos da chegada da brilhante Rossana e da querida professora Romana. Dentro de aproximadamente uma hora, publicaremos o registro deste emocionante acontecimento.

Favor aguardar...
Obrigado pela paciência.

Roberto Solon de Vasconcelos



29 de nov de 2010

A Lavradense Rossana é Campeã Nacional nas Olimpíadas de Língua Portuguesa


Paraibana supera 7 milhões e vence Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa

(Portal Correio) A paraibana Rossana Dias Costa venceu a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, na categoria Artigo Opinativo, com o texto “Desenvolvimento?”. Ela recebeu a medalha de ouro do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na tarde de ontem, no auditório do Museu Nacional, em Brasília.
A estudante é de Pedra Lavrada, tem 17 anos, está grávida de sete meses e cursa o terceiro ano do Ensino Médio na Escola Graciliano Fontini Lordão, que funciona em um prédio improvisado. Foram 20 alunos premiados e escolhidos entre sete milhões de estudantes de todo o país. Realizado pelo Ministério a Educação (Mec) e pela Fundação Itaú Social, programa tem como objetivo formar professores para aprimorar o ensino do idioma.
Rossana Dias e sua professora Romana Lúcia Meira ganharam computador e impressora. Já sua escola foi contemplada com um laboratório de informática com 10 computadores, além de livros para biblioteca. “Foi uma conquista muito grande porque eu estudo em uma escola que não tem nem prédio. Ao contrário de muitas meninas que abandonam o estudo quando engravidam, eu vou continuar e quero fazer faculdade”, declarou.

Olimpíada da Língua Portuguesa premia 20 alunos de escolas públicas

Brasília (Agência Brasil) – Vinte estudantes de escolas públicas de 12 estados foram premiados hoje (29) na etapa final da Olimpíada da Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. O concurso teve a participação de 239 mil professores e 7 milhões de alunos do 5° ano do ensino fundamental ao 3° ano do ensino médio. Os 152 finalistas participaram da solenidade de entrega do prêmio, em Brasília.


O projeto é uma iniciativa da Fundação Itaú Social e do Ministério da Educação. O objetivo é estimular o estudo da língua portuguesa e melhorar as habilidade de leitura e escrita dos estudantes brasileiros. Os educadores inscritos participaram de cursos presenciais e receberam material específico para desenvolver as atividades da olimpíada com seus alunos.



Durante a cerimônia, o ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que enviará uma minuta de decreto para a Casa Civil a fim de “institucionalizar” a olimpíada.“Políticas desse tipo não podem ser de governo, mas do Estado”, defendeu.



Os estudantes e seus professores receberam as medalhas das mãos do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Eles concorreram em quatro categorias, de acordo com a série: poema (5° e 6° ano do ensino fundamental), memórias literárias (7° e 8° ano do ensino fundamental), crônica (9° ano do fundamental e 1° ano do ensino médio) e artigo de opinião (2° e 3° ano do ensino médio).



Foram escolhidos cinco vencedores em cada modalidade de texto. Um deles foi Rossana Dias Costa, de Pedra Lavrada (PB). Aos 17 anos ela está grávida e espera para janeiro o nascimento de uma menina. A gravidez não atrapalhou que ela dedicasse horas a mais ao estudo até passar pelas quatro seletivas – escolar, municipal, estadual e regional. O texto que Rossana Dias escreveu aborda os problemas ambientais causados por uma empresa mineradora instalada na cidade onde ela mora. A empresa é a principal empregadora da maioria da população.



“Logo que a professora chegou com a ideia de participar eu me empolguei porque gosto de escrever. Fui melhorando o texto, reescrevendo até chegar à etapa regional. Muitas pessoas não acreditavam que eu tinha escrito o texto e disseram que eu ia passar vergonha”, disse.



A jovem quer cursar letras ou farmácia e espera que possa servir de exemplo para outras meninas que são mães ainda adolescentes. “Meu maior orgulho é mostrar para essas meninas que estão na mesma condição e desistem de estudar que mesmo com dificuldades a gente consegue”, afirmou.



Os 20 vencedores e seus professores receberam medalhas de ouro e computadores. As escolas onde eles estudam serão equipadas com laboratórios de informática e livros para a biblioteca. Os 500 semifinalistas ganharão medalhas de bronze e uma coleção de livros.



A professora Elisângela de Araújo, de Cruzeiro do Sul (AC), teve uma comemoração dupla: dois de seus alunos foram premiados, um na categoria memória e outro na modalidade artigo de opinião. Ela trabalha em duas escolas da cidade – uma estadual e outra municipal – e conseguiu trazer dois estudantes para a final.



“O segredo é trabalho, não tem feriado nem fim de semana, mas as oficinas para fazer. Os alunos pensavam que nunca iam ganhar uma competição nacional, por isso você tem que estar constantemente incentivando”, conta. Ela espera que a experiência sirva de estímulo para os outros professores do município.



Texto vencedor da 2ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro – Categoria Artigo de Opinião
Desenvolvimento?
Aluna: Rossana Dias Costa
Professora: Romana Lúcia Meira Sampaio
Escola: E. E. F. M. Graciliano Fontini Lordão; Cidade: Pedra Lavrada – PB

No Brasil, a cada dia tornou-se comum a ocorrência de problemas ambientais de várias ordens. Na Cidade de Pedra Lavrada, no interior da Paraíba, ultimamente não tem sido diferente. No momento, a maior preocupação dos habitantes é com relação à empresa mineradora “Elizabeth”, que há quase uma década, vem explorando as riquezas minerais do município, principalmente o cianeto, matéria-prima utilizada na fabricação da cerâmica e da porcelana.

No período de implantação dessa mineradora aqui na cidade, governantes e empreendedores afirmavam que a empresa só traria desenvolvimento para o município, benefícios para a população, oportunidade de empregos para muitos jovens, aumentando assim, a renda das famílias e consequentemente, trazendo lucros para os cofres públicos.

