30 de jun de 2013

"Dilma é a primeira líder mundial a ouvir as ruas"

Maior especialista contemporâneo em movimentos sociais nascidos na internet, o sociólogo espanhol diz que a condução da crise no Brasil mostra que há esperanças de se reconectar instituições e cidadãos

O sociólogo espanhol Manuel Castells, 68 anos, estava no Brasil participando de uma série de conferências quando os protestos pela redução das tarifas de ônibus começaram, ainda tímidos, em São Paulo. Um dos maiores especialistas da atualidade em movimentos sociais na era da internet, nem ele podia imaginar que o País todo seria tomado por uma onda de passeatas que se transformaria na mais importante manifestação política da sociedade brasileira em 20 anos. “Se querem mudanças, não bastam somente as críticas na internet. É preciso tornar-se visível, desafiar a ordem estabelecida e forçar um diálogo”, afirma o sociólogo. Castells analisou outros movimentos semelhantes, como a Primavera Árabe, o Occupy, nos Estados Unidos, os Indignados, na Espanha, e agora também acompanha a defesa da Praça Taksim, na Turquia. Com extenso e respeitado trabalho sobre o papel das novas tecnologias de informação e comunicação, o sociólogo diz que a grande força desses movimentos é a ausência de líderes e enxerga um esgotamento do modelo atual de representatividade. Autor de 23 livros, ele lança em breve “Redes de Indignação e Esperança – Movimentos Sociais na Era da Internet” (Zahar Editora). Castells foi professor da Universiade de Berkeley, na Califórnia, por 24 anos. Atualmente, vive em Barcelona, na Espanha, de onde falou à ISTOÉ por e-mail, e é professor da Universidade Aberta da Catalunha e da Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles, nos Estados Unidos.


“As críticas de José Serra (às iniciativas de Dilma) são típicas da incompreensão dos políticos sobre o direito das pessoas de decidir”

Veja a entrevista:
ISTOÉ -
O sr. estava no Brasil quando ocorreram os primeiros protestos em São Paulo. Podia imaginar que eles tomariam essa proporção?
MANUEL CASTELLS -
Ninguém podia. Mas o que eu imaginava, e pesquisei durante vários anos, é que a crise de legitimidade política e a capacidade de se comunicar através da internet e de dispositivos móveis levam à possibilidade de que surjam movimentos sociais espontâneos a qualquer momento e em qualquer lugar. Porque razões para indignação existem em todos os lugares.
ISTOÉ -
O Brasil reduziu muito a desigualdade social nos últimos anos e tem pleno emprego. Como explicar tamanho descontentamento?
MANUEL CASTELLS -
A juventude em São Paulo foi explícita: “Não é só sobre centavos, é sobre os nossos direitos.” É um grito de “basta!” contra a corrupção, arrogância, e às vezes a brutalidade dos políticos e sua polícia.
ISTOÉ -
Faz sentido continuar nas ruas se os problemas da saúde e da educação não podem ser resolvidos rapidamente, como o das passagens de ônibus?
MANUEL CASTELLS -
Em primeiro lugar, o movimento quer transporte gratuito, pois afirma que o direito à mobilidade é um direito universal. Os problemas de transporte que tornam a vida nas cidades uma desgraça são consequência da especulação imobiliária, que constrói o município irracionalmente, e de planejamento local ruim, por causa da subserviência dos prefeitos e suas equipes aos interesses do mercado imobiliário, não dos cidadãos. Além disso, por causa da mobilização, a presidenta Dilma Rousseff também está propondo novos investimentos em saúde e educação. Como leva muito tempo para obter resultados, é hora de começar rapidamente.
ISTOÉ -
A presidenta Dilma agiu corretamente ao falar na tevê à nação, convocar reuniões com governadores, prefeitos e manifestantes para propor um pacto?
MANUEL CASTELLS -
Com certeza, ela é a primeira líder mundial que presta atenção, que ouve as demandas de pessoas nas ruas. Ela mostrou que é uma verdadeira democrata, mas ela está sendo esfaqueada pelas costas por políticos tradicionais. As declarações de José Serra (o ex-governador tucano criticou as iniciativas anunciadas pela presidenta) são típicas de falta de prestação de contas dos políticos e da incompreensão deles sobre o direito das pessoas de decidir. Os cargos políticos não são de propriedade de políticos. Eles são pagos pelos cidadãos que os elegem. E os cidadãos vão se lembrar de quem disse o quê nesta crise quando a eleição chegar.
ISTOÉ -
Como comparar o movimento brasileiro com os que ocorreram no resto do mundo?
MANUEL CASTELLS -
Houve milhões de pessoas protestando dessa forma durante semanas e meses em países de todo o mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, mais de mil cidades foram ocupadas entre setembro de 2011 e março de 2012. A diferença no Brasil é que uma presidenta democrática como Dilma Rousseff e um punhado de políticos verdadeiramente democráticos, como Marina Silva, estão aceitando o direito dos cidadãos de se expressar fora dos canais burocráticos controlados. Esse é o verdadeiro significado do movimento brasileiro: ele mostra que ainda há esperança de se reconectar instituições e cidadãos, se houver boa vontade de ambos os lados.
ISTOÉ -
O que é determinante para o sucesso desses movimentos convocados pela internet?
MANUEL CASTELLS -
Que as demandas ressoem para um grande número de pessoas, que não haja políticos envolvidos e que não haja líderes manipulando. Pessoas que se sentem fortes apoiam umas às outras como redes de indivíduos, não como massas que seguem qualquer bandeira. Cada um é seu próprio movimento. A brutalidade policial também ajuda a espalhar o movimento através de imagens na internet difundidas por telefones celulares.
ISTOÉ -
Por que tantos protestos acabam em saques e depredações? Como evitar que marginais se aproveitem do movimento?
MANUEL CASTELLS -
Há violência e vandalismo na sociedade. É impossível preveni-los, embora os movimentos em toda parte tentem controlá-los porque eles sabem que a violência é a força mais destrutiva de um movimento social. Às vezes, em alguns países, provocadores apoiados pela polícia criam a violência para deslegitimar o movimento.
ISTOÉ -
Como a polícia deve agir?
MANUEL CASTELLS -
Intervir de forma seletiva, com cuidado, profissionalmente, apenas contra os provocadores e os grupos violentos. Nunca, nunca disparar armas letais, e se conter para não bater indiscriminadamente em manifestantes pacíficos. A polícia é uma das razões pelas quais as pessoas protestam.
ISTOÉ -
A ausência de líderes enfraquece o movimento?
MANUEL CASTELLS -
Pelo contrário, este é o vigor do movimento. Todo mundo é o seu próprio líder.
 
ISTOÉ -
Mas isso não inviabiliza a negociação com a elite política?
MANUEL CASTELLS -
Não, a prova disso é que a presidenta Dilma Rousseff se reuniu com alguns representantes do movimento.
ISTOÉ -
Qual é a grande força e a grande fraqueza desses movimentos?
MANUEL CASTELLS -
A grande força é que eles são espontâneos, livres, festivos, é uma celebração da liberdade. A fraqueza não é deles, a fraqueza são a estupidez e a arrogância da classe política que é insensível às demandas autônomas de cidadãos.
ISTOÉ -
No Brasil, partidos políticos foram banidos das manifestações e há quem enxergue nisso o perigo de um golpe. Faz sentido essa preocupação?
MANUEL CASTELLS -
Não há perigo de um golpe de Estado. Os corruptos e antidemocráticos já estão no poder: eles são a classe política.
ISTOÉ -
Como resolver a crise de representatividade da classe política?
MANUEL CASTELLS -
Com reforma política, com uma Assembleia Constituinte e um referendo. A presidenta Dilma Rousseff está absolutamente certa, mas, nesse sentido, ela será destruída por sua própria base.
ISTOÉ -
Essas manifestações articuladas através das redes sociais demandam uma nova forma de participação dos cidadãos nos processos de decisão do Estado? Qual?
MANUEL CASTELLS -
Sim, esta é a nova forma de participação política emergente em toda parte. Analisei este mundo em meu livro mais recente.

ISTOÉ -
O que há em comum entre os movimentos sociais contemporâneos?
MANUEL CASTELLS -
Redes na internet, presença no espaço urbano, ausência de liderança, autonomia, ausência de temor, além de abrangência de toda a sociedade e não apenas um grupo. Em grande parte os movimentos são liderados pela juventude e estão à procura de uma nova democracia.
ISTOÉ -
O movimento Occupy, nos EUA, foi derrotado pela chegada do inverno. Que legado deixou?
MANUEL CASTELLS -
Deixou novos valores, uma nova consciência para a maioria dos americanos.
ISTOÉ -
Os Indignados espanhóis conseguiram alguma vitória?
MANUEL CASTELLS -
Muitas vitórias, especialmente em matéria de direito de hipoteca e despejos de habitação e uma nova compreensão completa da democracia na maioria da população.
ISTOÉ -
Que paralelos o sr. vê entre o movimento turco e o brasileiro?
MANUEL CASTELLS -
São muito similares. São igualmente poderosos, mas a Turquia tem um primeiro-ministro fundamentalista islâmico semifascista e o Brasil, uma presidenta verdadeiramente democrática. Isso faz toda a diferença.
ISTOÉ -
Acredita que essa onda de protestos se espalhará para outros países da América Latina?
MANUEL CASTELLS -
Há um movimento estudantil forte no Chile, e embriões surgindo na Colômbia, no México e no Uruguai.
ISTOÉ -
Países que controlam a internet, como a China, estão livres dessas manifestações?
MANUEL CASTELLS -
Não, isso é um erro da imprensa ocidental. Há muitas manifestações na China, também organizadas na internet, como a da cidade de Guangzhou (no sul do país), em janeiro passado, pela liberdade de imprensa (o editorial de um jornal foi censurado e isso motivou as primeiras manifestações pela liberdade de expressão na China em décadas. Pelo menos 12 pessoas foram detidas, acusadas de subversão).
ISTOÉ -
Como o sr. vê o futuro?
MANUEL CASTELLS -
Eu não gosto de falar sobre o futuro, mas acredito que ele será mais brilhante agora porque as sociedades estão despertando através desses movimentos sociais em rede.

