30 de nov de 2012

Devaneio I - O (i)moral Ignóbil


“Entre o real e o abstrato
Entre a loucura e a lucidez” (H. Gessinger)
Entre a desinformação e a informação
Entre a sapiência e a ignorância
Entre o fuxico e a verdade
Não sei, não afirmo, sonho, imagino, devaneio...


Quimerizando: Santiago Vasconcelos
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Estou estreando minha viagem ao mundo quimérico, não sei se fundindo ou confundindo realidade com fantasia. Sei que estamos num panóptico, todos são observados, falados e imaginados, no real e/ou no abstrato, todos conspiram...

O (i)moral Ignóbil

O (i)moral idiota/ignorante quer implantar a ditadura da idiotização. Não seria da ignobilização? Vai saber!
Ele, em sua sapiência ignóbia, com o objetivo de levar a frente seu projeto ditatorial pretende tomar algumas medidas ignobélicas.

O reinado ignóbil

Buscando implantar o reinado ignóbil ele quer atingir seus fins em nome do Rei. É rei para toda sorte de gosto, esperem...

Em todo reinado tem bobo da corte, porém, nesse é diferente, há uma questão de gênero. Trata-se de uma boba da corte, que presta relevantes serviços horizontais ao (i)moral ignóbil. Quando o ignóbil tenta falar a respeito de seus planos, logo ela toma a frente e se mostra eficiente: “pode ser rei disso, daquilo...” afinal há títulos de rei (e rainha) para tudo. Tem rei do baralho, do brega, das putas...

Na sua exposição de sapiência ignóbia, o (i)moral se espatifa ao querer falar de informação e política. Ele quer levar informação ao público, mas sem política! Quero mesmo ver a pérola que vai sair  dessa ostra podre. É compreensível, vejam o nome do reinado.

E quando ele descobrir que tem uma obsolescência programada? O cancão vai piar!

O pior é que o ignóbil pensa que todos são como ele...
“se é uma coisa que eu não faço é roubar”.

Por falar em roubo, vamos fugir da ignobimia e aprender com o Aurélio:
ROUBAR
“verbo
 regência múltipla
1 Rubrica: termo jurídico.
apropriar-se de (bem alheio), mediante violência, ameaça ou fraude
transitivo direto e intransitivo
2 praticar roubo(s) [em]; agir como ladrão
transitivo direto
3 cometer rapto contra; raptar
transitivo direto e bitransitivo
4 privar (alguém, algo) de (posses, valores); despojar, destituir
bitransitivo
5 Derivação: por extensão de sentido.
destituir (algo abstrato) de; privar, subtrair, tirar
bitransitivo
6 pôr (alguém) a salvo de; livrar, salvar
transitivo direto e bitransitivo
7 Derivação: sentido figurado.
consumir, gastar, tirar
transitivo direto
8 arrebatar, atrair, enlevar
bitransitivo
9 tomar como conquista; conquistar
transitivo direto
10 atrair consideração, simpatia ou afeto de; conquistar, cativar, seduzir
bitransitivo
11 dar, fazer (agrado, afago) em (alguém) sem consentimento
transitivo direto e bitransitivo
12 usurpar a autoria de; plagiar
transitivo direto
13 Regionalismo: Brasil.
favorecer um competidor em prejuízo de (adversário)
transitivo indireto
14 enganar quanto a (qualidade ou quantidade); adulterar, falsificar
pronominal
15 Derivação: sentido figurado.
não se expor a; esquivar-se, fugir, furtar-se”


Talvez seja mais didático trazer os sinônimos/variantes de roubar: “abafar, afanar, arrebatar, bifar, defraudar, depenar, desfalcar, despojar, escorchar, furtar, gadunhar, gatunar, ladroar, levar, pilhar, rapar, rapinar, raptar, saquear, subtrair, surripiar, surrupiar, tirar, tomar” (Aurélio).
Qual será o sentido usado pelo (i)moral?

*******
E o disse/não disse?

A excelência desmente tudo que diz em lapso de pouquíssimos minutos! É impressionante sua capacidade de ser fraco. Ao consultar os experts no assunto, vejam o resultado do laudo: Mentiroso descarado, sem nenhum escrúpulo!

Quem pretende que seu nome sujo e suas peripécias não cheguem aos ouvidos das criancinhas e velhinhos, se antecipe aos atos, é fácil: não pratique! Não há como esconder tanto lixo por tanto tempo embaixo do tapete. Se liga!

Você não consegue esconder seu verdadeiro caráter a vida toda. Seus traços psicológicos e/ou morais espraiam-se em atos. Pense na sua firmeza moral, na coerência dos seus atos. Será se você é um praticante da honestidade?

No devaneio ser honesto é obrigação de todos. E a classe política? Essa é para ser o exemplo para os demais da sociedade. Quanta divagação!!!

Quando eu dormir e sonhar, tem mais... (e se for pesadelo? Uiiiiiiii......)
******

Estreando esse espaço virtual, minhas quimeras estão embaladas por Engenheiros do Hawaii em sua “A Revolta Dos Dândis I”


Entre um rosto e um retrato, o real e o abstrato
Entre a loucura e a lucidez,
Entre o uniforme e a nudez
Entre o fim do mundo e o fim do mês
Entre a verdade e o rock inglês
Entre os outros e vocês

Eu me sinto um estrangeiro
Passageiro de algum trem
Que não passa por aqui
Que não passa de ilusão

Entre mortos e feridos, entre gritos e gemidos,
(a mentira e a verdade, a solidão e a cidade)
Entre um copo e outro da mesma bebida
Entre tantos corpos com a mesma ferida

Eu me sinto um estrangeiro
Passageiro de algum trem
Que não passa por aqui
Que não passa de ilusão

Entre americanos e soviéticos, gregos e troianos
Entra ano e sai ano, sempre os mesmos planos
Entre a minha boca e a tua, há tanto tempo, há tantos planos
Mas eu nunca sei pra onde vamos

Eu me sinto um estrangeiro
Passageiro de algum trem
Que não passa por aqui
Que não passa de ilusão

Em reunião com a CNTE, Aloizio Mercadante defende 100% dos royalties do petróleo para a educação e o reajuste do piso nacional


Em reunião com a CNTE nesta terça-feira, o ministro Aloizio Mercadante defendeu a inclusão de medida que direciona 100% dos royalties do petróleo para a educação no Plano Nacional de Educação e a aplicação imediata do PNE. "Minha preocupação é que o PNE não vire um tratado de Kyoto onde todo mundo concorda, mas ninguém aplica", afirmou. Mercadante irá ao senado em audiência pública na próxima quinta-feira para defender os 100% dos royalties para a educação no texto do PNE.

A proposta do critério de reajuste do Piso Nacional do Magistério elaborada pela CNTE, Undime, Campanha Nacional Pelo Direito à Educação e Comissão de Educação e Cultura na Câmara, que prevê a reposição da inflação pelo INPC e mais 50% equivalente ao crescimento das receitas do Fundeb, anualmente, também fez parte da reunião.

Roberto Leão, presidente da CNTE, lembrou que a proposta da CNTE é a de um reajuste mais seguro e substancial para os professores, contando com a aprovação de Mercadante. O ministro afirmou que o MEC não apoiará nenhuma negociação que não vise ganho real para os professores. Agora, a CNTE irá pressionar os deputados para que o governo encaminhe uma Medida Provisória aprovando o reajuste ainda este ano. Nesta quarta-feira, a CNTE se reunirá com a deputada Fátima Bezerra, líder da Comissão de Educação e Cultura na Câmara.

O MEC também se comprometeu a priorizar a homologação do parecer do Conselho Nacional de Educação sobre a jornada, respeitando o 1/3 da hora atividade. O objetivo é chegar a uma solução até o final do ano.

Assine a petição defendendo o veto e a destinação de 100% dos royalties do petróleo para educação, através desse link.

CNTE

Dilma veta mudanças na divisão da renda do petróleo sobre royalties


COM O VETO E NOVA MEDIDA PROVISÓRIA, 100% DA NOVA DIVISÃO PODEM IR PARA A EDUCAÇÃO

Depois de sinalizar publicamente a intenção de "respeito a contratos" na análise da lei de divisão dos royalties do petróleo, a presidente Dilma decidiu ontem vetar o artigo do projeto aprovado na Câmara dos Deputados que muda as regras de distribuição desses tributos referentes a campos em exploração.

Com o veto, fica mantida a legislação atual que destina a maior parcela dos royalties dos campos em exploração aos Estados e municípios produtores, como defendiam o Rio e o Espírito Santo.

Pela regra atual, os grandes Estados produtores, por exemplo, ficam com 26,25% dos royalties. Os não produtores recebem apenas 1,76%.

Com isso, saem derrotados os Estados e municípios não produtores, responsáveis pela aprovação do projeto no Congresso que mudava essa divisão da receita. O texto reduzia a parcela dos Estados produtores para 20%.

Quanto às regras de exploração dos futuros campos de petróleo do pré-sal, o governo decidiu manter o que foi aprovado no Congresso. O texto fixa em 15% a alíquota dos royalties no modelo de partilha de produção e define a distribuição desses recursos de forma mais igualitária entre todos os Estados e municípios.

Nesta divisão, os Estados produtores devem ficar com 22% da receita de royalties a ser gerada na exploração dos campos que ainda serão licitados na área do pré-sal. Já os Estados e municípios produtores ficariam com uma parcela maior, de 51%.

O Palácio do Planalto analisava ainda incluir numa medida provisória mudanças na divisão de royalties de futuros campos de petróleo que ainda serão explorados pelo sistema de concessão (fora da região do pré-sal).

Nesta MP, o governo deve incluir dispositivo destinando toda receita dos royalties (União, Estados e municípios) para educação. Com isso, a presidente Dilma quer viabilizar a proposta de investir no setor 10% do PIB (Produto Interno Bruto).

Durante a reunião em que discutiu o assunto, a presidente Dilma voltou a insistir que sua decisão evitaria quebrar contratos e respeitaria o direito adquirido dos Estados e municípios produtores.

Ou seja, seguindo a linha defendida pelo governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ), ela optou por não fazer qualquer alteração na legislação atual que destina mais recursos para as regiões produtoras, mas nos campos já licitados.

No caso dos futuros campos, ainda a serem leiloados, Dilma entendeu que a regra da distribuição dos royalties pode ser alterada. Por isso, optou por manter a proposta aprovada na Câmara.

Com a sanção do projeto, o governo vai fazer os primeiros leilões, no segundo semestre do próximo ano, de áreas de exploração de petróleo do pré-sal com base no novo modelo de partilha de produção.

Deputados e senadores de Estados não produtores vão tentar derrubar os vetos. Caso isso ocorra, o governador Sérgio Cabral já avisou que recorrerá ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Uol/Vozdepedra

Governo paga fornecedores do Programa Leite da Paraíba e reforça apelo aos produtores


A Fundação de Ação Comunitária (FAC), do Governo do Estado, atualizou os pagamentos aos produtores e laticínios cadastrados no Programa Leite da Paraíba. O atraso ocorreu durante a suspensão do programa. “Agora atualizamos todos os pagamentos. Já não há mais atraso”, disse o presidente da FAC, Ramalho Leite.

A respeito de um calendário  de pagamento pleiteado pelos produtores, o presidente da FAC explica que não é possível ter um calendário fixo porque a fundação depende das informações que são enviadas pelos laticínios.

Na última terça-feira (27),  o governador Ricardo Coutinho fez um apelo aos produtores para que garantam o fornecimento de leite e o Estado possa assegurar a manutenção do programa. Segundo o governador, o Estado dispõe de R$ 20 milhões em caixa para comprar o produto. “Estamos pagando o preço de mercado e ampliamos o programa com recursos próprios. Aumentamos R$ 0,10 no preço do litro do leite e mais R$ 0,05 pelo Governo Federal. Hoje, o litro custa ao produtor R$ 0,97 e quando soma o valor do laticínio sai a R$ 1,49. Já o litro do leite de cabra sai a R$ 1,97”, disse Ricardo.

Suspensão – O Programa do Leite foi suspenso durante quatro meses pelo Governo Federal a partir de uma operação da Polícia Federal que investigou, por mais de cinco anos (entre 2005 e 2011), supostas irregularidades praticadas por laticínios, produtores e servidores públicos. Hoje existe o Comando Fiscal Disque – FAC, através do telefone 0800-083-3219. A população pode ligar e denunciar irregularidades.

O programa está sendo reformulado para evitar que outros atos ilícitos ocorram. A FAC promoveu reuniões em Campina Grande e em Patos com produtores e representantes de laticínios mostrando os esforços do Governo para normalizar a distribuição que é direcionada a milhares de famílias paraibanas. Além do leite, o programa também distribui pão e fubá.

O Programa do Leite é uma das modalidades do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que tem por objetivo propiciar o consumo do leite a famílias na Paraíba que se encontram em estado de insegurança alimentar e nutricional, garantindo a compra do leite a aproximadamente 4 mil produtores. O programa tem cadastradas mais de 120 mil famílias no Estado.

SECOM

Chove no Sertão, Cariri e Brejo e internautas comemoram emocionados; veja previsão para esta sexta-feira

Apesar do clima nebuloso registrado nestas regiões na noite desta quinta-feira (29), a AESA prevê para esta sexta-feira (30), temperaturas que podem chegar a 35.

O registro de nebulosidade com fracas pancadas de chuvas no início da noite desta quinta-feira (29), foi o bastante para animar moradores do Cariri, Curimataú e Sertão paraibano, que nos últimos meses vem sofrendo com o clima seco e o tempo ensolarado nestas regiões


O céu nebuloso inspirou internautas, residentes em cidades como São Bento, Monteiro, Sumé, Cordeiros, Patos, Soledade e Santa Luzia. Eles expressaram através das redes sociais, a emoção em poder sentir a mudança do clima nestas localidades, diariamente, retratadas pelo sofrimento trazido pela estiagem.


Apesar do clima nebuloso registrado nestas regiões na noite desta quinta-feira (29), a AESA (Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba), prevê para esta sexta-feira (30), temperaturas que podem chegar a 35º, como no Sertão e Alto Sertão paraibano. Já no Agreste e Cariri/Curimataú, as chuvas podem ocorrer fracas e isoladas 

Previsão do tempo para esta sexta-feira (30), na Paraíba:

Litoral: Temperatura mínima de 23º e máxima de 31º. 
Céu com nebulosidade variável e possibilidades de ocorrência de chuvas fracas e isoladas.

