2 de fev de 2013

Hilário: Cássio diz que por Aécio, decide abdicar de cargo de projeção nacional

Em contrapartida, ficou garantido a ele segundo posto mais importante do PSDB no Senado


Afirmando que age em nome do fortalecimento do nome do senador Aécio Neves (MG) para comandar o processo interno no PSDB de discussão sobre a candidatura presidencial em 2014, o senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB) tomou uma posição nesta sexta-feira (01) que, mesmo sacrificando seu futuro político no âmbito nacional, tem como foco a busca pela união da legenda.

Cássio, que já havia sido escolhido em reunião preliminar para ser o líder dos tucanos no Senado, decidiu abdicar da preferência e indica o colega de partido, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), ligado politicamente ao ex-governador José Serra, como o novo líder do partido no Senado Federal.

O ex-governador paraibano informou ainda que ficou decidido que dentro do sistema de rodízio adotado pelo PSDB, ele passará a ser o novo vice-líder da legenda no Senado e Aloysio Nunes Ferreira, que atualmente ocupa esta função foi escolhido como o novo líder, em substituição ao senador Álvaro Dias (PR), “que teve uma destacada atuação no comando da bancada tucana”, afirmou.

MaisPB

Com assessoria do PSDB

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.