Entretanto, podemos afirmar que não tivemos apenas benefícios, as conseqüências desastrosas logo começaram a surgir com mais rapidez e intensidade do que se esperava. A instalação da fábrica para a extração das pedras brutas resultou numa série de problemas ao meio ambiente, como desmatamento de uma enorme área de vegetação nativa, fuga de animais e aves silvestres, poluição de açudes, do solo e do ar.

Com o passar do tempo, essa trágica situação se agravou cada vez mais. Hoje, as casas do centro da cidade e as que ficam nas proximidades dessa fábrica encontram-se com a estrutura comprometida, devido aos abalos provocados pelas enormes explosões para a retirada das pedras. Isso sem falar na poeira que é lançada sobre a cidade, além dos produtos químicos provenientes do material explosivo.

Um outro problema resultante desse empreendimento são as péssimas condições das estradas que servem de acesso para o transporte do material. Devido ao peso transportado pelas carretas, as estradas que já não tinham manutenção, só pioraram. Embora a população se sinta prejudicada, ela se cala, pois as várias denúncias feitas à justiça não foram atendidas, e a empresa continua agindo da mesma forma.

É certo que outras empresas mineradoras já se instalaram antes no nosso município, mas nenhuma delas com o porte da Elizabeth. Por isso não danificavam tanto o meio ambiente como a atual vem fazendo. À medida que ela vai se expandindo para outros pontos do município, vão também aumentando os problemas locais.
Para essa empresa não continuar causando tantos impactos ambientais, os moradores esperam que ela invista em projetos ambientais, sociais e culturais, além de disponibilizar meios reparadores para as famílias prejudicadas e oferecer melhores condições de saúde e de segurança aos seus trabalhadores. Não é certo que a população se prejudique tanto para que uma grande empresa se beneficie, enriquecendo cada vez mais.

Ao meu ver, não há necessidade de uma empresa destruir tanto nossas riquezas naturais, além da nossa história. Se não agirmos enquanto é tempo, a Serra dos Albinos e o Picoto, nossos patrimônios naturais mais belos, serão destruídos.

Por outro lado, sei que a nossa população precisa de uma renda fixa e nosso município de desenvolvimento, mas é necessário, e urgente, a execução de projetos que visem à valorização de bens culturais, sociais e ambientais, equilibrando, assim, desenvolvimento e natureza.

Resta-nos, portanto, esperar que as autoridades ajam, encontrando de fato soluções que preservem nossa história, e nossos bens naturais, uma vez que, a população deseja, sim, o desenvolvimento do município, mas também melhor qualidade de vida.

28 de nov de 2010

Programa Sua Verdade - Entrevista com o Vice-Prefeito Jojó


O Programa "A Sua Verdade", apresentando todos os domingos das 11h30 às 13h00, na Rádio Boa Esperança FM em Pedra Lavrada-PB recebeu o Vice-Prefeito Joilson Rocha Azevedo, o Jojó Melo. A entrevista mostrou-se muito reveladora. Jojó Melo assumiu que ainda existem mágoas a serem resolvidas entre ele e o atual prefeito Tota Guedes. O entrevistado se destacou pela objetividade das respostas oferecidas. Foram abordados temas espinhosos como: mágoas políticas, inchaço da folha de pagamento, não convocação de aprovados em concurso público, futuras alianças e a administração do seu pai, o ex-prefeito João de Melo.


Caso queira se cadastrar para receber em seu e-mail todas as publicações, use o campo "Cadastre e receba as notícias no seu e-mail". Informe o seu e-mail e clique em enviar. Logo após abrirá uma janela pedindo que digite uma sequencia de letras. Depois disso você receberá um e-mail (em Inglês) com um linha azul (link). Clique nesta linha azul (link) e você estará cadastrado em nosso site. Assim que toda notícia for postada, um e-mail será enviado automaticamente.

Para ouvir a entrevista, clique abaixo.


Para baixar e salvar a entrevista, clique aqui.

24 de nov de 2010

Exemplo a ser seguido: Prefeito demite de uma só vez os secretários e comissionados

Josusmar Barbosa

Do Jornal da Paraíba

O prefeito de Catolé do Rocha, Edvaldo Caetano (PTB), baixou um decreto demitindo todos os secretários municipais e demais detentores de cargos comissionados no total de 90, além de suspender viagens oficiais, ajuda de custo e licença prêmio para servidor para atualizar os salários atrasados, garantir o pagamento das folhas de novembro e dezembro e 13º mês, cumprindo assim o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Com as medidas, a prefeitura vai economizar R$ 390 mil em três meses.

“Com a queda do Fundo de Participação dos Municípios e aumento natural das despesas, resolvi tomar uma medida drástica, exonerando o secretariado e todos os demais comissionados, cujos salários estavam atrasados e cortando a verba de custeio. Até o dia 10 de janeiro, vamos pagar todas as folhas de pessoal e o décimo terceiro”, prometeu Caetano. Até janeiro, ele vai centralizar todas as ações em seu gabinete.

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado, o montante da folha de pessoal em outubro do município de Catolé do Rocha foi R$ 1,2 milhão.

A maior parte fica com os 832 servidores efetivos (R$ 811 mil). Já os 90 comissionados, incluindo os secretários, têm uma folha de R$ 130 mil. O restante é contratação por excepcional interesse público e o pessoal de convênios federais.


Fonte: Paraíba1

CEIÇA, possível candidata a prefeita de Nova Palmeira


No último dia 16 de Novembro republicamos aquí uma matéria publicada no Jornal Correio da Paraiba que fala da articulação de uma possível candidatura da amiga Ceiça de seu Zé Vieira a prefeita de Nova Palmeira.

Confira a matéria abaixo:

Na cidade de Nova Palmeira, região do Seridó, não se fala noutra coisa: as eleições para prefeito em 2012. E já circulam nomes que poderão disputar o próximo pleito.

O mais forte até agora é o de Maria da Conceição, mais conhecida por Ceiça. Ela é irmã do ex-prefeito de Cubatí Josinaldo Vieira e da vereadora de Picuí Joselma Vieira.