Brejo: Temperatura mínima de 20º e máxima de 30º. 
Sol com poucas nuvens.

Agreste: Temperatura mínima de 20º e máxima de 31º.    
Céu com nebulosidade variável e possibilidades de ocorrência de chuvas fracas e isoladas.

Cariri/Curimataú: Temperatura mínima de 21º e máxima de 34º.
Céu com nebulosidade variável.    

Sertão: Temperatura mínima de 23º e máxima de 35º.
Céu oscilando entre parcialemente nublado e claro.

Alto Sertão: Temperatura mínima de 22º e máxima de 35º.

Céu oscilando entre parcialemente nublado e claro.

Correio

SINPUC REALIZA ASSEMBLEIA EM PICUÍ


O SINPUC encerra nesta sexta-feira, em Picuí, uma série de assembleias realizada nas cidades da base sindical.

Em Picuí, o encontro está marcado para acontecer às 15h, em primeira convocação. Caso o quórum de 50% de sócios não seja atingido, o início dos trabalhos passa a ser às 15h30, sem a necessidade de presença mínima de participantes.

A assembleia será realizada na Capela Nossa Senhora de Fátima, no Monte Santo. A pauta inclui reajuste salarial dos professores municipais, para adequação ao piso nacional, implantação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos profissionais da saúde e informes gerais.

Assim como nos outros municípios, no final das discussões, será realizado um evento de confraternização.

ASCOM

29 de nov de 2012

NATAL EM PEDRA LAVRADA: Campanha de combate aos efeitos da seca


NOTA ENVIADA POR JOALLE BARROS

Conforme vem sendo divulgado em nível nacional, o nordeste vem enfrentando a pior seca dos últimos 30 anos. Apesar de sermos nordestinos, maioria de nós felizmente não conhece esse problema de perto. Entretanto, há pessoas que vivem na zonal rural de municípios aqui do nosso Estado que vêm sofrendo as graves consequências decorrentes desse longo período de estiagem.

Nesse período de Natal vamos nos sensibilizar e fazer a nossa parte para amenizar os efeitos da seca, ajudando principalmente às crianças carentes que vivem dessas áreas afetadas. 
Joalle Barros

Para tanto, estamos arrecadando brinquedos e alimentos, até o dia 14/12/2012, para distribuir entre a população carente que vive na zona rural do município de Pedra Lavrada. A distribuição ocorrerá do dia 15/12/2012!
Assim, aos nossos amigos(as), e a todos que puderem contribuir, basta entrar em contato com uma das pessoas responsáveis, abaixo relacionadas, que alguém irá coletar a sua contribuição.

Não vamos resolver o problema, mas o pouco que fizermos já vai ser muito, perto de quem não fez nada, e vai ser de grande valia pra quem mais precisa. 

Joalle Barros
Docarmo
Sinha
Guega
Bonalda

CHOCANTE: Vídeo mostra algemado sendo morto por PM´s, que foram afastados; PC fará reconstituição do crime


Um vídeo postado no canal Youtube mostra o momento em que a Polícia Militar da Paraíba prende um homem e o executa dentro de uma viatura da PM. O caso ocorreu no último domingo (25), no distrito de Cajá, no município de Caldas Brandão, no Agreste paraibano. 

A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança e Defesa Social informou que os envolvidos no caso já foram afastados de suas funções a frente do 8º Batalhão da PM, sediado em Campina Grande. Um inquérito policial militar também foi aberto para apurar a conduta dos policiais. “Além disso, um oficial de outra unidade será designado para acompanhar o processo, a fim de garantir isenção”, informou o subcomandante da Polícia Militar, coronel Francisco de Assis Castro.

As imagens mostram a ação da polícia para coibir a imprudência de diversos jovens utilizando motos e carros na principal avenida da cidade. Gritos e correria das pessoas também integram a cena. Durante pouco mais de dois minutos é possível ouvir os disparos efetuados pela PM em José Almeida Neto, 27 anos, que estava algemado na mala do carro. Ele morreu antes de receber atendimento médico.

À época, o tenente Coronel Linhares, comandante da Polícia Militar em Itabaiana, revelou que José Almeida morreu após pegar uma metralhadora que estava no banco traseiro da viatura e efetuar disparos contra a guarnição.

O Comando Geral da Polícia Militar divulgou nota comunicando que a arma utilizada para matar o jovem e a viatura onde ele foi morto foram recolhidos para a perícia. De acordo com a delegada Tatiana Matos Barros, designada em caráter especial para presidir as investigações, mais de dez pessoas foram ouvidas entre parentes e testemunhas, além dos policiais envolvidos. “A oitiva dos militares aconteceu ainda no domingo, dia em que as armas dos policiais foram apreendidas, enviadas à perícia e a viatura submetida a exame, além de outros procedimentos realizados”, detalhou. 

Uma reconstituição do caso também será feita pela Polícia Civil, com auxílio do Instituto de Polícia Científica (IPC), nos próximos dias. Todo o trabalho está sendo acompanhado pela promotora de justiça da comarca de Gurinhém, Jaíne Didier, que na manhã desta quinta-feira (29) analisou as supostas imagens do crime. O material será submetido à perícia.

O secretário executivo da Segurança e da Defesa Social, Jean Nunes, assegurou que tanto a Polícia Civil quanto a Polícia Militar estão atuando com firmeza, mas também com cautela, já que os policiais envolvidos são conhecidos na região por realizarem um bom trabalho. “Nosso objetivo é finalizar as investigações e relatar o inquérito com autoria e materialidade ao Ministério Público com a maior agilidade possível”, finalizou.

Assista vídeo:


BOA VISTA: Secretário de escola é acusado de matar pai de aluno após discussão sobre falta em aulas


A Polícia Militar está a procura de Jorge Miguel Santos Gomes que após o crime desapareceu

Um funcionário da Prefeitura Municipal de Boa Vista (cidade localizada na região do Agreste da Paraíba, a 170 quilômetros de João Pessoa), identificado como Jorge Miguel Santos Gomes, está sendo procurado pela Polícia Militar. Ele é secretário de uma escola municipal e acusado de ter matado, com um tiro de revólver, o pai de um aluno, após uma forte discussão sobre constantes ausências do filho da vítima em sala de aula. 

Jorge Miguel Santos Gomes, 23 anos, disparou um tiro contra o barbeiro Milton Vitorino Jovem, de 55 anos. O crime, que ocorreu nesta quarta-feira (28). O filho de Milton queixou-se de que Jorge Miguel teria lhe chamado de "ladrão" num bate-boca dentro da escola. O adolescente, de acordo com as informações do tenente Jonatha Yassaqui, comandante da Companhia de Polícia Militar Independente daquela região, essa discussão teria acontecido porque o aluno estava faltando com frequência às aulas. 

Inconformado, o adolescente relatou o ocorrido ao pai. O barbeiro Milton Vitorino não gostou e foi até a escola, onde teria também discutido com o funcionário municipal. De acordo com testemunhas, os dois trocaram agressões físicas. A PM não confirma essa briga. 

O secretário da escola municipal teria pego uma arma em sua casa e esperou o barbeiro em uma das ruas da cidade. Jorge Miguel dos Santos teria disparado um tiro de revolver no  abdômen de Milton Vitorino, que chegou a ser socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas ele não resistiu aos ferimentos.

