30 de abr. de 2014

Gracinha: Gerente de Saúde detona secretária de Pedra Lavrada; Chama de estressada, insinua que não sabe fazer ofício, que urra e só fala besteira

O Gerente da 4ª Regional de Saúde da Paraíba, Benedito Marinho da Costa Neto em nota em resposta a Secretária de Saúde de Pedra Lavrada, com encaminhamento por e-mail aos demais secretários de saúde da região do Curimataú, tem causado polêmica, na “Carta” o Gerente Regional de Saúde, Benedito rebate e alfineta a Secretária Maria das Graças Oliveira, interpretando a “Carta” é visível o grau de estresse.   Benedito sendo Acupunturista exagerou nas alfinetadas, qualificou o comportamento da presidente da CIR (Comissão Intergestores Regionais) de animal, pois nas reuniões a Presidente aos gritos “Urra”; Veja as sessões de acupuntura, que faltou uma dose de maracujina, já que Benedito é Naturopata. 


Segue a carta aberta


Caros (as) Colegas;

Segue nota de resposta para a Srª Maria das Graças Oliveira.
Com cópia para os(as) Sr (as);


Prezada Secretária,

Venho, através deste, manifestar meu direito de resposta perante as acusações que você, imbuída de uma verdade inconsistente, brada nos quatro cantos do Estado inverdades criadas pelo seu mundo de fantasia.

Cara Secretária de Saúde, quando a senhora pede uma ajuda para determinado assunto qualquer, existe duas possibilidades a serem consideradas, primeira: Essa ajuda solicitada será viável de ser executada? Segunda: Existe a necessidade urgente de uma intervenção imediata para tal fim?

Novamente, para que fique bem claro, quando me foi solicitado que indicasse uma secretária para a CIR, não estava implícito que está decisão seria tomada aos solavancos, nem muito menos no seu tempo, nobre secretária. Pois, pelo que sei a presidência da CIR já tem nome, o seu. Sendo assim, a responsabilidade pelo chamamento das reuniões, bem como a formalização da pauta, são de sua responsabilidade, ou seja, não vejo por que tanto alvoroço para a nomeação de uma secretária, pois, se a senhora não souber redigir um ofício e uma pauta, pode entrar em contato comigo que farei de muito bom grado. E que fique bem claro, quando houver a indicação de uma pessoa para ser secretária, essa funcionária fará apenas o papel que lhe cabe, sobrando a presidência, e todas as suas atribuições e responsabilidades à senhora.

 Portando, se não é de seu conhecimento, a CIR funciona com os votos dos secretários de saúde, funcionando a gerência como um mero apoio para as reuniões. Não necessitando que, efetivamente exista, toda às vezes, uma pessoa da gerência para acompanhar as reuniões. Muito embora, na última reunião estavam presentes as Apoiadoras, por isso não entendi o porquê de tamanho descontrole seu.       

Outro fato que me fez escrever esta nota foi o fato da senhora não compactuar com o sistema de educação que conheço, e carrego desde o berço, que nada mais é do que o simples fato de saber escutar. Pelo que percebi em diversas reuniões, seu ego e sua necessidade de aparecer e ser ouvida ultrapassam toda e qualquer barreira física e educacional. Seus gritos ecoam como um urro desesperado por atenção, deixando os que estão próximos ensurdecidos com tantas besteiras ditas em alto e bom som.

Nobre Secretária, outra coisa que talvez a senhora não entenda, é que existe vida fora da secretária de saúde, ou da gerência. Pois é! E eu sou uma das pessoas que tenho, e sobrevivo de uma coisinha bem simples: meu conhecimento e formação transformados em TRABALHO. Esse é um dos motivos de não estar presente em todas as reuniões, visto que tenho meus empregos e outras responsabilidades, que não apenas a Gerência. Talvez a senhora ainda não entenda isso, mas desejo que brevemente a senhora consiga outro emprego que abrande o seu ego gigante. Talvez, assim, a senhora entenda que existe concursos, prestação de serviço, hierarquia – tanto para cima como para baixo; prioridades e, principalmente respeito pelas pessoas.