Ceiça tem realizado um trabalho de base em Nova Palmeira e aos poucos, está conquistando a confiança do eleitorado da cidade.

Ela disse que vai encaminhar ao futuro governador eleito da Paraíba, Ricardo Coutinho, algumas das mais urgentes reivindicações da população.

Ceiça disse que a população de Nova Palmeira é carente de tudo e ela se dispõe a realizar um trabalho voltado para a melhoria de vida dos homens, mulheres, crianças, adolescentes e jovens que na tem oportunidades de crescimento na cidade.

Em contato mantido com a vereadora de Picuí Joselma de Aguifá, irmã da Ceiça, a mesma disse a esse redator que a maioria da família apóia a idéia, e que trabalharão para que se torne realidade.

*Em virtude da matéria acima publicada, recebemos na nossa caixa de comentários, uma nota da possível candidata a prefeita de Nova Palmeira a respeito do assunto que diz o seguinte.

Confira:


“Agradeço a credibilidade e a confiança de todas as pessoas que tem me procurado me telefonado ou se posicionado quanto a minha pessoa, até mesmo no anonimato. Na verdade fui pega de surpresa por esta mesma matéria que foi exposta no Correio da Paraíba na última segunda-feira. Acredito que os articuladores desta matéria não tiveram a intenção de me prejudicar ou gerar qualquer que seja o conflito na minha vida. No entanto esta é uma decisão muito séria que deve ser pensada com muita responsabilidade e calma e não de forma precipitada. Sempre busquei desenvolver o meu trabalho de forma digna e voltada para o melhoramento do público alvo, independente da situação, pois assim atendo aos meus princípios de cidadã, "gente", ciente de direitos e deveres. Não sou profissional da politicagem nem pretendo ser. Respeito muito o meu povo e me preocupo com o destino do nosso Município. No mais, será determinação de Deus e vontade do povo. É assim que deve ser”.

Obrigada!

Ceiça.

Fica aquí a nossa torcida para que dê tudo certo, e que os Palmeirenses possam, pela 1ª vez eleger uma mulher para administrar os destinos daquele municípío.

Fonte: Clickpicuí

Prefeituras receberão adicional do FPM em dezembro


Os municípios paraibanos receberão R$ 66.983.341,29 a mais neste mês de dezembro referentes ao adicional de 1% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O repasse extra as Prefeituras serve para auxiliar os prefeitos no pagamento ao 13° salário dos servidores municipais.
Os maiores valores serão recebidos por João Pessoa (8.729.207,22), Campina Grande (2.358.265,84) e Santa Rita (1.030.617,95). O adicional de 1% do FPM, a ser creditado em 10 de dezembro de 2010, é calculado com base nos créditos das cotas referentes aos meses de dezembro de 2009 e de janeiro a novembro de 2010. Os valores são brutos e sem o desconto do Fundeb.
As estimativas são da ONG Transparência Municipal. A estimativa do 1% do FPM foi com base no relatório de avaliação fiscal do 4º bimestre do Ministério do Planejamento, já o cálculo do FPM de dezembro, a organização utilizou projeções da Receita Federal e Secretaria do Tesouro Nacional.

O município de Pedra Lavrada-PB, receberá cerca de R$ 181.000,00.

Para baixar e visualizar os valores de todos os municípios da Paraíba (~1MB), clique aqui.

23 de nov de 2010

Tota Guedes diz que 139 prefeituras terão dificuldades para pagar o 13° salário


Prefeitos de 139 cidades da PB terão que recorrer a empréstimos para pagar 13º


Domingo, 21 de Novembro de 2010 09h00
Por Tatiana Brandão, do jornal O Norte

Das 223 cidades paraibanas, pelo menos 139 terão dificuldades para pagar o 13º salário dos servidores municipais. A constatação foi feita pelo vice-presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) e prefeito de Pedra Lavrada, José Antônio Vasconcelos.

Ele explicou à equipe de reportagem de O Norte que os municípios com até 10.188 habitantes, que possuem base de cálculo 0,6 do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), poderão ter que recorrer a empréstimos consignados para garantir que o 13º salário seja pago em dia aos servidores, sem prejuízo dos serviços básicos.

De acordo com José Antônio, o aumento de apenas 4% na arrecadação do FPM deste ano, em comparação a arrecadação de 2009, é um dos principais fatores para a dificuldade financeira das prefeituras, uma vez que, segundo ele, esse índice é insuficiente para cobrir os gastos oriundos do aumento do salário mínimo, do aumento das despesas correntes líquidas, entre outros fatores.

2009, os municípios com base de cálculo 0,6 arrecadaram R$ 3.350.822,48 e, este ano, a previsão é fechar 2010 com uma arrecadação de R$ 3.488.010,41.

Para o vice-presidente da Famup, a tranquilidade financeira para o pagamento do 13º até o dia 20 de dezembro, como determina a lei, só estaria garantida se o aumento do repasse do Fundo de Participação dos Municípios estivesse na faixa entre 12% e 15%. Desta forma, explica José Antonio, as prefeituras teriam condições de, ao longo do ano, garantir uma reserva específica para o pagamento do décimo terceiro.

O grande problema para estes municípios paraibanos com até 10.188 habitantes é que o FPM é, praticamente, o único recurso para cumprir com os compromissos de gestão nas mais diversas áreas. Como o FPM reflete o crescimento do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e do Imposto de Renda (IR) e a economia vem crescendo, os repasses também aumentaram, mas o problema é que as despesas estão evoluindo acima dos percentuais do FPM.

A possibilidade de não receber o 13º em dia e ainda ter que recorrer a contratação de empréstimo consignado já gera preocupação entre os servidores dos municípios com base de cálculo 0,6. A grande maioria é contra essa alternativa. "O empréstimo não é a solução que se espera, porque nós, os servidores, somos quem ficamos com a responsabilidade do pagamento junto ao banco, mas não somos nós os culpados pela falta de gerenciamento dos prefeitos, que acaba gerando falta de recursos para cumprir os pagamentos que se deve", reclamou um servidor da prefeitura de Assunção que preferiu não se identificar.