Horas depois do crime, já no final da tarde desta quarta-feira, a arma usada no crime e a moto que seria utilizada na fuga pelo funcionários da escola foram encontradas em sua residência. A Polícia está fazendo rondas em todas as imediações da cidade e nos municípios vizinhos, mas ainda não conseguiu prender o acusado.

Correio

Governo tem R$ 20 milhões para comprar leite e faz apelo a produtores


O governador Ricardo Coutinho fez um apelo aos produtores para que garantam o fornecimento de leite e o Estado possa assegurar a manutenção do Programa do Leite na Paraíba. Segundo o governador, o Estado dispõe de R$ 20 milhões em caixa para comprar o produto.

Há nesse momento de estiagem uma queda na produção do leite, devido à dificuldade para alimentação do rebanho leiteiro, entre outros fatores que têm reduzido o volume de produção.

De acordo com Ricardo Coutinho, o governo tem oferecido valor de mercado ao preço do leite. O objetivo do programa é fornecer segurança alimentar e nutricional às famílias carentes, e garantir a venda da produção leiteira e renda aos pequenos produtores. “Estamos pagando o preço de mercado e ampliamos o programa com recursos próprios. Aumentamos R$ 0,10 no preço do litro do leite e mais R$ 0,05 pelo Governo Federal. Hoje, o litro custa ao produtor R$ 0,97 e quando soma o valor do laticínio sai a R$ 1,49. Já o litro do leite de cabra sai a R$ 1,97”, disse o governador.

Ao se referir às dificuldades causadas pelo longo período sem chuvas, o governador Ricardo Coutinho lembrou as medidas adotadas pelo Estado para convivência com a seca, que já é considerada pelos especialistas a maior dos últimos 40 anos.

Causas da redução da produção – “O produto está em falta por alguns motivos. O primeiro deles é que, se o gado come menos, produz menos. Segundo porque tivemos a diminuição dos laticínios em funcionamento após uma operação judicial. Entretanto, os laticínios que podem operar dão conta tranquilamente da metade da demanda. E o terceiro aspecto é que diante da situação de crise muitos produtores redirecionaram seu leite para o mercado privado”, lamentou.

O presidente da Fundação de Ação Comunitária (FAC), responsável pela gestão do Programa do Leite, Ramalho  Leite, informou que atualmente o programa abastece 60 municípios, uma quantidade bem inferior ao mês de maio, quando o programa foi suspenso.

“Por dia eram distribuídos grátis com famílias carentes 120 mil litros de leite. Atendiam o programa 26 laticínios, hoje são 22 em situação regular, mas por causa da baixa produção de leite apenas cerca de oito laticínios e 1.000 produtores  fornecem leite, de um total de 3.900 produtores cadastrados e legalizados”, disse o presidente.

Suspensão – O Programa do Leite foi suspenso durante quatro meses pelo Governo Federal a partir de uma operação da Polícia Federal que investigou, por mais de cinco anos (entre 2005 e 2011), supostas irregularidades praticadas por laticínios, produtores e servidores públicos. Hoje existe o Comando Fiscal Disque – FAC, através do telefone 0800-083-3219, instrumento de fiscalização. A população pode ligar para o telefone e denunciar irregularidades.

O programa está sendo reformulado para evitar que outros atos ilícitos ocorram. A FAC promoveu reuniões em Campina Grande e em Patos com produtores e representantes de laticínios mostrando os esforços do Governo para normalizar a distribuição que é direcionada a milhares de famílias paraibanas. Além do leite, o programa também distribui pão e fubá.

Compromisso e retomada – Para a retomada do programa, o governador Ricardo Coutinho fez várias gestões e tomou medidas saneadoras até que, em agosto deste ano, um termo de compromisso, entre Estado e Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), foi assinado em Brasília. No documento, o governador assumiu o compromisso de fiscalizar com mais rigor as empresas que beneficiam o leite comprado por meio do programa e monitora os pontos de distribuição.

A elaboração de um plano de providências foi exigida pelo MDS como condição para que voltassem os repasses de recursos. “Agora temos segurança para retomar o programa em outro patamar de qualidade”, disse, na ocasião, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, após conhecer o novo sistema adotado pelo Governo da Paraíba.

O Programa do Leite é uma das modalidades do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que tem por objetivo propiciar o consumo do leite a famílias na Paraíba que se encontram em estado de insegurança alimentar e nutricional, garantindo a compra do leite a aproximadamente 4 mil produtores. O programa atende diariamente mais de 120 mil famílias no Estado.

SECOM

28 de nov de 2012

PEDRA LAVRADA: Aluno faz apelo ao Governador

Wellison
Aluno 1° ano médio - tarde
Wellison Moreira Cordeiro,

Sou um, de vários estudantes da Escola de Ensino Médio Graciliano Fontini Lordão da cidade de Pedra Lavrada e, venho comunicar ao governador que precisamos de uma reforma no nosso ginásio. Vou relatar um pouco sobre ele:

Não temos Educação Física na pratica, nosso ginásio não tem energia, tivemos que fazer um mutirão para conseguimos fazer uma limpeza nele, para que não venha ser entregue aos ratos ou baratas. 

Venho ao excelente governador, comunicar que precisamos rápido de sua ajuda. Somos jovens em busca de novos conhecimentos e precisamos de uma pequena reforma para que possamos realmente desfrutar do esporte. Algo tão precioso na vida de um jovem. Afinal temos direito de cobrar ao governo, pois temos reconhecimento na Educação paraibana, pois, segundo o resultado do ENEM 2011, a escola ficou em SEGUNDO LUGAR entre todas as escolas públicas estaduais da Paraíba e a média obtida foi de 568,53, acima da nacional com 494,8 pontos. Também, não podemos deixar passar, o nosso reconhecimento nacional. Pois, tivemos privilégio de conquistar o primeiro lugar na Olimpíada de Língua Portuguesa 2010, pela aluna, Rossana Costa e a professora Romana Lúcia.

Esporte é vida. 

PEDRA LAVRADA: CDRM divulga ações de apoio aos mineradores da mesorregião do Seridó


O Governo do Estado lançou o Plano de Ação da Mesorregião do Seridó com o objetivo de desenvolver ações voltadas aos mineradores das sete cooperativas existentes na Paraíba. O plano beneficiará diretamente 54 municípios, sendo 28 do Rio Grande do Norte e 26 da Paraíba, em uma área de aproximadamente 20 mil km².

As atividades foram divulgadas durante seminário no município de Junco do Seridó, onde todos os integrantes puderam apresentar suas ações elaboradas e discutidas em quatro oficinas realizadas este ano nas cidades de Caicó (RN), Currais Novos (RN) e Picuí (PB). O plano é desenvolvido por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Recursos Minerais (CDRM), Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde) e Ministério da Integração Nacional (MI).

Para o técnico em mineração e pesquisador, Antônio de Pádua, o objetivo principal do plano é garantir a execução das ações de infraestrutura econômica e social previstas para a mesorregião nos instrumentos de planejamento federal e estadual. “Além disso, nós poderemos dotar as condições necessárias ao aproveitamento de oportunidades econômico-produtivas promissoras para o desenvolvimento integrado e sustentável da mesorregião”, explicou.