Sei que teria muitas outras coisas pra falar, mas talvez o texto acabasse ficando bastante rebuscado, dificultando, talvez, o seu entendimento do mesmo. Entendo que devo parar por aqui, e deixo meus sinceros votos para que nossa convivência seja, no mínimo, respeitosa, pois do mesmo jeito que aprendi a escrever, também aprendi a gritar, quando necessário.
Tenha uma ótima semana.

Benedito Marinho da Costa Neto
Gerente da 4ª Regional de Saúde da Paraíba
Acupunturista e Naturopata

Blog do Dema Macedo

28 de abr. de 2014

Na 89 Fm Cuité, Bado aceita debate e Buba corre

Uma entrevista de última hora pegou os cuiteenses de surpresa, o ex presidente da FAMUP Buba Germano concedeu entrevista na 89 FM no Tribuna Livre na tarde deste sábado (26), sabatinado por Ernandes Gouveia. Se a entrevista pegou ouvintes de surpresa, Buba também foi surpreendido pela intervenção de Bado Venâncio, calmo e sereno soube trabalhar com os números que Buba se diz conhecedor. No bate e rebate, o apresentador do programa fez um desafio aos dois, vir no próximo sábado para um debate matemático (tirar a prova dos nove), aceito por Bado e depois de aceito por Buba ele consultor os assessores e deu ré. Para quem não ouviu a entrevista ou aprecia os artigos deste mero articulista político segue a matéria no meu ponto de vista: 

BADO É FURÃO E ENTROU NO AR 
A entrevista de Buba foi tão surpresa para alguns, tanto como foi para Buba a ligação de Bado Venâncio que tomou espaços preciosos ao rebater Buba. 

PREFEITO(s) QUE ESTÃO COM BUBA NA REGIÃO 
Prefeito de Damião  também fez uma intervenção e ratificou seu apoio a pré candidatura de Buba, ao agradecer Buba lembrou mais de prefeitos do Curimataú que estão em festa de emancipação política. 

PEIXE PODRE x BOLSA FAMÍLIA 
Buba rebateu Olivânio a respeito de uma entrevista concedida a Heleno Lima onde dizia que o prefeito Acácio não faz nada por culpa de Buba. A resposta de Buba foi à mesma de antigamente pegou o vereador pela Bolsa, segundo Buba o vereador Olivânio do PT é o mesmo rapaz que recebia o Bolsa Família da mãe. 

MOÇÃO DE REPÚDIO OU DE APLAUSO? 
“O Vereador de Nova Floresta, Sergio Simão disse que estava triste pela propositura de Renan Furtado em conceder junto aos seus pares na câmara em Cuité “Moção de Repudio” a Buba, denominar explicitamente em entrevista que em Cuité tem” Central de Fofocas “ sem nominar quem é, merece  “Voto de Aplauso”  nobre legislador?  

AGORA É TARDE 
Buba Germano desmente que disse que o povo de Cuité é fofoqueiro, ele disse que falou que o povo do PMDB de Cuité é fofoqueiro, não foi isso que ouvimos a gravação da entrevista dele em Picuí ao radialista Abenny.

 O ABRAÇO EM TÁRCIO 
Ficou feliz pelo Curimataú contar com secretários , pessoalmente foi abraçar Tárcio por assumir  a pasta de maior importância no governo ( Finanças) , se esse abraço for daqueles que dava no palanque em Cuité , quando Tárcio foi candidato e  ocupado com a campanha , foram por trás para subtrair  o BNB  segundo Tárcio já estava tudo certo para instalar a agência em Cuité. 

LAVANDO A ROUPA SUJA 
Buba disse quem é ficha suja é Bado , Bado diz que relatório da CGU confirma que Buba pagou antecipado obra de um barreiro que nunca existiu , a FAMUP entrou em pauta  e Bado afirmou que a Prefeita Euda era  associada a FAMUP e nunca recebeu da gestão de Buba prestação de contas .  

 BATALHÃO EM CUITÉ 
Instigado pelo apresentador , Ernandes precursor  na 89FM do Protesto #FicaBatalhão se Buba quer tirar o Batalhão de Cuité . O ex prefeito de Picuí foi enfático , nada disso amigo foi no governo de Maranhão , isto é , Buba usa a mesma tese o Batalhão cedo ou tarde vai para Picuí depois de 17 anos em Cuité. 

