30 de jul. de 2012

Salas da UFPB são arrombadas e computadores roubados


O Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA) do campus de João Pessoa da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) teve mais de 12 salas arrombadas, segundo o diretor do centro, David Fernandes. David Fernandes informou que não é possível confirmar o dia que ocorreu o arrombamento, que só foi percebido na manhã desta segunda-feira (30), quando as salas foram encontradas com suas trancas violadas.
Ainda conforme o diretor, foram levados computadores e retroprojetores que pertenciam a própria universidade. A Polícia Federal isolou o local na manhã desta segunda e irá apurar as condições em que os assaltantes invadiram as salas do CCTA.
De acordo com o diretor do Centro de Comunicação, Turismo e Artes, o prédio em que as salas foram arrombadas possui um sistema de vigilância eletrônica, mas que na hora do furto não detectou os assaltantes. “As salas eram monitoradas por uma aparelhagem de segurança eletrônica, que mesmo com os arrombamentos não conseguiu detectar os assaltantes. A Polícia Federal vai apurar o caso, porque foram levados vários ‘laptops’ e ‘datashows’, um prejuízo que não tenho nem como estimar”, afirmou o diretor.
Para o professor Marcos Nicolau, coordenador da pós-graduação em Comunicação e do Núcleo de Artes Mediáticas, o assalto representa a suspensão de projetos e trabalhos acadêmicos. “O sentimento é de indignação, pois conseguimos este material com muito esforço. Da sala que estava sob a responsabilidade da pós-graduação, foram levadas uma mesa digitalizadora, um notebook e um retroprojetor. As salas foram derrubadas a chutes, com muita violência. Acredito que se tivesse algum segurança por perto teria ouvido”, completou Nicolau.
Ainda conforme Marcos Nicolau, esta seria a segunda vez em poucos meses que o centro é alvo de assaltantes. Um pedido de reforço da segurança do local, em decorrência do primeiro assalto ao CCTA neste ano, já havia sido feito junto a Reitoria da universidade, segundo David Fernandes. “Já tínhamos pedido o reforço da vigilância eletrônica e de rondas feitas por seguranças. Solicitamos também a instalação de grades”, concluiu.
Do G1 PB

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.