O presidente da CDRM, Marcelo Falcão, destacou a importância do plano para fortalecer os Arranjos Produtivos Locais (APL) como apicultura, piscicultura, fruticultura, ovinocaprinocultura e, principalmente, os de base mineral. “Na mesoregião e Sertão, a nossa maior riqueza são os recursos minerais. Por isso, o governo vem incentivando hoje a participação do produtor mineral nas cooperativas, sua capacitação e o encaminhamento das formalizações dos títulos minerais para poderem ter as licenças ambientais necessárias”.

Investimentos – Duas unidades para desagregação, britagem e moagem dos minérios estão sendo montadas nos municípios de Pedra Lavrada e Nova Palmeira. “Essas novas unidades vão gerar uma mudança de vida total aos mineradores, pois hoje eles vendem o minério ao preço bruto de R$40,00 a tonelada. Porém, quando o minério for britado e moído, dependendo da sua granulometria, ele poderá chegar a custar R$300 a tonelada”, exemplificou Marcelo Falcão.

Devido ao alto valor de custo para investimentos neste setor, o Governo do Estado, através da CDRM, Empreender-PB, Cooperar e Ministério da Integração Nacional, está mecanizando cada vez mais o trabalho dos mineradores.

“É preciso haver investimentos em materiais pesados desde a lavra, que é a parte de extração, até o beneficiamento, para que haja o aumento da produtividade e agregação de valor aos minérios”, disse o presidente da CDRM. Em processo de licitação, a CDRM está adquirindo duas retroescavadeiras, cinco guinchos e quatro esteiras transportadoras de minérios.

Uma série de ações proporcionada pelo acesso ao crédito, por meio dos programas de financiamento do Empreender-PB e Cooperar do Governo do Estado, está possibilitando a mecanização das cooperativas de mineradores. Segundo Marcelo Falcão, será possível abandonar os materiais rudimentares como picareta, pau e carro de mão em detrimento das novas aquisições de equipamentos mecanizados pesados.

Apenas para o setor de mineração foram liberados do Empreender-PB cerca de R$ 2.174.280,00 para as cooperativas de garimpeiros e mineradores dos municípios de Várzea, Nova Palmeira, Pedra Lavrada, Picuí e Frei Martinho.

Legalização – Outra prioridade do governo estadual é o combate à informalidade da profissão, que já dura mais de 60 anos. “Através de parcerias, estamos fazendo um trabalho de conscientização dos mineradores para que se filiem às cooperativas, participem de capacitações e que haja a formalização dos títulos minerários. Eles irão sentir a importância da legalidade a partir dos direitos com a Seguridade Social, agregação de valor aos seus produtos como o feudspato, quartzo, gemas e outros”.

Marcelo Falcão completou destacando a importância do recolhimento de impostos de forma legal para que os valores possam retornar ao município em forma de investimentos para o combate dos impactos ambientais e construções de estradas, por exemplo.

O antigo pensamento da cultura individualista do pequeno produtor mineral, onde produzir sozinho seria mais lucrativo é uma ação que tem sido combatida. “A união deles é que tornará esse processo acelerado e, de fato, poderão mudar de vida. O atravessador continuará com seu trabalho, mas o pequeno produtor não precisará disso, porque através das cooperativas eles poderão buscar novos comércios e mercados”.

Capacitações – Em parceria com o Sebrae, Fiep, Senai, CDRM e Ministério da Integração Nacional, estão sendo encerrados um período de 16 capacitações realizadas durante todo o ano nas sedes das cooperativas voltadas aos produtores minerais. Dentre as principais, destacam-se as de Primeiros Socorros e Segurança e Saúde da Mineração, Manuseio de Explosivos, Gestão de Cooperativa e Conhecimentos Básicos em Mineralogia.

“As instituições são de extrema importância para esse processo, seja na capacitação, elaboração de projetos, no acompanhamento, motivação e conscientização extrativista. O incentivo ao uso de equipamentos de segurança para diminuir os impactos causados e a mortalidade no setor são muito importantes”, disse o presidente da CDRM.

Para evitar a incidência da doença silicose, que ataca os pulmões dos mineradores devido a inalação do pó da sílica, as perfuratrizes estão sendo manuseadas com o uso da água.

A elaboração do plano de Ação da Mesorregião do Seridó está sendo possível devido à cooperação de representantes do Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional (MI): Universidade Federal de Campina Grande (UFCG); Instituto Federal da Paraíba (IFPB) Picuí-PB; Universidade Federal do Rio Grande do Norte  (UFRN); Universidade Estadual da Paraíba  (UFPB); Instituto Federal do Rio Grande do Norte  (IFRN); Secretaria de Planejamento do Rio Grande do Norte; Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó (Adese): Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde-PB) e Companhia dos Recursos Minerais do Estado da Paraíba (CDRM).

SECOM/VOZDEPEDRA

Felipão é o novo técnico da Seleção Brasileira

Mesmo após a queda do Palmeiras do Brasileirão, que teve participação importante como treinador, a Copa em casa e o carisma de Felipão após o penta em 2002 podem fazer a diferença a seu favor.


O técnico Luiz Felipe Scolari, favorito para ser o novo técnico da seleção brasileira, será realmente efetivado no cargo, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo. O assessor do treinador, contudo, não confirma a informação, por não ter falado com o treinador.

Após a surpreendente demissão de Mano Menezes na última sexta-feira, Scolari surgiu como nome forte para substituí-lo, ao lado de Tite e Muricy Ramalho. Mesmo após a queda do Palmeiras do Brasileirão, que teve participação importante como treinador, a Copa em casa e o carisma de Felipão após o penta em 2002 podem fazer a diferença a seu favor.

Acaz Fellegger, assessor de Felipão, afirmou que só falou com o treinador nesta terça-feira (27), no sul do país. Assim, não pode confirmar se houve desdobramentos nas últimas 24 horas. De qualquer forma, ele também não negou a informação.

O técnico que assumir a seleção brasileira terá uma grande pressão a administrar. Com cerca de 20 meses para a Copa, o novo treinador terá de formar uma base capaz de conquistar a torcida e acabar com as dúvidas quanto à qualidade da equipe. Mano Menezes foi demitido justamente no seu melhor momento na seleção, após o título do Superclássico das Américas, em plena La Bombonera.

Inicialmente, o presidente da CBF, José Maria Marin, havia dito que o anúncio do novo treinador só seria feito em janeiro. Depois, recuou e anunciou que a escolha seria divulgada na semana que vem. Agora, a tendência é que saia nesta quinta-feira (29).

A antecipação é amplamente atribuída a uma tentativa da CBF em desviar o foco das investigações contra o presidente da Federação Paulista de Futebol e vice-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, que nesta semana teve computadores apreendidos em sua casa e precisou prestar esclarecimentos na Polícia Federal.

Portal Correio

Em Soledade: Município tem campo de palma irrigado.

A Prefeitura Municipal de Soledade, através da Secretaria municipal de Desenvolvimento Rural e Recursos Naturais, implantou em sistema de irrigação as margens do açude da localidade Macacos zona rural do município, três áreas plantadas com raquetes de Palma resistente a Cochonilha do Carmim.

1ª Etapa - Meio hectare,  onde foram plantadas 9.000 raquetes da variedade "doce gigante", mais conhecida como "baiana", adquirida junto a EMEPA - LAGOA SECA/PB, plantadas na forma irrigada, às margens do açude Macacos, com o objetivo de se fazer um trabalho de multiplicação para distribuição futura com as Associações Rurais de Agricultores.

