17 de set de 2013

CUITÉ-PB: Agentes penitenciários evitam fuga em massa em cadeia pública

Orientados pelo Comandante de Policiamento da Unidade (CPU), Capitão Josimá, policiais militares lotados na radiopatrulha do 9º Batalhão de Polícia Militar frustraram, na tarde desta segunda-feira, 16, uma possível fuga coletiva dos apenados que se encontram recolhidos à cadeia pública do município de Cuité-PB.

A ação contou, também, com a participação do Sargento Albertino que, após ouvir vários barulhos vindos do interior de uma das selas solicitou o apoio da guarnição de Radiopatrulha local, composta pelos militares: Cabo Walter e pelos Soldados Aragão e Leonardo. Quando chegaram ao local os militares realizaram uma minuciosa inspeção aos cômodos da cadeia, constatando que – no interior da cela dos presos condenados – havia dois buracos na parede, que davam acesso à parte externa da unidade prisional.

Após breve diálogo com os presos, os policiais ouviram do senhor Ademar Martins de Azevedo, vulgo “Peba”, que seria ele o autor dos buracos. O mesmo também informou que a pequena barra de ferro, utilizada para cavar a parede, foi repassada pelo apenado conhecido por “Ninai”. Segundo Peba, a fuga estava prevista para ocorrer na noite desta segunda-feira, 16. Após o incidente, a direção da cadeia está providenciando a transferência do acusado para outra unidade prisional no estado da Paraíba. Os agentes também apreenderam o objeto utilizado para fazer os buracos.

O Comandante do 9º BPM, Major Afonso Antônio Galvão, concedeu entrevista coletiva logo após o incidente. “Foi uma ação exitosa dos nossos militares que culminou na frustração de um mal maior que seria a fuga de vários presos. Algo que, certamente, poderia vir a causar pânico à população de vários municípios”, pontuou.

Ascom

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.