28 de fev. de 2013

Pesquisa realizada pelo IPEA aponta que nordestino é o povo mais feliz do Brasil


A felicidade do nordestino se destacou em uma pesquisa internacional. Entre 147 países estudados, o Brasil ficou em 16º lugar. Entre as cinco regiões, o Nordeste foi a de maior pontuação em uma escala de zero a dez – 7,8.

Os moradores do Sudeste são os que se consideram menos felizes – 6,68. O levantamento apontou também que quem ganha acima de dez salários mínimos se julga mais feliz (8,36) do que as pessoas que vivem com um salário mínimo (6,53).

RANKING DAS REGIÕES

1º – Nordeste 2º – Centro-Oeste 3º – Sul 4º – Norte 5º – Sudeste

Se o Nordeste fosse um país, estaria classificado na pesquisa em 9º no ranking global da felicidade, entre dois dos países mais desenvolvidos do mundo: a Finlândia e a Bélgica. A pesquisa constata que quem tem mais dinheiro se considera mais feliz. Contudo, no nosso caso, revelou também que riqueza não é o único fator de felicidade.

Com ou sem dinheiro, o nordestino tem uma característica peculiar: o bom humor. “É essa ideia, basicamente, de não levar as coisas tão a sério. Acho que é uma linguagem universal, todo mundo tem que muito a aprender com isso”, diz o professor universitário Márcio Acserlrad.


G1

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.