4 de dez de 2010

Três prefeitos da Paraíba são premiados por boa gestão na merenda escolar


Três prefeitos paraibanos estão entre os 21 premiados esta semana pelo Ministério da Educação, através o Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar por se destacarem em conduzir boas práticas na execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Promovido pela organização não-governamental Ação Fome Zero, o prêmio tem por objetivo identificar e disseminar as experiências bem sucedidas na gestão do programa.

“Quero agradecer aos prefeitos que se inscreveram, pois mostram que estão realmente preocupados com a alimentação escolar de seus alunos”, afirmou o presidente da República, Lula, após entregar os troféus da sétima edição do prêmio.

Na ocasião, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Márcia Lopes, elogiou a parceria entre merenda e agricultura familiar. “Os 30% da alimentação escolar para a agricultura familiar estão fazendo uma revolução no país”, disse.

Recorde – A sétima edição do Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar teve um número recorde de inscritos. Foram 1.340 municípios interessados em exibir e disseminar suas práticas de gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). “Em 2004, foram apenas 383 municípios inscritos”, lembrou o empresário Antoninho Trevisan, da Ação Fome Zero e idealizador da premiação.

Entre os vencedores regionais, destaque para os municípios paraibanos, que faturaram três de quatro troféus. “Essa premiação é um incentivo para continuarmos melhorando a merenda”, afimou Aroudo Firmino Batista, prefeito de Água Branca, um dos agraciados.

Confira os vencedores

Prêmios regionais

Centro-Oeste Alto Horizonte-GO Alto Taquari-MT Goiatuba-GO Lucas do Rio Verde-MT

Nordeste Água Branca-PB Aparecida-PB Orós-CE Poço Dantas-PB

Norte Brasilândia do Tocantins-TO Pimenta Bueno-RO

Sudeste Belo Horizonte-MG Itaguaí-RJ Mogi das Cruzes-SP São Gonçalo do Rio Abaixo-MG

Sul Bocaina do Sul-SC Francisco Alves-PR

Fonte: Portal Correio

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Faça seu comentário aqui.