DESCENDO  A LADEIRA 
Depois do pré candidato citar meu nome (Dema) na entrevista  e dizer que a obra da pavimentação foi  pedido de Gilma Germano , fiz uma intervenção pela redes sociais , sobre a exclusividade : se ele não reconhecia que o pedido da pavimentação da ladeira da Serra do Bombocadinho foi de Tárcio Pessoa e se não reconhecia o maior instrumento participativo do Orçamento Democrático ? . Buba  abrangeu o discurso : “ foi de Tárcio  , Dagbaldo , Jaime etc ... e instrumentalizado pela deputada Gilma através de requerimento”. 


SUBINDO A LADEIRA 
Creditou a Gilma a pavimentação da ladeira que dá acesso ao Campus UFCG , Buba pegou o bonde andando na primeira vez que o então prefeito de João Pessoa esteve em reunião com representantes da  CES/UFCG fez a promessa , logo cumprida sem intervenientes.  

BUBA : COM QUEM DEMA ESTAR ?
Antes era com Ricardo , ficou com Bira e agora ?  Respondo : Ao lado do povo , na cobrança e exigindo cada vez mais dos gestores , podemos ater convergir no só ponto na majoritária em 2014 eu estarei no primeiro e segundo turno , já ele não tenho tanta certeza. 

BUBA:  CONTINUA ELOGIANDO  CÁSSIO 
Esse é o único que se diz socialista a elogiar o senador Cássio Cunha Lima , Germano falou que Cássio tem dado um show no  senado e ainda é seu amigo .    Vai defender o candidato dele o governador  Ricardo Coutinho , mas os elogios deixou uma porta aberta ,  afinal tem segundo turno , pense no soldado socialista. 

BUBA : EVITA EM FALAR DOS CONSELHEIROS DO ODE 
Ao creditar os louros  das obras DO Governo do Estado  pela região do Curimataú apenas a deputada Gilma Germano , o pré candidato  Buba tenta desconsiderar a importante  ferramenta de empoderamento  do” Orçamento Democrático”  criado pelo Governo do Estado ,  aliás o Orçamento Democrático tem deixado os políticos uma arara , afinal o canal é com o povo. 

ESCOLA TÉCNICA  FOI DEMAIS 
A conversa de político oportunista foi demais , o pré candidato Buba disse que Gilma o governador perguntou onde ela queria que construísse a Escola Técnica Estadual . Com investimentos federais e contra partida estadual a obra deveria ficar na sede geo administrativa de ensino .


A CASA DA CIDADANIA 
Na pressão em vista as eleições , e tanto bombardeio na questão do BNB e Batalhão  o pré candidato Buba , afirmou que em primeira mão na CASA DA CIADANIA vai ficar em Cuité no prédio do  antigo IPEP. Lembranças  de outrora  o vereador Renan Furtado foi procurado por Tárcio Pessoa no período junino do ano passado , para intervir junto a prefeita Euda Fabiana a contra partida com funcionários  para instalar a “Casa da Cidadania em Cuité “ , Euda sinalizou positivamente. 

COMPARAR CUITÉ E PICUÍ 
Buba deve distribuir “Panfletos” não apócrifos  com números da sua gestão de 8 anos  para comparar a gestão de Euda Fabiana , vale lembrar que ainda faltam mais de 2 anos para a gestão de Euda completar o segundo mandato. Se os números não metem o tempo também não. 

DEPOIS SOU EU (DEMA MACEDO) QUE FAZ A DISCÓRDIA 
Aprenda de uma vez por todas ,senhor Buba Germano eu sou um Articulista Político não me considero  um  LUIZ TORRES do Blog , mas bem que muitos comparam sendo o “índio” do Curimaaú , no estado democrático de direito posso ter meu ponto de vista e como Cuiteense se não colocássemos o dedo no funil , Cuité  voltaria a ser distrito . 