2ª Etapa - Após a criação do Gabinete Municipal da Palma, em parceria com o INSA - Instituto do Semi-Árido, conseguimos implantar mais um hectare, no mesmo local as margens do açude Macacos, aproximadamente 21.000 raquetes das variedades "doce miúda ; "doce gigante" e "orelha de elefante mexicana", com o objetivo de pesquisa no sentido de acelerar o processo de multiplicação, com uma meta de distribuir junto as comunidades rurais pelo menos 300.000 raquetes por ano. Totalizando aproximadamente 30.000 raquetes plantadas nas duas áreas.

As informações foram passadas pelo Secretário Municipal do Desenvolvimento Rural e Recursos Naturais de Soledade, Januário Marinho de Melo.

Segundo o Secretário, a determinação do Prefeito de Soledade Zé Bento do PT (foto), é que o município seja o primeiro a lutar pela recuperação da Palma na região do Cariri, dizimada pela Cochonilha do Carmim e também pela grande estiagem que castiga as populações rurais e rebanhos de bovinos, caprinos e ovinos na região.
Palma com cochonilha do carmim

O município de Soledade está preparado com bancos de sementes para o plantio, logo na chegada das primeiras chuvas que são esperadas já nos primeiros meses do ano, para que sejam distribuídas com agricultores do município para que eles recuperem tudo o que foi perdido com as grandes secas nos últimos anos.

Soledade também está preparada com sementes de milho, milheto, feijão e sorgo que serão distribuídas com os agricultores, tão logo cheguem as chuvas suficientes para os plantios.

Quero que nossos agricultores sintam orgulho de poder recuperar sua autoestima, voltar a plantar e colher em suas terras, afirmou o prefeito de Soledade, Zé Bento.

São Vicente Agora com informações da Notícia da Paraíba

Virou moda: Estudante paulista que reside na Bahia leiloa virgindade; Veja o vídeo.

Vereador oferece R$ 35 mil para jovem que leiloou virgindade.


Um vereador de Feira de Santana, nome não revelado, ofereceu para Rebeca Bernardo Ribeiro, 18 anos de idade, residente no município de Sapeaçu, a quantia de R$ 35 mil pela sua virgindade. A notícia foi divulgada no inicio da tarde desta sexta-feira (23), durante o programa Brasil Urgente do apresentador Uziel Bueno, na rede Bandeirantes.

A garota afirmou para o apresentador Uziel Bueno que colocou a sua virgindade no leilão, para poder arrecadar uma quantia de dinheiro para poder fazer uma cirurgia na mãe, já que mesma sofre por uma doença (não especificada).

Quando Uziel conversava ao vivo com a garota perguntou quais das propostas mais chama a sua atenção. Foi quando ela contou que recebeu uma proposta de R$ 35 mil de um vereador de Feira de Santana.

LEILÃO

A estudante Rebeca Bernardo Ribeiro, de 18 anos, que ganhou fama depois de lançar na internet um vídeo colocando sua virgindade em leilão, recusou nesta quinta (22) uma proposta de R$ 7 mil para bater o martelo. Segundo ela, um empresário do ramo de informática, da cidade de Amargosa, foi até Sapeaçu, a 156 quilômetros de Salvador, para oferecer o dinheiro pessoalmente.

“Por esse valor, nem pensar. Ele disse que transferia na hora, mas já me ofereceram R$ 60 mil”, disse Rebeca. Durante o dia, ela concedeu entrevistas para rádios da região e avaliou outra proposta. “Fui convidada para fazer uma propaganda de fralda”, contou, sem especificar a marca do produto nem a relação existente entre fraldas e o leilão de sua virgindade.

De acordo com a jovem, a decisão de colocar sua primeira vez à venda foi motivada pela falta de dinheiro. Ela vive sozinha com a mãe, que já foi duas vezes vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC), a mas recente há cerca de dois meses. “Preciso pagar os remédios e a fisioterapia dela”, explica a estudante.

ENTENDA O CASO


"Oi, meu nome é Rebeca e estou aqui para leiloar minha virgindade (...) Não tenho fantasias. Quem der mais, leva... tipo assim, né. Mas é isso, galera".

As frases são o começo e o final de um vídeo de menos de um minuto publicado há uma semana no YouTube por Rebeca Bernardo Ribeiro, 18, paulista que mora em Sapeaçu, a 155 km de Salvador.
Ela admitiu à Folha ter se inspirado no recente caso da catarinense Ingrid Migliorini, 20, que levantou R$ 1,5 milhão em um leilão do tipo, promovido para um documentário australiano.

VEJA O VÍDEO


Se Ingrid disse que pretendia usar o dinheiro para financiar casas populares, Rebeca diz buscar ajuda para a mãe Divinalva, 59, que passou por um segundo AVC (acidente vascular cerebral) há dois meses "e precisa de auxílio para andar e até comer".

O pai morreu há três anos e a irmã mais velha, há um, relata. A única renda da casa com 13 galinhas e um coelho no quintal é uma pensão de um salário mínimo (R$ 622).

Por causa das gozações na cidade, com 16,5 mil habitantes, ela deixou de frequentar as aulas do ensino médio e chegou a anunciar desistência. "Houve uma repercussão muito negativa, mas eu decidi levar em frente".

Ela apresenta o amigo Matheus Souza, 18, cantor de uma dupla sertaneja em que Rebeca era backing vocal, como seu "assessor" na empreitada. É quem atende às ligações no celular, organiza entrevistas e faz a intermediação com os interessados.

"Já tivemos um lance de R$ 60 mil, de um empresário do sul do Estado", diz ele. Os lances são recebidos por e-mail e telefone, com a meta de chegar aos R$ 100 mil.

O episódio chamou a atenção da promotora Sônia Suga, da comarca local. "A posição do rapaz é criminosa. Age como se fosse um rufião, um cafetão no popular", afirma ela, apontando crimes do Código Penal.

A promotora diz que precisaria da consumação do fato para tomar alguma medida. "A menina não tem muito juízo. Ela não percebeu que virou um ponto de referência local, que pode ficar para o resto da vida."
Questionado pela reportagem, Matheus mudou de versão. "O povo que me apelidou de assessor. Eu estava só tentando ajudar como amigo."

Mas a garota diz que "ainda está analisando a situação". Dependeria de conseguir dinheiro de outra forma, a exemplo de uma doação. 

Folha

Estiagem: medo do colapso faz cidade protestar contra decisão do MP de levar água para zona rural

A decisão de fechar as comportas foi do promotor Alexandre José Irineu, que lamentou a falta de solidariedade de alguns moradores da cidade para com aqueles que vivem na zona rural, a área mais castigada pela seca. 

Aproximadamente 2 mil moradores de Bonito de Santa Fé, município do Sertão do Estado com mais de dez mil habitantes e distante 493 quilômetros de João Pessoa, fizeram uma manifestação contra a abertura das comportas dos açudes de Pereiros e Bartolomeu, que abastecem a cidade, para abastecer parte da Zona Rural do município, que sofre com a estiagem.


O medo do colapso e de que a cidade sofra racionamento seriam os motivos da manifestação, que conta com apoio da Prefeitura, Câmara dos Vereadores, a igreja e entidades representativas da sociedade. Moradores reclamam da falta d'água nas torneiras e denunciam que semana passada tiveram água somente por dois dias. 