Isto É

Juíza do caso Telexfree está sendo ameaçada

Polícia Civil está investigando e MP repudia atos 'covardes e criminosos'.

Magistrada garante que intimidações não mudarão sua forma de atuar.

Representantes do Ministério Público do Estado do Acre (MP/AC) e da Polícia Civil, em entrevista coletiva realizada no Núcleo de Apoio Técnico do MP, na tarde desta sexta-feira (28), informaram que a juíza Thaís Borges, da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco está sendo, possivelmente, ameaçada de morte. 
A magistrada foi quem julgou procedente uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Acre, e suspendeu os pagamentos e a adesão de novos contratos à empresa de marketing multinível Telexfree, até o julgamento final da ação principal, sob pena de multa diária de R$ 500 mil.

Segundo os representantes, as ameaças teriam partido através de redes sociais, por telefone e via mensagens. De acordo com o delegado Nilton Boscaro, da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco), o expediente relacionado às ameaças direcionadas a juíza foi recebido na quinta-feira (27).

"Assim que recebemos, já iniciamos as investigações sobre essa possível coação em curso no processo. Temos algumas pessoas que ainda não estão identificadas e outras que usam codinomes. A investigação vai aprofundar e serão requeridas várias medidas cautelares para que possamos obter a identificação e a individualização de cada uma delas. O prazo normal do inquérito é de 30 dias, mas a polícia está empenhada 24 horas por dia, sete dias por semana no caso", afirma.

O promotor Danilo Lovisaro, membro do Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ressaltou que em casos de ameaça de morte à autoridades, a Justiça possui procedimentos padrões a serem adotados para garantir a segurança.

"Sabemos que há uma preocupação muito grande, inclusive em âmbito nacional, até regulamentada por meio de resoluções do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), onde em caso de qualquer autoridade ameaçada se adota uma rotina em que devem ser aplicados procedimentos de segurança. Além disso, a Polícia Civil já está no caso, realizando várias diligências, ouviu a magistrada e está colhendo os elementos necessários de informação", diz.
Repudiando as ameaças, que considera como 'atitude covarde e criminosa', o promotor de Justiça do MP Rodrigo Curti, declara que os órgãos da Justiça do Acre não serão intimidados por tais atos.
"A doutora Thaís sofreu e vem sofrendo ameaças de morte diretamente, por supostos divulgadores da TelexFree. Não só ela, mas membros da sua família. Uma atitude covarde, criminosa. Vamos tomar todas as providências porque a Justiça, o Ministério Público e a polícia não vão se intimidar com ameaças covardes dessa natureza, que ofendem as instituições e seus representantes", declara o promotor.
Juíza diz que ameaças não vão lhe intimidar
Procurada pelo G1, a juíza Thaís Borges confirmou ter recebido as intimidações e conta que já comunicou ao Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJ/AC) sobre os fatos. Segundo ela, as ameaças, que aconteceram no decorrer desta semana, não devem modificar sua forma de atuação profissional.
juíza Thais Borges (Foto: Veriana Ribeiro/G1)Juíza Thais Borges diz que lamenta
ameaças (Foto: Veriana Ribeiro/G1)
"Lamento profundamente que uma decisão judicial enseje uma reação dessa maneira. Mas, obviamente, isso não interfere de maneira nenhuma no meu entendimento e também não me induz a reconsiderar a decisão por esse fundamento. É claro que, se houver o fundamento jurídico, posso reconsiderar a decisão, mas por esse motivo, por essa via, é absolutamente inviável. O Tribunal de Justiça já adotou todas as providências que eram necessárias, inclusive para resguardar minha segurança e a da minha família", garante.
G1

Acidente com Van da Prefeitura de Nova Floresta deixa uma pessoa morta e vários feridos

Por voltas das 3h30 deste sábado uma van pertencente ao município de Nova Floresta que levava passageiros que fazem hemodialise para Campina Grande, tombou ao colidir com um animal na pista, o acidente ocorreu pouco depois do campo comprido no município de Cuité.

Segundo informações, o motorista e alguns passageiros sofreram pequenas escoriações e passavam bem, uma passageira chegou a óbito no local, outra  quebrou as duas pernas e um passageiro quebrou o braço, As vítimas foram encaminhadas para o Hospital do Trauma de Campina Grande e para os Hospitais Municipais de Cuité e Nova Floresta.