Dema Macedo

Acidente de moto mobiliza SAMU de Soledade e Pedra Lavrada

Moto derrapa no asfalto; adolescente que seguia atrás, não consegue desviar, e é arremessado ao chão

Na noite deste sábado (26) por volta das 21h 30m, um casal de moradores da rua do Juazeiro, na cidade de Cubati, quando voltavam para sua cidade natal, foram vítimas de um acidente. A moto que era conduzida pelo homem derrapou na entrada conhecida como “T”, que liga a rodovia PB 177 a cidade Cubati. Os ocupantes da moto caíram e o veículo ficou no meio da pista. Segundo testemunhas, o condutor da moto aparentava estar alcoolizado.


Minutos depois, um adolescente que vinha sentido Cubati/São Vicente do Seridó não conseguiu desviar da motocicleta que estava no meio do asfalto e foi arremessado há alguns metros do local.

Ambas as motos ficaram bastante danificadas e populares que chegaram logo após o acidente acionaram o SAMU e as unidades de Soledade e Pedra Lavrada atenderam a ocorrência.

A PM de Cubati esteve no local.

Apesar do susto, os envolvidos aparentavam apenas ferimentos leves com algumas escoriações pelo corpo, sem aparente gravidade.

Paraíba Geral com informações Noé Rosendo Locutor
Foto: Noé Rosendo Locutor

22 de abr. de 2014

Pedra Lavrada: PB tem só 10% das cidades com trânsito municipalizado

Apenas 10,31% das cidades na Paraíba municipalizaram o trânsito desde 1997, quando  o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabeleceu que o município é o responsável pela gestão do trânsito. A informação é do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Ao todo são 23 cidades que assumiram a responsabilidade de trânsito tanto na fiscalização do fluxo de veículos quanto na educação dos pedestres, de acordo com o Conselho Estadual de Trânsito (Cetran).

Embora seja obrigatório, não há penalidade prevista para os gestores que atenderem à lei e, com isso, 200 cidades na Paraíba não têm qualquer tipo de controle e fiscalização sobre os veículos que trafegam pelas ruas.
O vice-presidente do Cetran, Rodrigo Carvalho, afirmou que, diante da falta de penalidade às prefeituras, cabe à população cobrar a implantação dos departamentos de trânsito municipalizados.

Ao não assumir para si a responsabilidade do trânsito, as cidades perdem a oportunidade de planejarem a forma como vão se desenvolver e harmonizar os interesses entre motoristas, pedestres e usuários de bicicletas com base no Código segundo Rodrigo Carvalho. “A municipalização traz benefícios para os municípios que passam a planejar a forma como vão se desenvolver”, afirmou.

O Conselho Estadual de Trânsito é o órgão responsável na Paraíba tanto para dar o parecer após a fiscalização dos municípios que estão em vias de municipalizar junto ao Contran quanto no cumprimento das atribuições previstas no CTB, segundo Rodrigo. “Alguns municípios acreditam que criar a lei e o órgão é suficiente. É preciso criar toda a estrutura para executar a política de trânsito na cidade”, frisou.

Para as cidades que municipalizaram o trânsito, na avaliação de Rodrigo Carvalho, o problema é outro. Pela legislação, não há indicação do número de agentes de trânsitos para cobrir as cidades com base em dados populacionais ou até da frota existente na cidade. Por não haver parâmetros, o número pode ser ou não suficiente para atender às demandas da população. “Cada cidade decide a quantidade de agentes que vai disponibilizar no trabalho de prevenção e fiscalização e esse é um problema”, disse.

PB já tem quase 1 milhão de veículos

Nos 223 municípios paraibanos existem, atualmente, quase 1 milhão de veículos licenciados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB). São 988.689 carros dos quais 668.143 estão concentrados nas 23 cidades que municipalizaram o trânsito, segundo os dados do próprio Detran. Nos 89,69% dos municípios, que totalizam 200 cidades, estão concentrados 181.978 condutores do total habilitado pelo órgão de trânsito estadual.

Na lista das cidades que municipalizaram estão as cidades de João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, Patos, Santa Rita, Sousa, Pombal e Patos, onde estão concentrados os maiores contingentes de veículos. Dos 23 municípios, sete deles mantêm frota abaixo de dois mil veículos e nove tem o número de condutores abaixo também dos dois mil (veja quadro com as frotas abaixo).

João Pessoa é a cidade com maior frota de veículos no estado, assim como de condutores habilitados. São 291.794 motoristas e  306.228  veículos licenciados na cidade. Campina Grande detém a segunda colocação nos dois itens: são 135.054 condutores para 146.029 veículos na cidade.