A decisão de fechar as comportas foi do promotor Alexandre José Irineu, que lamentou a falta de solidariedade de alguns moradores da cidade para com aqueles que vivem na zona rural, a área mais castigada pela seca.

"Quem mora na parte que fica abaixo das represas, está sofrendo sem água, principalmente os pequenos sitiantes que estão perdendo os seus rebanhos. Diante da necessidade tive que fazer alguma coisa para ajudar essas pessoas", declarou o promotor.

De acordo com Alexandre Irineu, cerca de 100 famílias estão sofrendo sem água. Ele enfatizou que a abertura das comportas possibilita a chegada de água nos rios Piranhas e Pereiras e as localidades banhadas, principalmente pequenos sítios, terão o produto para consumo humano e para os animais.

Ele acredita que a abertura não trará prejuízos para os moradores da zona urbana porque os dois mananciais ainda estão com quase 60 por cento da capacidade de armazenamento e as comportas estarão abertas por pouco tempo. "Devemos estar fechando-as ainda hoje".

Ele disse, ainda, que a falta dágua nas torneiras da cidade não é causada pela abertura das comportas.

O diretor de Acompanhamento e Controle da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Porfírio Catão Cartaxo Loureiro, informou que não foi informado sobre a abertura das comportas dos açudes que abastecem Bonito de Santa Fé e que somente a Aesa poderia ter feito a intervenção.

"Não há autorização para isso, por isso enviamos um técnico para o local para saber o que está acontecendo e estamos aguardando que nos chegue as informações para poder tomarmos alguma providência", disse.

Posição da Cagepa

A assessoria de comunicação da Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa) informou que o abastecimento de água no município de Bonito de Santa Fé está regularizado. A assessoria explicou que, na semana passada, o órgão teve uma falha no equipamento que prejudicou o abastecimento, mas a situação já foi normalizada.

Portal Correio

Motorista morre após batida envolvendo três caminhões, quando seguia para Sousa



Acidente aconteceu na madrugada da terça-feira (27), na BR-116. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo trafegava estava na contramão.

Um motorista de 22 anos, identificado como Luan de Oliveira Maia Neto, morreu durante um grave acidente, no KM 360 da BR 116, próximo a cidade de Icó/CE, na madrugada desta terça-feira (27).  De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente envolveu três caminhões de grande porte, sendo dois da Empresa Pau Brasil Distribuidora de Bebidas.


O acidente ocorreu quando um caminhão baú, que trafegava em sentido oposto, invadiu a contramão da pista e colidiu com as duas carretas da Empresa Pau Brasil carregadas de refrigerante, que seguiam de Fortaleza com destino a cidade de Sousa, no sertão do Estado. O caminhão baú se descontrolou e caiu em um barranco a uma altura de 10 metros.


O corpo de Luan, que estava debaixo do caminhão baú, só foi encontrado quando um guincho desvirou a carreta e foi foi levado ao IML de Iguatu para necropsia. Bombeiros estiveram no local para a averiguação de mais vítimas presas às ferragens, mas nenhuma foi encontrada.

Luan José Aragão e César, que conduziam as carretas da empresa Pau Brasil, não sofreram ferimentos.

Mais FM

Sem transição, prefeitos temem assumir dívidas e salários atrasados pelos atuais gestores

O presidente do TCE-PB, conselheiro Fernando Catão, argumentou que o órgão não obriga nenhum gestor a deixa dinheiro em caixa, mas dispõe de uma série de resoluções que impõe a desaprovação das contas.


Apesar da recomendação expressa do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), os atuais prefeitos não estão facilitando o processo de transição para os prefeitos eleitos. Boa parte deles deve encontrar as prefeituras com salários atrasados e, em alguns casos, sem o pagamento do 13º aos servidores.

Ao apresentar a Cartilha e Resoluções sobre a Transição, a chefe do Departamento de Auditoria e de Atos Pessoais do TCE-PB, Luiza de Miranda, recomendou aos gestores que ao assumirem os cargos comuniquem, por ofício, todas as dificuldades criadas por seus antecessores.

Ela disse que a comunicação tem que ser por ofício e tem que detalhar se o novo gestor está encontrando a prefeitura com os salários dias, os meses que o atual prefeito entregou sem pagar e a situação do caixa. "Os senhores têm que informar se há ou não dinheiro em caixa para honrar esses compromissos", avisou.

O presidente do TCE-PB, conselheiro Fernando Catão, argumentou que o órgão não obriga nenhum gestor a deixa dinheiro em caixa, mas dispõe de uma série de resoluções que impõe a desaprovação das contas quando da análise pela Corte.

A situação é complicada quando o gestor assumirá a Prefeitura de um oposicionista. É o caso de Jacaraú (no Litoral Norte do Estado). O prefeito eleito João Ribeiro Filho não acredita que a prefeita atual, Maria Cristina, lhe entregue a administração com os salários dias. A transição é apenas pro-forma, segundo ele. "Estamos com grandes dificuldades de informações. Pedi a transição há mais de dez dias e não recebemos nenhuma resposta, disse.

A prefeita de Desterro, Rosangela Leite, também diz que encontra resistência em obter informações do atual gestor, Dilson de Almeida. "Já fiz solicitação através de diversos ofícios. Vou procurar o secretário de Administração do município e renovar o pedido. Para complicar, a situação é caótica na zona rural do município, que está sendo abastecida por carros pipas do Exército, mas recebemos uma informação de que os convênios haviam sido suspensos", preocupa-se.

O processo de transição também foi dificultado no município de Coremas. O prefeito eleito Antônio Lopes afirmou que o atual gestor, Edilson Pereira, não respondeu aos seus pedidos. "Mandei comunicado até por AR, que foi devolvida pelos Correios", disse.

Ele disse que já foi informado que os professores dos municípios devem requerer da Justiça o bloqueio das contas, para assegurar o pagamento de dezembro. Também não há qualquer previsão de pagamento do décimo terceiro salário.

Em Catolé do Rocha, a preocupação do prefeito eleito, Leomar Maia, é com as dívidas de obrigações sociais. O atual prefeito, Edvaldo Couto, foi seu sucessor. Recebeu uma folha de pessoal de R$ 600 mil e com o pagamento do INSS em dia. Hoje, afirma Leomar, a folha de pessoal é de R$ 1,5 milhão e o prefeito atual acumula uma dívida de R$ 400 mil em obrigações sociais. Ainda segundo o prefeito, a dívida do INSS chega a R$ 20 milhões e ele deve assumir o município com pelo menos dois meses de atraso.

Mesmo no caso de gestores que não tiveram problemas com os atuais prefeitos, a situação financeira dos municípios preocupa. A deputada estadual Francisca Motta receberá a gestão das mãos de Nabo Wanderley, que lhe apoiou na eleição como prefeita de Patos. "Todo gestor tem que assumir pensando em reduzir os gastos. Fevereiro é apontado como o pior ano de 2013. Por isso, teremos que logo no início fazer ajustes nos quadros, inclusive de temporários", confirma.

Os prefeitos participam, nesta terça-feira, durante todo o dia, no TCE-PB, de um encontro sobre transição. As exposições versam sobre temas que interessam diretamente às futuras prestações de contas, como os convênios federais, as dívida com precatórios e os encargos sociais. 