Uma vítima do acidente faleceu no Hospital do Trauma de Campina Grande por volta das 07h30 de hoje, a senhora era conhecida como 'Rosita' e atualmente residia na cidade de Nova Floresta, de onde saiu para fazer hemodialise.

Blog NFAGORA

Acidente deixa seis pessoas feridas e uma morta na BR-230, no Sertão do Estado

Um grave acidente de trânsito envolvendo três veículos deixou pelo menos seis pessoas feridas e uma morta na madrugada deste sábado (29), na região de Pombal, no Sertão paraibano.

O acidente aconteceu por volta das 03h30 no KM 389 da BR-230, próximo a São Bentinho, quando um veículo GM corsa Sedan dirigido por Damásio da Silva Santos (foto), 21 anos, colidiu frontalmente com um caminhão tanque Mercedes-Benz, conduzido por Raul de Sousa Ferreira, 22 anos.

Após a colisão, um terceiro veículo, um gol conduzido por Arthur Osias de Almeida, 21 anos, colidiu na traseira do corsa.

Damásio não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Raul de Sousa que conduzia o caminhão nada sofreu. Já Arthur Ozias e outras cinco pessoas foram socorridos pelo SAMU para o Hospital Regional de Pombal.

Também foram atendidos no HRP: José Noé Sousa, Catiana da Silva Sousa, Carla Daniele Silva Sousa e Isaílde da Silva Gomes. Uma sexta pessoa já havia recebido alta hospitalar e os outros ocupantes dos veículos não correm risco de morte.

A equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local para procedimentos de segurança. A Polícia Rodoviária Federal informou que ainda não é possível afirmar quem invadiu a contramão provocando o acidente, pois o trecho está em obra e não há sinalização.

Correio

IBGE: Edital de concurso com 440 vagas sairá até 30 de julho

Os interessados no concurso para efetivos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) devem intensificar os estudos. De acordo com o projeto básico enviado para as organizadoras, a Diretoria Administrativa do instituto está trabalhando para que possa lançar até 30 de julho o edital para as carreiras de técnico (300 vagas, nível médio); analista e tecnologista (60 para cada cargo, ambos de nível superior); e pesquisador (12, superior com mestrado ou doutorado).

Embora o Ministério do Planejamento tenha autorizado 440 vagas, o projeto básico estabelece que serão oferecidas 432 (300 para o nível médio e 132 para o nível superior). O Rio de Janeiro será contemplado com 138 vagas, sendo seis para técnico e 132 para os cargos de analista, tecnologista e pesquisador. As outras 294 vagas de técnico serão distribuídas por 281 municípios de 23 estados. A contratação será feita sob o regime estatutário.

A taxa de inscrição já tem valores pré-definidos: R$50 para técnico (nível médio), R$110 para analista e tecnologista (superior) e R$140 para pesquisador (superior com mestrado ou doutorado). De acordo com o cronograma do projeto básico, os interessados terão de 26 de agosto a 17 de setembro para se inscreverem.

A expectativa é de que a organizadora seja escolhida até meados de julho. Para concorrer a uma das 300 vagas de técnico em informações geográficas e estatísticas, será preciso possuir, além do nível médio, carteira de habilitação categoria “B”. A remuneração inicial é de R$3.186,10.

Para as 120 vagas de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística e tecnologistas em informações geográficas e estatísticas (60 em cada cargo), o candidato deverá ter formação superior em áreas específicas.

Para essas duas carreiras, a remuneração inicial é de R$6.728,60 (podendo chegar a R$7.085,33 com aperfeiçoamento, R$7.442,06 com mestrado e R$8.303,24 com doutorado). Já para disputar as 12 vagas de pesquisador será necessário ter mestrado ou doutorado. A remuneração inicial será de R$8.233,26 ou R$9.280,45, respectivamente.

Os candidatos serão submetidos a provas objetiva, discursiva e prática, além de análise curricular, conforme o cargo escolhido.

Correio da Paraíba

29 de jun de 2013

Destacamento de Pedra Lavrada promove palestras sobre o trabalho policial

No último dia 25, policiais militares do destacamento da cidade de Pedra Lavrada promoveram uma palestra com a finalidade de aproximar a polícia da população. O encontro foi promovido pelos soldados Lima Andrade e Frasão.

De acordo com o soldado Lima, a ideia da palestra é mostrar o trabalho que o destacamento vem realizando na cidade nos últimos meses. “Em quatro meses não ocorreu nenhum assalto na cidade de Pedra Lavrada. Foram seis armas de fogo apreendidas e cinco veículos roubados foram recuperados”, afirmou Andrade.

A palestra ainda tratou sobre a problemática do uso de drogas ilícitas e falou sobre a obrigatoriedade no uso de capacete por motociclistas. “O uso de capacetes, além de ser obrigatório pelo Código de Trânsito Brasileiro, é um objeto de segurança indispensável para o motociclista”, afirmou o Sd Frasão.

