21 de jan de 2013

Grávida de 8 meses tem parada respiratória e morre; bebê sobrevive

De acordo com a Maternidade Cândida Vargas, o recém-nascido está internado na Unidade de Terapita Intensiva (UTI) em estado grave.


Uma grávida de 31 anos morreu após ter uma parada cardiorrespiratória na comunidade mussumago, no bairro Valentina Figueiredo, em João Pessoa, na madrugada desta segunda-feira (21). Os médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), que atenderam a mulher realizaram uma cirurgia de emergência e conseguiram salvar o bebê de 8 meses. A jovem era uma paciente cardiopata.

De acordo com o Samu, por volta das 02h30, familiares ligaram para 192 informando que a grávida estava com problemas respiratórios. Os atendentes do serviço de saúde prestaram os primeiros socorros por telefone, porém os parentes disseram que a mulher não reagia.

Uma unidade de suporte avançado foi encaminhada para o local, mas quando os médicos chegaram à residência da grávida, ela já estava em óbito. “Quando a gente chegou ao local, a mãe já estava sem vida e o bebê não apresentava sinais vitais”, comentou um dos funcionários do Samu.

A médica do Samu, Ana Claudia, realizou uma cirurgia de emergência na porta da casa da mulher, na tentativa de salvar a criança do sexo masculino na barriga da mãe. Após a reanimação com aparelho, o bebê reagiu, foi retirado e seu quadro de saúde estabilizou. O bebê foi socorrido às pressas para a Maternidade Cândida Vargas, na Capital.

 De acordo com a casa de saúde, o recém-nascido está internado na Unidade de Terapita Intensiva (UTI) em estado grave.

Portal Correio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.