Ascom

26 de nov de 2012

Programa A Sua Verdade: Entrevista com Luzia Helena

Pedra Lavrada(PB): O Programa 'A Sua Verdade', levado ao ar pela Rádio Boa Esperança FM, todos os domingos  das 11 as 13 horas, recebeu a Diretora da Escola Estadual Graciliano Fontini Lordão, Luzia  Helena Vasconcelos Dantas. Roberto Solon e Santiago Vasconcelos abordaram temas como funcionários, resultados no ENEM, dificuldades na administração, os pontos fortes da escola entre outros temas. 

Ouça o áudio:


Zagueiro do Vasco é internado após espremer espinha e ter infecção


O zagueiro Dedé, do Vasco, está se recuperando de uma lesão na perna esquerda mas foi por outro motivo que ele dormiu no hospital de Volta Redonda, sua cidade natal, na noite deste domingo.

Dedé em treino do Vasco

O jogador que constantemente é chamado para a seleção brasileira espremeu uma espinha no lábio e acabou contraindo uma infecção na região. Sentindo dores, ele foi internado com a inflamação.


"Graças a Deus, estou melhorando", escreveu o zagueiro vascaíno em sua conta no Twitter, nesta segunda-feira.

O problema não preocupa e, na terça-feira, Dedé voltará para casa. O zagueiro está sem jogar há mais de um mês, devido a uma pequena fratura na perna esquerda. No entanto, seu retorno não deve demorar.

Na última sexta-feira, o clube informou que o edema na perna dele já reduziu em 80%. O atleta também falou que não sente mais dores na perna. Com isso, Dedé deve participar normalmente da pré-temporada vascaína, que começa no dia 4 de janeiro. Mesmo parado, o jogador vem despertando o interesse de times do exterior. O Zenit, da Rússia, é um deles.

UOL

Pré-escola na Suécia estimula igualdade de gênero


ESTOCOLMO - Numa pré-escola de Estocolmo, os professores evitam usar os pronomes "ele" e "ela". Em vez disso, chamam seus 115 aluninhos de "amigos". O uso dos pronomes masculinos ou femininos é tabu. Eles são substituídos pelo pronome "hen", palavra sem gênero que a maioria dos suecos evita, mas que é usada em alguns círculos gays e feministas.

A biblioteca da escola tem poucos contos de fada clássicos, como "Cinderela" ou "Branca de Neve", com seus estereótipos masculinos e femininos. Mas há muitas histórias sobre pais solteiros, crianças adotadas ou casais do mesmo sexo.

As meninas não são incentivadas a brincar com cozinhas de brinquedo, e os blocos de montar não são vistos como brinquedos para meninos. Os professores são orientados a tratar os meninos, quando eles se machucam, com o mesmo carinho que dariam às meninas. Lá, todo mundo pode brincar com bonecas.

A Suécia é famosa por sua mentalidade igualitária. Mas essa pré-escola financiada pelos contribuintes, conhecida como a Nicolaigarden -o nome vem do santo cuja capela ficava no prédio que hoje é da escola-, talvez seja um dos exemplos mais contundentes dos esforços do país para apagar as divisões entre os gêneros.

Malin Engleson, funcionária de uma galeria de arte, estava buscando sua filha na escola e comentou que as crianças são ensinadas ali "que meninas podem chorar, mas meninos também podem". "Foi por isso que escolhemos essa escola", prosseguiu. O modelo vem sendo tão bem sucedido que, dois anos atrás, três professores da Nicolaigarden abriram uma escola distinta nos mesmos moldes, que agora tem quase 40 alunos. Chamada Egalia, para sugerir igualdade, a nova escola fica no bairro de Sodermalm.

O que hoje desperta o entusiasmo dos professores começou com um empurrãozinho dos legisladores suecos, que em 1998 aprovaram uma lei exigindo que as escolas garantissem oportunidades iguais para meninos e meninas.

Uma crítica persistente do modelo vem sendo a matemática Tanja Bergkvist, da Universidade Uppsala, cujo blog lança ataques frequentes à "insensatez de gênero" na Suécia. Num artigo escrito para o jornal "Svenska Dagbladet", ela questionou se as crianças não estariam "recebendo uma lavagem cerebral já aos três meses de idade". Em passeios da escola, indagou ironicamente, "o que os professores fazem quando uma menina vai colher flores enquanto um garoto coleciona pedras?".

Para Carl-Johan Norrman, 36, que trabalha na Nicolaigarden há 18 meses, essas críticas "partem da ideia equivocada de que queremos converter menininhos em menininhas".

O governo de Estocolmo é a favor da política de gênero. "O importante é que as crianças tenham as mesmas oportunidades, independentemente de seu sexo", explicou Lotta Edholm, vice-prefeita responsável pelas escolas. "É uma questão de liberdade."

Para ela, os pais sempre terão um papel maior do que a escola ou a creche no desenvolvimento de seus filhos. "A pré-escola ocupa as crianças algumas horas por dia", disse ela. "As crianças tendem a adotar os valores dos pais."


JOHN TAGLIABUE
DO "NEW YORK TIMES"

ATENÇÃO: Despejo de notas falsas no Curimataú


Agricultor vende moto a desconhecido e recebe como pagamento R$3.700,00 em notas falsas na cidade de Baraúna/PB


Por volta das 10hs deste domingo,25/11, o senhor Evangelista, mas conhecido por Nininho Venâncio, agricultor de 73 anos, da cidade de Baraúna se dirigiu a feira em sua motocicleta, HONDA TITAN 125 cc, de cor vermelha 2002, após um tempo chegou um senhor por volta dos seus 50 anos de bigode grisalho, com aproximadamente 1,70m a 1,75m, camisa azul clara e boné azul questionando se o mesmo venderia a moto, surpreso pela pergunta seu Nininho informou que se alguém pagasse R$3.700(três mil e setecentos reais) por ela a venderia na hora.



O senhor estranho disse que pagaria esse valor pela moto mas gostaria de verificar os documentos da mesmo, então seu Nininho levou o estranho a sua casa  e mostrou o documento, após conferir que a moto estava em ordem o estranho foi embora informando que iria na cidade buscar o restante do dinheiro para efetuar o pagamento, após uma hora o estranho voltou com R$3.700,00 em notas de R$100, e de R$50,00 e com isso o seu Nininho entregou a sua moto e todos os documentos referente a mesma.


Após o estranho ir embora seu Nininho ao conferir o dinheiro teve uma surpresa desagradável de que TODAS as notas eram FALSAS, tentou ir atrás do acusado mas não o encontrou e pediu apoio a guarnição da Polícia Militar da cidade de Baraúna que realizou rondas na localidade afim de encontrar o acusado mais até o momento ninguém foi preso.
Seu Nininho foi encaminhado a Delegacia Regional de Picuí afim de registrar o fato e entregar as notas falsas, já que portar, guardar ou repassar notas falsas é crime cabível de cadeia.


Curiosidades das notas falsas apreendidas.

Para imitar a faixa holográfica das notas originais o falsário utilizou de glitter e por cima afixou uma fita transparente afim de enganar algum leigo principalmente que morasse na zona rural porque a falsificação apesar de ser uma xerox muito bem feita, mostra evidências claras de que são falsas, pelo tipo de papel muito liso, sem a presença de marca d'água, os números de séries de grande parte das notas de R$100,00 era a mesma numeração, e das de R$50,00, eram apenas duas numeração.



www.setimaregional.com.br