O soldado Lima Andrade ressaltou a importância do estreitamento entre a polícia militar e os cidadãos.  “O apoio da população de Pedra Lavrada é muito importante para que possamos continuar promovendo mais segurança à sociedade”, finalizou o policial.

http://www.paraibaemqap.com.br/noticia.php?id=12416

27 de jun de 2013

Encontrado desmanche de motos em Sossego/PB

Uma operação conjunta que contou com a participação de policiais da Patrulha Rural II – pertencente ao 9º Batalhão de Polícia Militar – e da 7ª Delegacia Regional de Polícia Civil apreendeu na manhã desta quarta-feira, 26, na zona rural do município de Sossego-PB, três motocicletas, além de canos de escape, carburadores, retrovisores e chaves utilizadas para desmontar veículos.

O material apreendido pelos policiais encontrava-se no Sítio Serrote, (Sossego–PB), nas dependências da residência do popular conhecido por “Berg”, acusado do cometimento de vários assaltos a motociclistas na região.

Os veículos apreendidos tratam-se das motocicletas: Honda CG 125 Titan KS, ano 2002, vermelha, placa MOP 9503; Honda CG 125 Today, ano 1989, vermelha, placa CH 500 e Honda CG 125, ano 1999, azul, placa KSJ 1002.

Setima Regional com 9ºBPM

São Vicente do Seridó: Município fará manifestação pacífica na próxima quinta feira.

SÃO VICENTE DO SERIDÓ-PB: Depois de tomar conta das principais cidades do Brasil, as manifestações populares começam a invadir as pequenas cidades pelo interior do país.
O município de São Vicente do Seridó, localizado no Curimataú da Paraíba, a 200 km da capital, irá fazer seu primeiro protesto na próxima quinta feira, dia 27 de junho, a partir das 3 horas da tarde, na PB 177, entrada para a cidade.

O movimento denominado de "#VemPraRua" está sendo idealizado por estudantes, funcionários púbicos, comerciantes, donas de casa, desportistas, agricultores, etc., e tem o intuito de mostrar a indignação com os rumos do país, da Paraíba e conseqüentemente de São Vicente do Seridó.

As reivindicações são várias, tanto a nível nacional, estadual e também municipal. Na manifestação pacífica serão cobradas das autoridade mais saúde, educação, mais segurança, emancipação de São Vicente do Seridó, regularização dos empréstimos consignados dos funcionários, piso salarial dos professores, escolas de qualidade, por um campo de futebol, pelo campus universitário em Soledade, apoio aos agricultores, Não às Drogas, repúdio as aprovações de contas irregulares, pelos direitos do servidores municipais, contra a perseguição e que haja médicos diariamente no município, dentre outras reivindicações.


O movimento se intitula apartidário e pede que as pessoas que vão à manifestação evitem usar as cores AMARELA e VERMELHA,  já que elas são usadas por partidos políticos em São Vicente do Seridó, como também bandeiras partidárias. "Não é uma manifestação da situação e muito menos da oposição, é um manifesto pacífico de pessoas que estão cansadas da mesmice e querem lutar por um país melhor, um estado melhor e também um município melhor" - disse um dos organizadores do evento.

Os organizadores entrarão em contato com a Polícia Militar através de ofício, afim de conseguirem apoio para que seja garantida a segurança. Também será contactada a imprensa paraibana, que fará a cobertura de todo o evento.

RADIALISTA SEBASTIÃO BARBOSA
COM  SÃO VICENTE AGORA

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 35 milhões no sábado

Ao todo, 182 pessoas acertaram a quina e vão receber cada uma delas mais de R$ 13 mil

Ninguém acertou os seis números do sorteio da Mega-Sena desta quarta-feira (26), que foi realizado em São Paulo. O prêmio pode chegar a R$ 35 milhões no próximo sábado (29).

Veja as dezenas sorteadas: 03 – 14 – 18 – 34 – 42 - 49

Ao todo, 182 pessoas acertaram a quina e vão receber cada uma delas R$ 13.681,20. Além delas, quase 11 mil pessoas acertaram a quadra. Nesse caso, o valor do prêmio é de R$ 326,58.

As apostas para o próximo sorteio podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) de sábado (29), em qualquer casa lotérica.

"VEM PRA RUA PEDRA LAVRADA" reúne cerca de 200 pessoas

A cidade de Pedra Lavrada, localizada no Seridó Oriental Paraibano, realizou no início da noite desta quarta-feira(26) uma passeata de protesto. A exemplo do que vem ocorrendo em todo o Brasil, a pequena cidade de apenas 7.475 habitantes saiu as ruas para levar suas reivindicações e chamar atenção para uma série de problemas no município, estado e governo federal.

Foto
A passeata teve concentração no pátio de um posto de combustíveis e, às 19h percorreu as ruas Sizenando Paulino da Paixão, Professor Francisco Ferreira, Assis Fernandes, Cordeiro de Souza e, por fim, um “abraço” na Praça Eugênio Vasconcelos.



