15 de ago. de 2013

Açudes Boqueirão em Parelhas e Gargalheiras em Acarí estão secando.

Boqueirão de Parelhas
Com o volume das principais bacias hidrográficas na casa dos 42%, o Rio Grande do Norte terá dificuldades para levar água para consumo humano a mais de 1,2 milhão de pessoas que vivem no semiárido. O inverno de 2013 chegou ao fim no sertão há um mês e já existem municípios pedindo socorro.

É o caso de Pilões, no Alto Oeste, onde uma comissão de vereadores veio ontem a Natal conversar com a defesa civil do Estado, trazendo debaixo do braço uma mostra da água barreta servida aos moradores.

De acordo com medições mais recentes, a situação é mais grave no Seridó, onde o Itans está com menos de 20% da capacidade, a Passagem das Traíras com 10,38% e o Gargalheiras (22,62%) e o Boqueirão de Parelhas (24,76%).


Gargalheiras - Acari
O açude de Lucrécia está praticamente seco, assim como a Barragem de Pau dos Ferros, que tem capacidade para 54,7 milhões de metros cúbicos.

Em melhor situação estão as duas grandes barragens construídas na bacia Apodi/Mossoró e a Lagoa do Bom Fim, de onde é retirada água para abastecer os municípios e comunidades rurais atendidas pela adutora Monsenhor Expedito.

Imagem de Gargalheiras
O Quente da Notícia


0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.