Já para Sizenando Leal, membro do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema (SINTAB), recorrer ao empréstimo consignado para pagar o 13º salário dos servidores é uma atitude irresponsável, uma vez que as prefeituras que têm responsabilidade no seu gerenciamento, ao longo do ano, vão separando 1/12 avos da receita justamente para este pagamento. "Justificar a dificuldade de pagamento do 13º salário, que é uma despesa previsível do final do ano em qualquer empresa, no pequeno repasse do FPM é uma prova de ingerência, porque o gestor comprometido com a saúde financeira do seu município deve ter o cuidado de garantir as reservas para este fim", comentou.

O Fundo de Participação dos Municípios é uma transferência constitucional originada da arrecadação total de Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), na proporção de 23,5%. São 22,5% depositados mensalmente e 1% no dia 10 de dezembro de cada ano. O cálculo das quotas referentes ao FPM, realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), é feito com base nos dados populacionais fornecidos pelo IBGE e não leva em conta as mudanças na população de um ano para o outro.

Confira no Jornal O Norte deste domingo, dia 21, a lista completa das cidades em dificuldade.

Fonte: http://www.db.com.br/noticia/131352.html

Não é piada: mais um furto aconteceu em Pedra Lavrada-PB


Moto é furtada da feira de Pedra Lavrada.

Na manhã deste domingo dia 21 foi furtada da feira livre de Pedra Lavrada uma moto Honda Titan, CG – 125 - vermelha - ano 2001/2002, Placa MOK 7340 João Pessoa PB, pertencente ao Sr Agenor Maria Alves residente no sítio cachoeira do saco naquele município. O mesmo após realizar sua feira, colocou tudo num saco e prendeu na garupa da sua moto estacionada num ponto da feira livre daquela cidade. Saiu um pouco para comprar mais alguma coisa e ao retornar não encontrou mais a sua moto. A mesma tinha sido furtada. Comunicou o fato a policia local que ainda realizou diligências, mas não obteve êxito. Essa moto era o único meio de transporte que seu Agenor usava, para se deslocar do sitio onde mora pra cidade. Qualquer informação a respeito dessa moto, você pode ligar para a delegacia de policia de Pedra Lavrada usando esse numero 3375 4019 ou para a 7ª D.R.P.C. em Picui nesse numero 3371 2324. Não será necessário se identificar, agora a informação tem ser prec! isa. NÃO PASSE TROTES.

Fonte: Click Picuí

A aluna lavradense Rossana Costa, está entre os finalistas da Olimpíada de Língua Portuguesa


O vozdepedra.com, publica a íntegra de uma notícia divulgada originalmente no Portal do MEC, sobre mais uma brilhante vitória de Rossana Costa. Acompanhada da também brilhante professora Romana, Rossana exibe as medalhas que recebeu. Parabéns Rossana e Romana.


Olimpíada define os 38 alunos finalistas em artigo de opinião


Sexta-feira, 19 de novembro de 2010 - 11:12


São Paulo — Artigo de opinião é um tipo de texto que contempla a liberdade de expressão e a exposição de argumentos contra ou a favor de determinado assunto. Jovens do segundo e do terceiro anos do ensino médio de escolas públicas brasileiras foram incentivados a elaborar uma redação com base nesse estilo, e 125 deles chegaram à semifinal da Olimpíada da Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro de 2010. Na noite de quinta-feira, 18, em São Paulo, 38 concorrentes foram escolhidos como finalistas. Desde terça-feira, 16, os estudantes estavam reunidos na capital paulista para participar das oficinas de produção de texto e atividades culturais que compuseram a última fase regional da olimpíada. A etapa nacional, que selecionará 20 textos, está marcada para o dia 29, em Brasília. O grupo de participantes da semifinal em São Paulo reunia jovens de diferentes lugares do país, com histórias de vida diversas e, principalmente, opinião sobre inúmeras situações que ocorrem nos lugares em que vivem. Desde a invasão de tribos indígenas por moradores da cidade até a expulsão das capivaras de um parque ecológico, os estudantes dissertaram sobre os mais variados assuntos. Rossana Costa, 17 anos, do município de Pedra Lavrada, Paraíba, foi uma das selecionadas para a fase final da olimpíada. Grávida de sete meses, a jovem revela que quase desistiu de estudar quando descobriu que ia ser mãe precocemente. “Além do apoio dos meus pais e dos professores para que eu continuasse na escola, a olimpíada serviu de motivação para os estudos”, relata. Em seu texto, Rossana abordou o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a preservação da natureza a partir do caso de uma empresa mineradora que se instalou em sua cidade. Autonomia — A secretária de educação básica do Ministério da Educação, Maria do Pilar Lacerda, entende a olimpíada como política pública que reforça o direito de aprender de todas as crianças e jovens, o que garante autonomia ao indivíduo. “Não tem nada melhor do que poder argumentar e mostrar que você pode, sabe e quer. É o que esperamos dessa geração”, afirma. Pilar também destaca a característica de formação de professores que a olimpíada apresenta. Para ela, esse é o principal objetivo da ação, já que induz o professor a incorporar novas práticas pedagógicas no dia a dia da escola. A professora Rosicléia Bonsenhor, de Curitiba, é uma das finalistas da olimpíada, com a aluna Anne Fogaça. Ela concorda com a ideia de que o programa contribui para a formação dos docentes. “Em 23 anos de profissão, nunca tive um processo de formação tão intenso e motivador como nesses três dias da fase semifinal, por exemplo”, salienta. Cada um dos alunos e professores semifinalistas recebeu medalha de bronze e pôde escolher obras na livraria montada no local do encontro, no valor total de R$ 200. Os finalistas ganharam, também, medalha de prata e ainda vão receber um aparelho de som portátil. A escola de cada um ganhará uma placa alusiva à competição. O Lugar Onde Vivo é o tema desenvolvido nos quatro gêneros literários da olimpíada — crônica, poema, memórias literárias e artigo de opinião. Participaram da fase inicial cerca de sete milhões de estudantes de 99% dos municípios brasileiros. A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é promovida pelo Ministério da Educação e pelaFundação Itaú Social e coordenada pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Letícia Tancredi

Fonte: PORTAL MEC

Tecnologia da biodigestão será implantada no Sítio Canoa de Dentro em Pedra Lavrada-PB


Uso do biodigestor economiza lenha, dinheiro e já é usado no preparo dos produtos do PAA
19/10/2010-07h54

Mais uma família está sendo beneficiada com o uso do gás de cozinha a partir do biodigestor que está sendo alimentado com o esterco bovino na proporção de cerca de uma lata de 20 litros por outra lata de água para o processo de decomposição e preparo do gás.

