18 de set de 2012

Para tentar aliviar crise de hemorróidas, aposentado introduz frascos de 'dipirona' no ânus e é hospitalizado

Segundo informações de enfermeiros que atenderam o paciente, a vítima sofre de hemorróida e teria introduzido em seu corpo os dois tubos plásticos, numa tentativa de amenizar a crise de hemorroidas.


Um caso inusitado mobilizou a equipe médica do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, capital paraibana. Um aposentado, de 67 anos, teve que se submeter a um procedimento delicado, neste domingo (16), para retirada de dois frascos de um medicamento à base da substância ativa dipirona do seu ânus. Ele mesmo teria introduzido os frascos nas parte íntimas, provavelmente por confundi-los com supositórios.

A assessoria do hospital confirmou o caso, mas não revelou o nome do paciente. De acordo com a assessoria, a vítima chegou por volta das 14h do domingo, procedente do bairro do Bessa, orla marítima da Capital. Ele foi levado ao hospital em um carro particular.

Dipriona é um princípio ativo usado em analgésico. É antipirético e antitérmico [pirazolona; metamizol sódico]. Sua utilização, no entanto, se encontra restrita a alguns paises, sendo extremamente popular no Brasil.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou no dia 30 de março passado deste ano, no Diário Oficial da União, a suspensão da distribuição, comércio e uso, em todo o país, de um lote do medicamento Dipirona Sódica Solução Oral.

Segundo informações de enfermeiros que atenderam o paciente, a vítima sofre de hemorróida e teria introduzido em seu corpo os dois tubos plásticos, numa tentativa de amenizar a crise de hemorróidas.

Após o procedimento, o aposentado foi medicado, ficou sob observação médica e foi liberado horas depois. A unidade de saúde já atendeu vítimas de situações semelhantes este ano.

Portal Correio


0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.