29 de mai de 2012

Segurança convoca 2,5 mil policiais para São João em 106 cidades da PB.


O Comando da Polícia Militar da Paraíba se reuniu na última quinta-feira (24) em Campina Grande para traçar o plano de segurança do São João 2012. De acordo com a secretaria de Comunicação do estado, mais de 2,5 mil homens distribuídos em 109 cidades trabalharão na cobertura das festas. Em Campina Grande, a segurança terá o reforço do monitoramento através de câmeras.

O comandante geral e os comandos de seis batalhões da Polícia Militar do interior paraibano participaram da reunião e definiram as estratégias para evitar incidentes durante o período de festas. Segundo a assessoria de imprensa da PM, ficou definido que o efetivo será redistribuído entre as cidades que têm festas maiores para garantir a cobertura de acordo com a estrutura da festa. Municípios como Campina Grande, Patos, Cajazeiras, Santa Luzia e Solânea devem receber policiais de outros batalhões.

No maior evento junino, em Campina Grande, a ação será integrada com o Corpo de Bombeiros e a 3ª Companhia de Polícia de Trânsito. O Parque do Povo também deverá receber um sistema móvel de monitoramento por câmeras. Serão quatro equipamentos com alcance de até 4 km, distribuídos no Parque com uma central móvel que vai vigiar as ocorrências.

De acordo com a assessoria de imprensa da PM, serão 200 policiais fazendo a segurança do local todos os dias e até 600 nos principais dias. A festa terá vigilância até, no mínimo, 7h do dia seguinte para dar segurança a quem está deixando o arraial.

O Corpo de Bombeiros informou que disponibilizará até 50 homens por dia para a cobertura de eventuais incidentes no local, além do efetivo que ficará na sede do batalhão. O comandante do Batalhão, major Fábio Santos, disse que serão realizadas fiscalizações nas vendas irregulares de fogos de artifício e balões.

Segundo a Secretaria de Segurança do Estado, foram adquiridos mais 170 novos coletes e 18 novos veículos para auxiliar o policiamento. "Neste momento, estamos fazendo um trabalho de avaliação e diagnóstico para estabelecer ações administrativas e operacionais. O objetivo é manter uma festa de São João cada vez mais tranquila, dialogando com a sociedade”, afirmou o comandante Euller Chaves.

Do G1 PB

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.