A passeata foi organizada por jovens da cidade via Facebook e contou com a presença de mães com crianças de colo, estudantes das escolas municipais e estaduais, professores, “donas de casa”, funcionários públicos, agricultores, garimpeiros e os mais diversos extratos sociais.

Nenhum problema ocorreu durante a manifestação e a polícia militar local deu total apoio e segurança à realização do evento.

O ponto culminante do evento foi quando os manifestantes e a população presente, deram um "abraço" na Praça Eugênio Vasconcelos e cantaram os hinos do Brasil e de Pedra Lavrada com as mãos dadas. A emoção deste instante foi o momento mais marcante do evento.

O “VEM PRA RUA PEDRA LAVRADA”, adotou a música "Vem pra rua", da banda O Rappa, como lema. Veja o vídeo:
Letra: Vem pra rua

Pode vir que a festa é sua
Que o Brasil vai tá gigante
Grande como nunca se viu
Vem vamos com a gente
Vem torcer, bola pra frente
Sai de casa, vem pra rua
Pra maior arquibancada do Brasil
Ooooh
Vem pra rua
Porque a rua é a maior arquibancada do Brasil
Se essa rua fosse minha
Eu mandava ladrilhar
Tudo em verde e amarelo
Só pra ver o Brasil inteiro passar
[...]
Para  ver mais fotos, clique aqui.

Cerca de 200 pessoas foram às ruas levando as mais diferentes demandas. Observando-se os cartazes do “VEM PRA RUA PEDRA LAVRADA”, podemos destacar:

 “Pedra Lavrada: Menos enfeites, mais educação”
“O povo mudo não muda o mundo”
“Governador, cadê nossos tablets?”
“Queremos um Instituto de Previdência sério e sem desvio de recursos”
“Prefeito: Se Reilza e Rayssa recebem sem trabalhar em Pedra Lavrada, por que eu tenho de trabalhar para receber?”
“No País do futebol a bola rola e a Educação ‘sobra’. Pela valorização dos profissionais da Educação”
“Queremos a barragem de Serra Branca Urgente”
“Queremos a reabertura dos dessalinizadores das Felipe Neri (Pêlo) e José Lins do Rego”
“Mais acessibilidade para as pessoas com necessidades especiais”

Vídeo do "abraço na Praça"

"Direito para quem é de direito. Bolsa Família e moradia para realmente precisa. Avante democracia"
“Por um Brasil melhor, sem corrupção”
“ A ‘Princesa do Seridó’ pede segurança, combate à criminalidade e às drogas”
“Mais educação e menos corrupção”
“Contínuo a gritar e não me calarei”
“Quem manda no Brasil? - Dilma ou a FIFA?”
“Transposição das águas do São Francisco”
“R2 é cultura”
“Valorização dos artistas lavradenses: músicos e artesãos”
“A Educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo: Educação é tudo”
“Investimentos em saúde, educação, segurança e agilidade na construção da Barragem de Serra Branca”
“Segurança: Em nome de Jesus... Pedra Lavrada entregue à bandidagem”
“Mais moradia na Zona Rural”
“Médicos todos os dias na Zona Rural”
“Pela Valorização dos produtores culturais: Filhos de Pedra e Itacoatiara”


“Regional de Ensino, vamos trabalhar sério... Abaixo a palhaçada!”

Vozdepedra
Fotos: Facebook/Instagram/Sérgio Oliveira/

26 de jun de 2013

"O PURO": TJMG confirma: Aécio Neves é réu e será julgado por desvio de R$4,3 bilhões da saúde

Por três votos a zero, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) decidiu que o senador Aécio Neves continua réu em ação civil por improbidade administrativa movida contra ele pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Aécio é investigado pelo desvio de R$ 4,3 bilhões da área da saúde em Minas e pelo não cumprimento do piso constitucional do financiamento do sistema público de saúde no período de 2003 a 2008, período em que ele foi governador do estado. O julgamento deverá acontecer ainda esse ano. Se culpado, o senador ficará inelegível.

Desde 2003, a bancada estadual do PT denuncia essa fraude e a falta de compromisso do governo de Minas com a saúde no estado. Conseqüência disso é o caos instaurado no sistema público de saúde, situação essa que tem se agravado com a atual e grave epidemia de dengue.

Recurso

Os desembargadores Bitencourt Marcondes, Alyrio Ramos e Edgard Penna Amorim negaram o provimento ao recurso solicitado por Aécio Neves para a extinção da ação por entenderem ser legítima a ação de improbidade diante da não aplicação do mínimo constitucional de 12% da receita do Estado na área da Saúde. Segundo eles, a atitude do ex-governador atenta aos princípios da administração pública já que “a conduta esperada do agente público é oposta, no sentido de cumprir norma constitucional que visa à melhoria dos serviços de saúde universais e gratuitos, como forma de inclusão social, erradicação e prevenção de doenças”.

