26 de nov. de 2012

Arrombamento próximo a ponte de Picuí leva a polícia a prender duas pessoas com passado de estupro


No início da noite deste domingo, 25 de novembro, populares ligaram para 7ª Delegacia Regional de Polícia denunciando de que um individuo havia acabado de arrombar o quiosque , do sr Dadá, localizado próximo a ponte de Picuí, de imediato foi acionado a Guarnição do Sargento PM Sodré e o Soldado PM Josuel  que prontamente se dirigiram ao local e ao perceber a chegada da polícia o individuo saiu correndo pulando um morro de mais de três metros com duas garrafas de cachaça na mão, vindo a destruir as garrafas na queda e empreendeu fuga por todo o bairro Limeira, com a ajuda de populares que estavam em motos acompanhando toda a movimentação e indicando aos dois policiais a direção que o bandido estava seguindo, após o mesmo ter pulado dentro de um esgoto o policial Josuel afim de que o bandido não fugisse não pensou duas vezes e pulou logo atrás vindo a obter êxito na sua prisão.

Chegando a Delegacia Regional ambos os policiais sujos devido as peripécias do bandido, ninguém o reconheceu como sendo de Picuí, após verificar o seu nome foi constatado que o mesmo respondeu por dois processos na cidade de Caicó. Um por Tráfico de Drogas em Fevereiro deste ano  e outro por Estupro no mês de agosto, do qual o mesmo foi alvejado por um disparo de arma de fogo pelo marido da vítima na época do fato, se tratando de JÚLIO CESAR DA SILVA, mas conhecido por DUVICA, COM 19 ANOS, NASCIDO AOS 09/06/1993, NATURAL DE CAICÓ/RN, o qual vive a quatro anos com uma prima dos famosos André Zila e João de Zila.


Segundo Júlio ou Duvica ele está morando na cidade de Picuí a aproximadamente 30 dias no bairro Limeira, abusando da boa vontade dos cidadãos pedindo de porta em porta utilizando de cartões contendo mensagens de pessoas doentes.
Foto da prisão dele em
Agosto de 2012 em Caicó/RN

Júlio Cesar já encontrasse preso na cadeia Pública de Picuí por Roubo e Arrombamento.

setimaregional.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.