Entre as cidades que municipalizaram, três delas se destacam pelo número reduzido de veículos e de condutores. Serraria é a cidade com a menor frota na Paraíba, com o registro oficial de 673 veículos, seguida por Barra de Santana, com 939, e Santa Helena, com 961.
Na categoria de número de condutores, Serraria também tem o menor número de condutores: 360. A cidade é seguida por Santa Helena, com 544, e Barra de Santana, com 660, motoristas licenciados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB). 

'Prefeituras ignoram exigência', diz Cetran

Quatro cidades paraibanas, atualmente, estão em processo de implantação da municipalização de trânsito, segundo o Departamento Nacional de Trânsito. Embora, o órgão prefira não adiantar o nome das cidades, o Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) confirmou que as fiscalizações para validar o ingresso desses municípios no Sistema Nacional de Trânsito estão em andamento.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina a municipalização como obrigação das prefeituras, mas não estabelece punições. O vice-presidente do Cetran, Rodrigo Carvalho, enfatiza que o fato de não existir penalidades faz com que os gestores ignorem a obrigatoriedade da municipalização.

Para ele, isso representa um problema para a população das cidades, especialmente, as que estão em desenvolvimento com fluxo intenso de veículos. “Não existe uma penalidade para quem não respeita essa obrigatoriedade de municipalizar o trânsito. Alguns prefeitos, por falta de informação, até desconhecem essa exigência. É preciso que a população cobre das prefeituras a municipalização”, disse.
O Cetran enviou ofício para  todas as prefeituras da Paraíba, segundo Rodrigo Carvalho, com explicações sobre a obrigatoriedade da municipalização do trânsito e tem encontrado no Ministério Público um órgão parceiro para cobrar a implantação de políticas públicas para o setor.
A municipalização, na avaliação de Rodrigo, beneficia tanto os pequenos municípios quanto os que estão em desenvolvimento. “Pelo que constatamos, existe a necessidade dos municípios melhorarem a estrutura dos departamentos de trânsito. Muitas cidades têm registrado aumento da população e outras têm se desenvolvido mais, por isso, é preciso planejamento nos bairros e vias para evitar que o trânsito ocorra de forma desordenada”, frisou.

População devem cobrar dos gestores, diz Denatran

O Departamento Nacional de Trânsito atribuiu ao Ministério Público e à população o papel de interlocutores com as prefeituras para cobrar a implantação das políticas públicas para a área do trânsito. Em todo o Brasil, existem 1.403 municípios integrados ao Sistema Nacional de Trânsito, dos quais 23 são da Paraíba.
Segundo o órgão, o Ministério Público está  cobrando das prefeituras que, a partir da elaboração dos projetos, elas se integrem ao Sistema Nacional de Trânsito. Toda orientação sobre as ações de implantação da municipalização é feita pelo Denatran e a fiscalização para validar o ingresso no Sistema Nacional de Trânsito fica a cargo do Cetran-PB.

O Ministério Público e a população podem desempenhar papéis importantes na discussão e cobrança da municipalização do trânsito, segundo o Denatran. “Em qualquer área da administração pública, um sistema democrático de gestão deve contemplar, de forma privilegiada, a efetiva participação da população. Esta participação garante legitimidade aos atos do administrador. A participação da população nas discussões de interesse coletivo enriquece o processo e facilita a decisão e a implantação das ações. A população deve apresentar sugestões, alternativas, expressar e conhecer os pontos de vista”, frisou.

As prefeituras não têm apenas a municipalização do trânsito como obrigação,  segundo a resolução 296 de 2008 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A constante realização de campanhas educativas, ações de segurança de trânsito e introdução do tema trânsito seguro nas ações rotineiras da população fazem parte dos deveres das prefeituras.