Desta vez a família visitada foi a do agricultor Francisco Vital Batista, Chico Cassimiro(foto), residente na comunidade Canoa de Dentro de Pedra Lavrada, Curimataú* paraibano. Ele foi contemplado com um biodigestor a partir de um fundo rotativo organizado pelo Coletivo Regional do Cariri, Seridó e Curimataú com o apoio do Patac, Programa de Aplicação de Tecnologias Apropriadas as Comunidades.

Cassimiro garante que o novo equipamento vem produzindo gás em quantidade suficiente para que a família possa preparar os alimentos durante todo o dia e que a prática já vem causando impacto positivo no orçamento da família e no meio ambiente já que a região passa por um processo de devastação em razão do forte desmatamento o que tem feito com que na região não se encontre vegetação para a queima em forma de carvão e lenha. “É eficiente até demais. Uma porque você evita de pagar esses R$ 37,00 que é o preço do gás na região e outra é que você esfria a cabeça com relação ao gás, fica tranqüilo e eu estou muito satisfeito”, relata aquele agricultor, afirmando que, com o apoio das entidades, foi possível criar a tecnologia e ser referência para a comunidade que já conta com um grupo de mulheres que trabalha o beneficiamento de frutas nativas a exemplo do umbu, caju e pinha.

Aquele agricultor disse que, na fase da construção do biodigestor, a comunidade fazia críticas e não acreditava na conclusão do empreendimento já que era necessário muito esterco de animais para encher o tanque inicialmente, fazendo com que ele recorresse aos criatórios da vizinhança. Ele garante que o equipamento tem auto-eficiência. “Funciona todas essas bocas e o forno cozinha bem, bem mesmo”, explica.

Ele explicou que todos os meses as famílias pagam uma taxa de contribuição para que em seguida outra família agricultora possa ser contemplada e conte com uma tecnologia adaptável a toda a região e afirma que tudo só foi possível graças aos intercâmbios promovidos pelas entidades parceiras para que as famílias conhecessem equipamentos em funcionamento dentre outras ações trabalhadas em unidades rurais de regiões de todo o semiárido. “O intercâmbio pra mim é a coisa que eu aprecio muito, veja que eu viajei para o Ceará, Rio Grande, já fui três vezes ao Pernambuco, já fui à Bahia e o intercâmbio é mais uma experiência que eu vejo que a gente tem muito proveito”.

“Há uma dificuldade para carvão e lenha, você vê que não se vê mais lenha na região e o metro de lenha é R$ 15,00 e com um biodigestor você está tranqüilo”, disse o agricultor fazendo um convite para que as famílias se agreguem no movimento da agricultura familiar que objetiva envolver o número maior de famílias nos projetos sustentáveis.


* Nota do Editor: a cidade de Pedra Lavrada-PB está localizada na microrregião do Seridó Oriental Paraibano.


Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

22 de nov de 2010

ACIDENTE COM VÍTIMA FATAL EM SÃO VICENTE DO SERIDÓ


Veio a óbito por volta das 23:00hs da noite deste sábado(20/11/2010) o senhor LAELSON CARDOSO DE SOUTO, com 34 anos, filho de Leonildo José de Souto e de Maria Nazaré Cardoso de Souto, morador do sítio Santa Maria, zona rural de São Vicente do Seridó/PB.

Segundo informou via telefone o CBPM Aguinaldo, do destacamento de Cubati /PB, cidade vizinha, de que o falecido tinha perdido o controle da moto e ao cair quebrou o pescoço, tendo morte imediata, isto ocorrido em terras do sítio Santa Cruz- São Vicente do Seridó /PB.


Deslocaram-se para o local VTR 546- "Rabecão", da 7ª DRPC, no comando do Agente de Investigação Franklin Basilio e o Servidor Zé Faustino, após constatarem que o local não estava preservado foi realizado o registro fotográfico e conduzido o corpo ao NUMOL (Núcleo de Medicina e Odontologia Legal ) de Campina Grande/PB para o Exame Cadavérico solicitado pelo delegado plantonista Dr. João Joaldo- Picuí.

UM DOS PRESOS DA "OPERAÇÃO SACOLEIRO" FOI RECONHECIDO POR MAIS UM ASSALTO


Após a divulgação das fotos dos presos envolvidos na "Operação Sacoleiro" em nosso blog, Cícero Weliton da Silva, foi reconhecido como um dos assaltantes que atuaram na cidade de Soledade/PB a mais de vinte dias atrás. Neste sábado(20/11/2010), as vitimas se dirigiram a Delegacia Regional de Picuí e reconheceram o mesmo pessoalmente no meio de outros presos. Não deixando dúvidas sobre a sua participação.
Agora está a cargo da delegacia de Soledade os tramites finais desse segundo processo contra o mesmo.

NOTA: Graças ao nosso empenho de divulgar e tornar público os processos, outras pessoas estão reconhecendo.


21 de nov de 2010

Programa Sua Verdade - Entrevista com o Professor Tinan


O Programa "A Sua Verdade", apresentando todos os domingos das 11h30 às 13h00, na Rádio Boa Esperança FM em Pedra Lavrada-PB recebeu o ex-prefeito Sebastião de Vasconcelos Porto (Tinan). Vários temas foram abordados pelos entrevistadores Santiago Vasconcelos e Roberto Solon. Temas como: história de vida; apego ao poder; não pagamento de funcionários, dívidas do Instituto de Previdência, segurança pública e etc.
Houve uma grande participação dos ouvintes, através do telefone fixo e móvel, além do próprio www.vozdepedra.com. Agradecemos a audiência e pedimos desculpas às pessoas que não foram atendidas.

