29 de ago de 2013

GRANDE DERROTA: Gilma Germano é destituída e Nonato assume comissão provisória no PPS

Vice-prefeito vence queda de braço com Gilma; cúpula nacional torce por poucas perdas na PB

Depois de meses de 'queda de braço' entre o grupo de Nonato Bandeira e Gilma Germano pela presidência estadual do PPS, a direção nacional da sigla chegou a uma decisão: vai dissolver a direção atual – hoje sob o comando de Germano - e formar uma comissão provisória, que imediatamente será entregue nas mãos de Bandeira. A posição foi confirmada nesta quinta (29) por Wolber Júnior, delegado pela cúpula do partido para acompanhar a situação e buscar resolver os impasses.

“Infelizmente na Paraíba houve uma divisão muito radical e nós tentamos, até onde se pode, tentar, se conciliar os interesses e posicionamentos, mas não foi possível, precisando a direção nacional tomar uma posição”, afirmou Wolber, durante contato telefônico com o radiofônico Correio Debate.

De acordo com o dirigente nacional, apesar da traumática decisão, o intuito foi o de construir um consenso entre os grupos.

“Contatos com a experiência de Nonato para contornar essas divergências”, explicou Wolber.

Ainda de acordo com o dirigente, ainda hoje será dissolvido o diretório estadual da sigla e nomeada a comissão provisória, que, até agora, só tem o nome de Nonato como confirmado.

“Acreditamos que Nonato tem capacidade de mobilizar o partido e perder o menor número de quadros”, destacou Wolber.



MaisPB

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.