24 de abr. de 2012

Ex-prestador de serviços da delegacia regional de Cajazeiras é acusado de dá calote em padre e várias famílias do Sertão. Áudio!


As informações foram confirmadas nesta segunda-feira (23) pelo delegado de polícia de uma cidade do Sertão.Delegado de Uiraúna, Cláudio Bezerra.


O delegado da cidade de Uiraúna, Cláudio Bezerra declarou nesta segunda-feira (23), que foi procurado por algumas pessoas da cidade para prestarem queixa contra o Ajudante Geral da Nona Regional de Polícia, com sede em Cajazeiras, identificado apenas por “Bombril”.


Segundo informações do delegado, Bombril estaria cobrando das famílias das vítimas fatais de acidentes, o transporte dos seus entes queridos para necropsia em Patos e Campina Grande.
Claúdio informou que pelo menos quatro pessoas foram lesadas pelo acusado, pois tiveram que pagar valores altos pelos serviços que são gratuitos às famílias das vítimas.


Uma das vítimas do golpe foi o Padre da cidade, Cleides Claudino, que teria dito a polícia ter pago a Bombril R$ 580 para transportar o corpo de um rapaz que foi morto dentro do convento de sua paróquia, há alguns meses.


Ele disse ainda, que às vítimas só tivera coragem de denunciar o fato após terem conhecimento que Bombril havia se envolvido no roubo de um cartão e fazer compras, além de sacar dinheiro em caixas eletrônicos, na cidade de Sousa.


O delegado informou que instaurou um inquérito penal e vai requer a presença do acusado para prestar depoimentos acerca do caso.


“As vítimas estão querendo o ressarcimento da quantia paga indevidamente. Pessoas desse tipo não podem está na polícia, tem que ficar fora”. Disse Cláudio


O outro lado


O Delegado Regional da cidade de Cajazeiras, Gilson Teles informou a reportagem do Diário do Sertão que Bombril não está mais prestando serviços à delegacia desde o dia 12 de abril deste ano. Ele informou também que o acusado não tem qualquer vínculo empregatício com o Estado, pois prestava assessoria ao motorista do veículo que transportava os corpos para o IML. 
Gilson informou ainda, que vai exigir a apuraçção das denúncias com todo o rigor, para que as medidas necessárias sejam tomadas e caso dessa natureza não volte a ocorrer.


Diário do Sertão

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.