A entrevista revelou um Tinan Paz e Amor. Para "frustração" de muita gente, o ex-prefeito não partiu para o ataque. Pelo contrário, deu respostas reveladoras, assumiu erros e se mostrou aberto para diálogos políticos, inclusive com o atual prefeito Tota Guedes. Qualquer sugestão, crítica, elogio, pergunta e outros questionamentos, você pode clicar em Mural ou Contato.

Caso queira se cadastrar para receber em seu e-mail todas as publicações, use o campo "Cadastre e receba as notícias no seu e-mail". Informe o seu e-mail e clique em enviar. Logo após abrirá uma janela pedindo que digite uma sequencia de letras. Depois disso você receberá um e-mail (em Inglês) com um linha azul (link). Clique nesta linha azul (link) e você estará cadastrado em nosso site. Assim que toda notícia for postada, um e-mail será enviado automaticamente.

Para ouvir a entrevista, clique abaixo:



Para baixar e salvar em seu computador, clique aqui.

20 de nov de 2010

Alunas de Pedra Lavrada vencem brilhantemente etapa de Olimpíadas de Português


Estamos publicando com muito atraso, notícia que vem muito nos orgulhar. Duas alunas de Pedra Lavrada se destacando vencendo etapas nas Olimpíadas de Português. Seguem abaixo, as informações que nos foram enviadas pela Professora Samana.

Foram classificadas duas alunas de Pedra Lavrada para a terceira etapa das Olimpíadas de Língua Portuguesa, as etapas Regionais: Maria Natália Lucena Souto, 1° ano da Escola Estadual Graciliano Fontini Lordão, no Gênero Crônica com o texto "A Vilã"; esta aluna irá para a etapa regional que se realizará em Curitiba no início de novembro. E, a aluna Rossana Dias Costa, 3º ano da mesma escola, com o Artigo de Opinião intitulado "Desenvolvimento?", esta aluna irá para etapa regional que será realizada em São Paulo, também em novembro. As Alunas finalistas têm como professora a Senhora Romana Lúcia Sampaio, a quem gostaria de parabenizar pelo maravilhoso trabalho, não desmerecendo os demais professores do Município, é claro.

Também foi classificado na suplência do Gênero Memórias Literárias o texto "Vidas" da aluna

Tainá Macena Ferreira do 7º ano da Escola Maria Elenita de Vasconcelos Carvalho.

É importante fazer saber que as Olimpíadas de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro (OLP) não é como a de Matemática ou Astronomia, por exemplo, pois ela não acontece com uma prova em um único dia. A OLP Escrevendo o Futuro é um processo de ensino-aprendizagem que visa melhorar o ensino de leitura e produção textual na educação por meio do trabalho com gêneros textuais e literários em sala de aula. Assim, há um processo de ensino em que o resultado final é a produção de um texto sobre o lugar em que o aluno vive (esse é um critério da Olimpíada) que passará por várias etapas de seleção: a da Escola do aluno de onde vai para a Seleção Municipal, que é a primeira; passando na Seleção Municipal o texto vai para a segunta etapa que é a Estadual; e, passando nesta etapa o texto vai para A Regional, que é onde nossas alunas chegaram!!! E, se passarem nesta nova etapa vão para a etapa Final ém Brasília, podendo, inclusive, ter seus textos publicados. Vale lembrar que as alunas só viajam com seus professores nas etapas regionais e na final.

Com relação à organização da Olimpíada esta se faz pelo CENPEC, ITAÚ SOCIAL, MEC e UNDIME PB e que todos os custos de viagem, hospedagem e alimentação ficam por conta do CENPEC. Estes órgãos também oferecem premiações para os alunos, professores e escolas finalistas.

Esse é um trabalho muito interessante não pelo concurso em si, e sim pela sua importância para a educação do nosso país. E, principalmente, parabenizar as alunas, o colégio e o próprio Município de Pedra Lavrada que tem apresentado avanços cada vez maiores na Educação. Nossas alunas são prova disso!

Abaixo, estão os textos vencedores. Leiam com atenção.


EEEM GRACILIANO FONTINI LORDÃO

ALUNA: Maria Natália Lucena Souto – 1º ANO – TURMA: “A”

GÊNERO TEXTUAL: CRÔNICA

A VILÃ

O lugar onde vivo caminha lentamente, em direção ao futuro. Com ar de saudade, mantém seu passado nos mostrando o presente. O maior exemplo disso é um dos nossos cartões postais mais belos: o centro histórico, no coração da cidade. Nele, encontra-se a igreja matriz, com suas torres imponentes, olhando para a praça e abraçando o seu povo feliz.

Pedra Lavrada situa-se no Curimataú paraibano, bem distante da poderosa capital, o que nos leva a pensar se um dia o progresso chegará até nossa amada terrinha. Progresso?! Como assim?

Pois não é que, com promessas de progresso, instalou-se nessa pacata e aconchegante cidadezinha do interior uma grande empresa conhecida nacionalmente: a mineradora Elizabeth. De início, os moradores mais antigos acharam estranho. Lógico! Por que uma empresa tão rica, tão grandiosa e conhecida nacionalmente viria se instalar logo aqui em Pedra Lavrada? Era isso que nós, moradores, perguntávamos diariamente. E sem resposta.

Até nós, simples mortais, que nunca tínhamos antes visto nada igual, nos acostumarmos com a tal “poderosa” Elizabeth, tudo era motivo para comentários. De início, para os mais jovens, ela foi uma esperança de geração de empregos. E isso a população admirava e não teve de que reclamar. Como eu disse, de início. É, mas com o tempo... E como todo tempo tem um dia...

