8 de fev de 2013

RECOMENDAMOS A LEITURA: PREFEITO INTELIGENTE É O QUE USA BOM SENSO

O VOZDEPEDRA.COM recomenda a leitura desse artigo escrito por Adamastor Chaves, da cidade de Sossego-PB, pulicado no blog sossegonews.
Boa leitura!

A presidente Dilma Rousseff idealizou um encontro com todos os prefeitos brasileiros, em Brasília, para mais uma vez cumprimentá-los, desejar boa sorte administrativa no ano que se inicia, mas prudência nos atos. E pronto!

Na ânsia de falar com a presidente, apertar s sua mão, sair na foto oficial, centenas de prefeitos pegaram o primeiro avião, desceram na capital Federal e correram para o Palácio do Planalto, local previamente determinado.

E lá a coisa funcionou de maneira alegre, embora o brasileiro ainda esteja triste com a tragédia na Boate Kiss. A chefe da Nação recebeu todos com carinho, otimismo e muitas promessas para as administrações municipais.

Ficou nisso. Investimento que é bom, só deve ser conseguido através de representantes no Congresso Nacional. Da presidente apenas o pedido – para o bom entendedor, uma ordem – em melhor fiscalização nas casas de shows.
Inteligentes foram os chefes executivos municipais que decidiram ir à Brasília depois desse “furdunço”. Mais tranqüilos, e facilidades de encontros com seus representantes na Câmara Federal e Senado, podem tirar melhor proveito.

E entre esses vai estar o Prefeito de Sossego, na Paraíba, Carlos Antonio Alves da Silva, o Carlinhos, que justificou sua ausência nesse dia de abraços e aperto de mãos com a presidente Dilma. Carlinhos usou a inteligência. Evitou gastar dinheiro em vão com passagem e estadia. A presidente não custeou nada.

E Carlinhos acertou em cheio. Ir ao encontro apenas para fazer números, não faz parte de seu interesse administrativo pela sua cidade. “Com poucos prefeitos procurando seus representantes fica muito mais fácil conseguir investimentos”, disse o prefeito.

“Deixa passar a euforia dos novos prefeitos em abraçar e conviver com a presidente por alguns minutos, que irei a Brasília em busca de investimento. Tenho agendadas algumas audiências e no dia certo estarei na Capital Federal reivindicando juntos aos deputados e senadores”, afirmou.

Carlinhos usou a inteligência, e com toda razão. Para quê integrar uma legião de novos prefeitos, se hoje tem conhecimento da mecânica empregada no Congresso Nacional para se conseguir benefícios. Ser inteligente é bastante pensar antes de agir.

Isso, senhor prefeito. Os quatro anos iniciais de sua vida pública foram suficientes para adquirir experiência necessária, não se envolver em fantasias administrativa, nem ir de encontro ao nada. Na sua próxima viagem saberá caminhar com êxito pelos corredores e gabinetes  do Congresso Nacional.
Um executivo ir à Brasília não é simplesmente passeio. É trabalho. É o dinheiro do povo sendo investido no seu deslocamento. Para tanto, necessário se faz usar o bom senso, a inteligência e os conhecimentos adquiridos, para ter êxito nos seus objetivos.

Adamastor Chaves

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.