18 de jul de 2013

Motorista volta ao local em que foi assaltado e atropela suspeito, que quase é linchado por populares

Tentativa de assalto foi nesta quarta, na saída de Alagoa Nova; três menores foram acusados do crime e dois foram apreendidos

Após ser assaltado por três homens armados, na saída do município de Alagoa Nova, no entroncamento entre a BR-104 e PB 097, um motorista de transporte alternativo tomou uma atitude inusitada. Ele retornou ao local do crime, que é um ponto de ônibus, e, ao reconhecer os suspeitos investiu contra o trio com o próprio veículo. Conseguiu atropelar um deles. Os três, segundo informou a polícia, são menores. Dois foram detidos.

A tentativa de assalto ocorreu na manhã desta quarta-feira (17). Um dos assaltantes teria reagido à ação do motorista, atirando em sua direção. A vítima do assalto não foi atingida pelos disparos. Ao se abaixar para se proteger dos tiros, o motorista perdeu o controle do transporte alternativo e invadiu um bar. O suspeito atropelado ainda quase foi linchado por populares.

De acordo com o delegado de Alagoa Nova, Júlio Ferreira, dois deles já estão apreendidos na delegacia da cidade. Na residência de um dos adolescentes foi encontrada uma plantação de maconha, várias peças de motocicletas desmontadas, computadores, celulares, bolsas femininas, filtro de água, vários capuzes e faca peixeiras. Os objetos foram encontrados em uma das regiões mais periféricas da cidade. A polícia procura o terceiro acusado que ainda está desaparecido.

O assalto que culminou na apreensão dos acusados foi na manhã desta quarta-feira e aconteceu quando os bandidos fingiram ser passageiros do transporte alternativo e anunciaram o assalto. Eles conseguiram levar R$ 200 do motorista, além de vários objetos dos outros passageiros. A vítima fazia a linha Lagoa Seca e Campina Grande.

Júlio Ferreira informou que os três menores costumavam assaltar neste ponto do entroncamento e o alvo principal era pessoas consideradas mais frágeis, como mulheres e motoristas de alternativos. Eles agiam entre 5h e 7h da manhã. Prestaram depoimento na manhã desta quarta sete vítimas do trio, inclusive, uma mulher que foi assaltada na última sexta-feira (12) e perdeu R$ 1,5 mil.

Portal Correio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.