25 de abr. de 2012

Anderson Silva confirma intenção de matar Rafael Cordeiro e gera telefonema e espanto do filho


O lutador brasileiro Anderson Silva confirmou em lançamento oficial de sua biografia que há algum tempo, em um momento ruim psicologicamente, teve a intenção de matar o treinador Rafael Cordeiro, que tem uma academia em Las Vegas.

O livro conta que certa vez o campeão, em um momento de dificuldades financeiras,  estava se reerguendo dando aulas de jiu-jitsu, e Cordeiro, treinador da equipe Chute Boxe, de Curitiba, não queria que ele continuasse. Em uma discussão acalorada, Anderson chegou a tomar um tapa do técnico.

Depois disso, com outros dois rapazes, foi até um local em que estava Cordeiro e chegou a pegar uma arma na mão à espera de seu então inimigo. Mas se controlou e desistiu. Criticado pelos dois acompanhantes, foi ironizado e pediu que eles desistissem da ação.
MAIS NOTÍCIAS SOBRE UFC NO BRASIL

Na Grade: Rio perde evento histórico e vira palco para show de Sonnen e Anderson
José Aldo comemora chance de 'substituir' Anderson no UFC 147, no Brasil
LEIA MAIS SOBRE LUTAS NO UOL ESPORTE

Hoje, Anderson e Rafael Cordeiro continuam como grandes amigos, e o campeão mundial dos médios do UFC até treina com o mestre algumas vezes em Las Vegas. O fato publicado na biografia gerou repercussão na última semana. Anderson disse que nem contou para o hoje amigo sobre sua antiga intenção em um momento de raiva.

“Eu não contei, acho que ele vai ter que ler o livro. Eu acabei entrando no portal porque meu filho falou ‘pai, você viu que ta no portal? Estão falando que você estava tentando matar o Rafael’. Eu falei ‘calma, deixa eu ver o que se trata e depois eu te ligo’. Mas eu falo a verdade no livro. Foi uma fase da minha vida que eu não tinha nada e só o dom que Deus me deu de dar aula e eu quase fiz uma bobagem”, explicou.

Ele ainda falou mais sobre sua biografia. “Ela fala a verdade, de tudo que aconteceu desde minha infância até esse momento. O documentário mostra frustrações do dia a dia, o que é bom, o que é ruim, como é ruim ficar longe da família. O livro conta minha vida”, falou.

UOL

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.