A alegação do réu (Aécio) é a de não ter havido qualquer transferência de recursos do estado à COPASA para investimentos em saneamento básico,  já que esse teria sido originado de recursos próprios. Os fatos apurados demonstram, no entanto, a utilização de valores provenientes de tarifas da COPASA para serem contabilizados como investimento em saúde pública, em uma clara manobra para garantir o mínimo constitucional de 12%. A pergunta é: qual foi a destinação dada aos R$4,3 bilhões então?

RADIALISTA SEBASTIÃO BARBOSA
COM REVISTA FORUM

PROPRIEDADE RURAL É LEILOADA EM NOVA PALMEIRA

A Justiça Estadual de Picuí realiza leilão presencial e eletrônico nos dias 04 e 18 de julho de 2013, às 09:30 horas, no Fórum e com lances online de qualquer lugar do país, pelo site www.leiloesjudiciais.com.br. No evento será leiloado sítio de 70 hectares com casas, armazéns, cisterna, currais, picadeiro e cocheiro, localizado em Nova Palmeira/PB. O bem pode ser arrematado com até 40% de desconto do valor da avaliação no segundo leilão.

Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.leiloesjudiciais.com.br ou então pelo 0800-534-5637.

Ulisses Póvoa
(44) 2101-9272
assessoria@leiloesdajustica.com.br

Para ofertar um lance, clique no link: http://www.leiloesjudiciais.com.br/externo/lote/detalhes/2265092

VEJAM O EDITAL DE CONVOCAÇÃO:

COMARCA DE PICUÍ–PB
2ª CARTÓRIO
EDITAL DE PRAÇA E LEILÃO E DE INTIMAÇÃO

O MM. Juiz de Direito da Vara supra, Dr. MARIO LUCIO COSTA ARAUJO, em virtude da Lei, etc.

FAZ SABER a todos quanto o presente EDITAL virem ou dele conhecimento tiverem ou a quem interessar possa, que, o Leiloeiro Oficial, Sr. Leandro Prudente Ferreira, JUCEP nº 005, levará a HASTA PÚBLICA, nas modalidades PRESENCIAL e ELETRÔNICO, no dia 04 de JULHO de 2013, às 09:30 horas, no Fórum Juiz Manoel P. Nascimento, sito à Rua Conego José de Barros, s/nº, Centro, Picuí/PB, o(s) bem(ns) penhorado(s) nos autos de CARTA PRECATÓRIA 027.2012.005.434-4 (0005434-22.2012.815.0271), na qual é Exequente UNIÃO e Executado LUIZ MEDEIROS DE ARAÚJO, Propriedade Rural Lagedo I, Zona Rural, Nova Palmeira/PB, pelo maior lance oferecido, não inferior ao valor da avaliação em primeira praça. BEM(NS): Uma propriedade rural denominada Lagedo I, com duas partes de terra com 70 hectares, limitada ao Norte com terras de Luiz Gonzaga de Azevedo, Pedro Tomaz de Medeiros e Zulmiro Tomaz de Medeiros, por estrada; ao Sul, com terras de Luiz Faustino Casado, Severino Chagas de Oliveira, por cercas; ao Nascente, com terras de Maria Alves da Silva, Francisca Cassiano dos Santos e herdeiros de Izidorio Martins de Araújo, e Josefa Cassiano da Silva, por cercas, e ao Poente, com terras de Francisco Tomaz de Medeiros. Benfeitorias: Uma casa construída de tijolos e coberta de telhas, sede da Fazenda Lajedo I; dois armazéns construídos de tijolos e coberto de telhas conjugados; uma cisterna construída de tijolos, lajes e telhas; casa construídas de tijolos e telhas para habitação de moradores; um quarto construído de tijolos e telhas destinado a depósito de agave; dois currais; um picadeiro coberto de telhas no centro; cocheira; dois currais de madeira; quatro tanques; duas casas de taipa; roçados com plantio de culturas diversas e fruteiras. Cadastrado no INCRA sob o nº 202061.013970-2. Imóvel registrado sob o nº R-5-1.892, fls. 85v, do Livro 2-K, em data de 12/01/1985. AVALIAÇÃO: R$ 157.500,00 (cento e cinquenta e sete mil e quinhentos reais), em 06 de setembro de 2006. DEPOSITÁRIO: LUIZ MEDEIROS DE ARAÚJO, Propriedade Rural Lagedo I, Zona Rural, Nova Palmeira/PB. ÔNUS: Eventuais constantes na Matrícula Imobiliária. VALOR DA DÍVIDA: R$ 2.700.338,62 (dois milhões, setecentos mil, trezentos e trinta e oito reais e sessenta e dois centavos), em 30 de janeiro de 2006. Outrossim, caso não haja licitantes na 1ª Praça, fica designado o dia 18 de JULHO de 2013, no mesmo horário e local acima descritos, para realização da 2ª Praça, caso em que o(s) bem(ns) será(ão) alienado(s) a quem mais der, não sendo aceito, entretanto, preço vil, compreendido este o valor inferior a 60% (sessenta por cento) do preço da avaliação. O ônus referente ao custo da comissão de arrematação será pago pelo arrematante ao Leiloeiro, no valor de 5% sobre o valor da arrematação, parágrafo 2º, do art. 23 da LEF, bem como pelo(s) executado(s), remitente ou adjudicante, nos casos de remição da dívida ou adjudicação, no valor de 5% (cinco por cento) sobre o valor remido/adjudicado. ADVERTÊNCIA: Quem pretender arrematar dito(s) bem(ns) deverá comparecer no local, no dia e na hora mencionados, ou ofertar lances pela Internet através do sítio www.leiloesjudiciais.com.br, devendo, para tanto, os interessados efetuar cadastramento prévio, no prazo de até 24 horas de antecedência do leilão, confirmar os lances e recolher a quantia respectiva na data designada para a realização da praça, para fins de lavratura do termo próprio. Fica(m) intimado(s) pelo presente Edital o(a)(s) Sr(a)(s). Executado(s) e seu(s) cônjuge(s) se casado(s) for(em), caso não tenha(m) sido encontrado(s) para a intimação pessoal, bem como o(s) credor(es) hipotecário(s) / fiduciário(s), acerca do Leilão designado. E, para que ninguém alegue ignorância, é expedido o presente, que será afixado no local de costume e publicado no Diário da Justiça. Caso não seja(m) localizado(s) o(s) devedor(es), fica(m) o(s) mesmo(s) desta forma intimado(s). Dados e passado nesta cidade de Picuí/PB, aos 24 de maio de 2013.


