12 de mar. de 2014

PCdoB pede suspensão de verba para o SBT por causa de Sheherazade

Partido entra com representação na Procuradoria-Geral da República contra a apresentadora e o SBT por apologia ao crime. Além de cortar repasse de publicidade enquanto durar processo, bancada defende perda da concessão caso TV seja condenada

A bancada do PCdoB na Câmara entrou com representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a apresentadora Rachel Sheherazade e o SBT por crime de apologia e incitamento ao crime, à tortura e ao linchamento. Além da abertura de inquérito, o partido quer que o governo federal corte o repasse da verba publicitária para a emissora enquanto durar o processo e, em caso de condenação, tome providência para cassar a concessão pública do Sistema Brasileiro de Televisão por inidoneidade.

A representação foi entregue ontem (11) à PGR pela líder da bancada na Câmara, Jandira Feghali (PCdoB-RJ). Caberá ao procurador-geral, Rodrigo Janot, dar andamento ou não aos pedidos. Segundo informações levantadas pelo partido, o governo federal destina mais de R$ 150 milhões por ano ao SBT em publicidade, por meio da Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

Rachel Sheherazade

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui.