6 de set de 2012

Fim do julgamento do caso: Massacre de Serra dos Brandões.



José Denilson, mas conhecido por Cabeção da Serra dos Brandões é condenado há 21 anos e 6 meses de reclusão a serem cumpridos no presídio do Serrotão em  Campina Grande.

Os membros do júri, representantes do povo, julgaram ele culpado pelo duplo Homicídio ocorrido em Serra dos Brandões no dia 23/06/2009, quando ceifou a vida dos irmãos Gilmar e Genivaldo.
Com informações do Fórum de Picuí/PB
www.setimaregional.com.br

Vejam matéria do Clickpicui, do radialista Francisco Araújo:

"SERRA DOS BRANDÕES: Autor de duplo homicídio é condenado por júri popular.

Após ser adiado por três vezes, aconteceu nesta quinta feira 06/09/12, na sala de sessões do fórum Juiz Manoel Pereira do Nascimento em Picuí, o júri popular do réu José Denílson da Silva Lima autor de duplo homicídio qualificado. O réu assassinou a golpes de foice os irmãos Genivaldo de Araújo Lima e Gilmar de Araújo Lima no dia 23/06/2009, por volta das 22:00 horas, no Distrito de Serra dos Brandões de Picuí.

Apesar de toda desenvoltura apresentada pelos advogados em defesa de seu cliente, os mesmos não conseguiram a absolvição do réu.  

O corpo de sentença, formado por 7 pessoas de nossa comunidade acatou a tese de culpabilidade apresentada pelo promotor e sua assistente e  votou pela condenação do mesmo.

De acordo com a lei lhe foi imputado uma pena de 21 anos e 6 meses de reclusão a ser cumprida em regime fechado no presidio do serrotão em Campina Grande e negado o direito de que o réu fique em liberdade, caso a defesa resolva recorrer.  O Tribunal do júri foi presidido pelo juiz de direito de nossa comarca o Dr. Mario Lucio Costa Araújo. Na acusação estiveram trabalhando o representante do ministério público o promotor Dr. Alcides Leite Amorim e a assistente de acusação Drª Ednilda Jandira Costa.

Na defesa do réu estiveram trabalhando os advogados: Dr. Aluísio Barbosa Calado Neto e seu assistente.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.