Um dia, o que era “a mocinha” da história tornou-se “a vilã”, temida pela população. Quer saber o porquê de tanta revolta? Os frequentes tiros, as explosões para abrirem as minas, fazendo sangrar a natureza. Estas explosões são tão fortes que estremecem as paredes de nossas casas e nossa alma também. Até pensamos, muitas vezes, que tudo um dia cairá sobre nossas cabeças, destruindo nossa identidade.

É antiga a extração de minérios pelo nosso povo. E é claro que sempre existiram as explosões, mas não ferindo tanto a natureza, provocando tantos impactos ambientais. Para nós, a empresa tão conhecida nacionalmente, ao invés de ponte para o progresso, tornou-se nossa inimiga, “a destruidora” da nossa terrinha, tão rica em minérios e tão querida por sua gente. Na cidade, esse é o assunto principal das rodas de conversas de pessoas do lugar, tanto daqui como das pessoas que vêm nos visitar, ou ainda dos seus filhos ausentes.

Meus queridos leitores, sabem qual é o mais absurdo dessa história toda? A poluição que essa monstruosa empresa vem causando ao longo desses últimos anos. Os açudes, aos arredores da cidade que cresceu, e que um dia serviram para matar a sede da população, hoje servem para matar a sede de poder da Elizabeth. Poder este que aos poucos vai matando a nossa esperança, o nosso desejo de vivermos em paz. E por falar nisso... que saudade daquela paz manseira!

E quem precisar viajar, sair daqui ou aqui chegar, vai perceber também as feridas das nossas estradas. Elas se tornaram cúmplices da nobre vilã. É através delas que nossas riquezas viajam, sem vida, sem ter como voltarem para o seu lar, pois longe vão se transformar em fontes de riqueza e símbolo de poder de quem nunca olhou para nossas serras com olhos de um sonhador.


EEEM GRACILIANO FONTINI LORDÃO

ALUNA: ROSSANA DIAS COSTA – 3º ANO – “A”

GÊNERO TEXTUAL: ARTIGO DE OPINIÃO

DESENVOLVIMENTO?

No Brasil, a cada dia, tornou-se comum a ocorrência de problemas ambientais de várias ordens. Na cidade de Pedra Lavrada, interior da Paraíba, ultimamente não tem sido diferente. Além dos problemas de infra-estrutura, (saneamento básico, lixão, açudes poluídos), no momento, a maior preocupação dos habitantes é com relação à empresa mineradora “Elizabeth”, que, há quase uma década, vem explorando as riquezas minerais do município.

No período de implantação dessa mineradora aqui na cidade, governantes e empreendedores afirmavam que a empresa só traria desenvolvimento para o município e benefícios para a população. Além do mais, seria a oportunidade de empregos para muitos jovens, aumentando, assim, a renda das famílias e, consequentemente, trazendo lucros para os cofres públicos.

Entretanto, podemos afirmar que não tivemos benefícios. As consequências desastrosas logo começaram a surgir com mais rapidez e intensidade do que se esperava. A instalação da fábrica para a extração das pedras brutas resultou numa série de problemas ao meio ambiente, como desmatamento de uma enorme área de vegetação nativa, fuga de animais e aves silvestres, além da poluição de açudes, do solo e do ar.

Com o passar do tempo, essa trágica situação se agrava cada vez mais. Hoje, as casas do centro da cidade e as que ficam nas proximidades dessa fábrica encontram-se com a estrutura comprometida, devido aos abalos provocados pelas enormes explosões, para a retirada das pedras. Isto sem falar na poeira que é lançada sobre a cidade, além dos produtos químicos provenientes do material explosivo.

Um outro problema resultante dessa empresa são as péssimas condições das estradas que servem de acesso para o transporte do material. Devido o peso transportado pelas carretas, as estradas, que já não tinham manutenção, só pioraram.

É certo que outras empresas mineradoras já se instalaram antes no nosso município, mas nenhuma delas com o porte da Elizabeth. Por isso não danificavam tanto o meio ambiente com a atual vem fazendo. À medida que ela vai se expandindo por outros pontos do município, vão também aumentando os problemas locais.

Assim sendo, para essa empresa não continuar causando tantos impactos ambientais, é necessário investir em projetos ambientais e sociais, além de disponibilizar meios reparadores para as famílias prejudicadas. Não é certo que a população se prejudique tanto para que uma grande empresa se beneficie, enriquecendo cada vez mais.

No meu ponto de vista, não há necessidade de uma empresa destruir tanto nossas riquezas naturais, além da nossa historia. Se não agirmos enquanto é tempo, a “Serra dos Albinos” e o “Picoto”, um de nossos patrimônios mais belos, serão destruídos.

Por outro lado, sei que nossa população precisa de uma renda fixa e nosso município de desenvolvimento. Mas, é necessário e urgente a execução de projetos que visem à valorização de bens culturais, sociais e ambientais, equilibrando, assim, desenvolvimento e natureza.


18 de nov de 2010

17 de nov de 2010

RELAÇÃO DOS SUSPEITOS QUE FORAM PRESOS NA OPERAÇÃO SACOLEIROS



OPERAÇÃO SACOLEIRO EM PEDRA LAVRADA- PB


Na tarde de ontem, policiais civis da 7ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Picui-PB, sob o comando do Delegado de Polícia João Joaldo Ferreira, deslocaram-se até o Município de Pedra Lavrada -PB, e efetuaram a prisão de 06(seis)homens envolvidos no roubo ao veículo Van que transportava sacoleiros que iriam comprar roupas na cidade de Santa Cruz do Capibaribe-PE. A ação dos bandidos ocorreram na madrugada de ontem, por volta das 04:00 horas quando o veículo ocupado por 10 pessoas foi abordado por cinco homens armados de revólveres, pistolas e uma espingarda cal. 12. Roubaram dos ocupantes, objetos pessoais além de uma quantia estimada em R$ 15.000,00(quinze mil reais). Com a quadrilha foram apreendidos cinco aparelhos celulares, um capacete preto, duas motos uma Honda CG-150, preta, ano 2004 e outra Honda CG-125, vermelha, ano 1996, ambas com registros de roubo e furto nos Estados do Rio Grande do Norte e São Paulo. A operação foi realizada com os Agentes de Investigação FRANKLIN BASILIO, ITALLO SOARES, com o apoio da guarnição da Polícia militar de Picuí sob o comando do CB NOBREGA, com os soldados M. BARBOSA, F. ALVES, após informações de populares dadas anonimamente por telefone foi montada a operação em que foi feitas várias diligencias a procura dos mesmos em veículos descaracterizados onde a polícia pode abordá-los sem levantar suspeitas ou evadirem-se do local se algum olheiro visse que policiais de fora estavam na cidade. Até mesmo a polícia local de Pedra Lavrada não sabia desta operação.
Os integrantes até agora identificados foram:

JOSÉ ALISSON DE SOUTO MEDEIROS “LALÁ”, de 20 anos, possui processo por Lesão Corporal, neste fato ele era vítima

> LEONARDO DA COSTA CELESTINO “LÉO”, de 27 anos; possui processo por tráfico de drogas;

> KLEBSON ANTÔNIO DO NASCIMENTO “KEKEU” possui processo por crime contra o Patrimônio , com 22 anos residente há quatro anos em Pedra Lavrada, vindo de Recife-Pe;

> RAFAEL SILVA DE LIMA, com 24 anos, possui processo por CRIME CONTRA OS COSTUMES;

> MARCELO DE OLIVEIRA CHAVES, de 18 anos de idade, com processo em aberto por desacato;

> CÍCERO WELITON DA SILVA, com 34 anos e
Após a prisão, houve denúncias de que as armas usadas foram alugadas por um outro integrante da quadrilha que evadiu-se da cidade logo após o roubo e está sendo investigado esta denuncia , devido as novas informações conseguidas . Os integrantes foram autuados em flagrante por crimes de formação de quadrilha armada, adulteração de sinal identificador de veículo e de receptação dolosa, os quais poderão ser condenados de 3 a 6 anos de reclusão.

RAFAEL




Klebson- KEKEU




Alisson- LALA



Leonardo- LÉO



Cícero



Marcelo


Material Apreendido








Fonte: 7a DELEGACIA REGIONAL DE PICUÍ

Polícia prende 4 suspeitos de assalto em Pedra Lavrada

A polícia prendeu nesta terça-feira (16) quatro suspeitos do assalto que foi realizado a van do Neto e seus passageiros. Assalto esse, feito com estrema ousadia e violência. Além de levaram dinheiro e telefones celulares, as pessoas foram obrigadas a tirar a roupa. Passando por mais esse contrangimento.

Como o assalto repercutiu muito na cidade, a polícia resolveu trabalhar e fazer as investigações. No início da noite de ontem, no bar de Nego de Justo, os quatro suspeitos foram detidos para interrogatório.

Todos são da cidade de Pedra Lavrada e também suspeitos de outras ações criminosas. A investigação partiu logo depois que um dos quatro presos, foi consertar um pneu furado de uma moto. A polícia trabalhou o dia todo em Pedra Lavrada à paisana. Fazendo, de fato, um trabalho de inteligência. Cabe agora às pessoas que foram vítimas desses assaltos, roubos e furtos, prestarem queixa e fazer o reconhecimento dos acusados. Segundo fontes, há a possibilidade de mais prisões acontecerem no decorrer da semana. Já que, existe uma possibilidade muito grande, de que um informante que também seria um traficante de drogas, também está envolvido. Vamos aguardar o transcorrer dos fatos e esperar que nenhum político invente de mostrar pretígio com a bandidagem e interceda por eles.

16 de nov de 2010

MAIS UM ASSALTO EM PEDRA LAVRADA


Dando continuidade a onda de assaltos em nossa cidade, hoje, por volta das 5 horas da manhã, a Van de Neto foi assaltada na Rodovia PB-177. O fato ocorreu perto da entrada do Sítio Varzinhas. Seis bandidos ocupando três motos e fortemente armados com espingardas de calibre 12, jogaram pedras no veículo e pularam na frente dele, obrigando-o a parar. Devido aos incontáveis buracos na estrada, a velocidade naquele lugar deve ser baixa. Aproveitando esse fato, foi feita a abordagem. A viagem de hoje, seria feita a cidade de Caruaru-PB, com pequenos comerciantes. Muito provavelmente os bandidos sabiam disso, pois essas pessoas costumam andar com dinheiro vivo. Interessante também, pois mostra que fatalmente existem pessoas da cidade ligadas ao assalto. É tanto que, além de saber que os passageiros levavam dinheiro, também sabiam precisamente o horário diferenciado da viagem.

Foi levada uma quantia ainda não informada e aparelhos celulares. O motorista foi obrigado a dirigir para dentro do mato. Lá, o vidro parabrisas do veículo foi quebrado.

Restam as pessoas que estavam na viagem, o prejuízo material e o trauma psicológico. E as pessoas da cidade de Pedra Lavrada, a continuidade de sensação de insegurança absoluta, impotência e medo.

Pelo caminhar das coisas, o cemitério da cidade será o único lugar seguro...


Caso alguém tenha alguma denuncia a fazer, esses são alguns telefones de contato:



Telefones para denúncia

Conforme anunciamos no Programa da Rádio Boa Esperança FM, A Sua Verdade, estamos disponibilizando os telefones para contato e denúncia da 7a Delegacia Regional de Picuí.


DISQUE DENÚNCIA

----- PICUÍ -----

Telefone (83) 3371-2324

Para fazer a denúncia pela Internet, clique aqui.

e-mail: 7drpc@gmail.com


------ CUITÉ ------


(83) 3372-2103 COMPANHIA DE CUITÉ -PM



.....: DENÚNCIA DE POLICIAIS :.....

Para fazer denúncia de policiais, entre em contato com a corregedoria da Polícia Militar

João Pessoa
(83) 3218 - 5954

Cuite


Telefone: (83) 3372-2103

Para visualizar o site da Polícia Militar, clique aqui.