MÁRIO LÚCIO COSTA ARAÚJO

Juiz de Direito

www.leiloesjudiciais.com.br via ClickPicuí

Homem morre em acidente de moto na PB-177.

PEDRA LAVRADA-PB: Na manhã desta segunda feira 24, mais um acidente de moto com vítima fatal foi registrado na região do Curimataú paraibano.

De acordo com informações repassadas pela Delegacia Regional de Polícia Civil em Picuí-PB para o saovicenteagora.com.br a vítima foi identifica por Venilson Roque da Silva, de 37 anos, natural de Nova Palmeira.

Segundo a policia civil, a vítima estava participando de festas juninas nos municípios de São Vicente do Seridó e Cubati-PB. Quando voltava para a residência de seus pais, no Sítio Malhada da Bezerra, às margens da PB 177, município de Pedra Lavrada-PB, sofreu o acidente de moto a poucos metros da residência.

Informações colhidas dão conta que o jovem possivelmente ingeriu bebida alcoólica. O rapaz foi encontrado por volta de 5 horas da manhã desta segunda feira. O SAMU de São Vicente do Seridó foi acionado, mas a vítima já estava sem vida.

Venilson trabalhava com compra e vendas de motocicletas. Populares disseram que ele estava com cerca de 5 mil reais no bolso. O suposto dinheiro, assim como os documentos e objetos pessoais da vítima não foram encontrados.

A polícia disse à nossa reportagem que não tem informações precisas sobre a existência deste suposto dinheiro. Venilson havia chegado de São Paulo há cerca de uma semana para passar os festejos juninos com a família.

saovicenteagora.com.br

#VEMPRARUAPEDRALAVRADA! : Pedra Lavrada adere a movimento é vai para as ruas.

Pedra Lavrada – PB: O grande fenômeno que acontece em várias capitais do país começa a invadir as pequenas cidades.  Em Pedra Lavrada, usuários de uma das principais redes sociais do mundo, Facebook, já estão se mobilizando para na próxima quarta-feira, 26 de Junho, tomar as principais ruas da cidade em reivindicação por mais Saúde, Educação, Cultura, Segurança além de melhores condições de vida.

A expectativa é que além da participação dos moradores de Pedra Lavrada, a manifestação possa contar com a presença e apoio de pessoas das cidades vizinhas, a exemplo de Nova Palmeira, Picuí, São Vicente do Seridó e demais cidades.

CONCENTRAÇÃO: A PARTIR DAS 16h
SAÍDA EM PASSEATA ATÉ A PRAÇA: DEPOIS DO JOGO DO BRASIL (18h)

Assim como acontece nas manifestações em todo o Brasil, bandeiras partidárias não serão aceitas. A ideia dos membros que já confirmaram presença na manifestação, é de uma mobilização realizada para o povo sem líderes e heróis.

A manifestação com a Hashtag #VEMPRARUAPEDRALAVRADA!, acontece quarta-feira, 26 de junho ás 16horas, com saída do posto de combustível na saída para Campina Grande. O grupo vai seguir em passeata até a Praça Eugênio Vasconcelos. Os manifestantes terão que usar a cor branca simbolizando assim, o desejo de uma manifestação em paz, além de fazer seus próprios cartazes com suas reivindicações.


 #VEMPRARUAPEDRALAVRADA! O QUE TE IMPEDE DE FALAR?