9 de set de 2013

Antes de cometer suicídio, homem liga para PM dizendo está sendo incomodando por "vozes".

Perturbado mentalmente, Francisco Martins de Sousa, conhecido como Chico Violeiro, de 59 anos, momentos antes de tirar a própria vida com um tiro no ouvido, ligou para o Copom da Polícia Militar de Itaporanga avisando que estava sendo incomodado por "vozes" e que iria se matar.

Por volta do meio-dia deste sábado, 7, uma guarnição da polícia dirigiu-se rapidamente até a casa do homem, que fica entre o conjunto Chagas Soares e a Vila Mocó, em Itaporanga, e o encontrou em cima da caixa d’água da casa armado com um revólver e com uma foice, conforme apurou a Folha.

Desesperados, filhos e esposa de Francisco tentavam desvanecer o homem da ideia tresloucada de se matar. Os policiais militares também tentaram convencê-lo a deixar o local e entregar a arma, e o que se ouviu foi um disparo. Mas antes de se matar, durante a conversa com os PMs, ele deixou um último  recado: disse que só entregassem o seu celular ao delegado porque havia gravações que interessariam a ele.

Francisco tirou a própria vida, deixando cinco filhos e uma família inteira desesperada. O SAMU ainda tentou socorrê-lo, mas ele morreu antes de chegar ao hospital. Segundo familiares, ele sofria de depressão. Seu corpo foi encaminhado para exame cadavérico em Patos.

Curta a página do São Vicente Agora no Facebook e fique atualizado com as notícias clicando AQUI

Folha do Vale

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.