G1

19 de abr. de 2014

A nova moda? "'G0ys' são homens que se relacionam entre si, mas não se consideram gays"

Eles são homens que se beijam, se masturbam juntos e fazem até sexo oral, mas não se acham gays. Penetração é "degradante", dizem

Grupo começou nos Estados Unidos, mas tem adeptos no Brasil, com site e página no Facebook

RIO - Dois homens podem se abraçar, se beijar, se masturbar juntos e até praticar sexo oral eventualmente, mas isso não significa que eles são gays. Assim pensam os g0ys (com um zero no lugar do “a”), um grupo surgido nos Estados Unidos em meados da primeira década dos anos 2000 e que vem expandindo sua filosofia pelo mundo, inclusive com muitos adeptos no Brasil. No Facebook, o grupo “Espaço g0y e afins” tem mais de 640 membros.

O site brasileiro “Heterogoy” deixa muito claro que g0y não é gay e explica que “é um heterossexual mais liberal, que não faz sexo com homens, apenas faz brincadeiras sacanas, desde que nesses contatos não ocorra a penetração”, que os participantes do movimento acreditam ser “degradante”. “O termo g0y serve para designar homens que não praticam sexo anal com outros homens”, ressalta outro trecho do site brasileiro.

O grupo, porém, causa polêmica principalmente entre os integrantes do movimento LGBT. Alguns ativistas, como o antropólogo Luiz Mott, fundador do Grupo Gay da Bahia, acreditam que a criação de novas categorias de gênero acaba tirando o foco da luta pelos direitos dos homossexuais.
- Toda diversidade sexual deve ser respeitada. Porém, num país onde um gay ou travesti é assassinado a cada 21 horas, inventar “trocentas” novas identidades de gênero desestrutura o movimento afirmativo dos homossexuais, que ainda estão lutando pela sobrevivência - afirma Mott. - Acho interessante a exploração da sexualidade, mas prefiro estimular que os g0ys se afirmem como gays.
Para o antropólogo, acreditar que só é gay quem pratica sexo anal é um equívoco.

- A homossexualidade não é sinônimo de cópula anal. Alternativas como sexo oral ou masturbação recíproca fazem parte da prática homoerótica desde a Grécia Antiga - explica Mott, que não acredita na perpetuidade dos g0ys. - É um modismo, como as lesbian chics ou os HSH (homens que dizem fazer sexo com outros homens sem se identificar como homossexuais), sendo que essas microidentidades têm um componente homofóbico, pois preconceituosamente identificam o gay como um estereótipo.

Coordenador especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, Carlos Tufvesson concorda com Mott e se mostra surpreso com a necessidade de "catalogar" os desejos sexuais.

- Me espanta esse excesso de rótulos para a sexualidade. Isso, no fundo, tem raiz em um preconceito que liga o gay à feminilidade. Ou a penetração a algo feminino. Para mim, basta que sejam felizes e que curtam suas fantasias, pois quem não dá vazão aos desejos pode se tornar mais um homofóbico que sai por aí matando gays.

“O g0y não é um enrustido”

As regras são bastante claras para definir o pensamento desse grupo. Há alguns mandamentos simples: g0ys não namoram nem se casam com outros g0ys, “têm no máximo uma amizade íntima”, que definem como um “bromance” (contração das palavras em inglês brother - irmão - e romance). Eles só se casam com mulheres e não podem se envolver com a comunidade LGBT, além de não permitir qualquer associação com “imagens e clichês do mundo gay”.

- Um g0y é uma pessoa que antes vivia no armário e hoje pode expressar-se de uma forma livre e autêntica, mostrando que não é um enrustido, mas sim um hétero homoafetivo, consciente dos seus limites. É um elo entre héteros e homos - define Claudio LaPaz, autor do blog “Somos G0ys”.

Os sites sobre o movimento ainda trazem algumas referências históricas. O “Heterogoy” conta que o “bromance” mais famoso da história está registrado na Bíblia, no antigo testamento. “Trata-se de David e Jônatas, que, apesar de machões heterossexuais, beijavam-se e choravam juntos, e a profunda amizade, a união e o amor entre os dois era tão intensos que, mesmo naquela época, foram reconhecidos pela sociedade como sendo superiores ao amor que os dois tinham pelas mulheres”. O site americano G0ys.org ainda diz que a relação afetiva natural entre os homens foi corrompida pelo movimento gay, que pratica o sexo anal. Esse comportamento não é tolerado pelos g0ys.

Um dos maiores divulgadores do movimento no Brasil, Master Fratman, que prefere não revelar o verdadeiro nome, tem um discurso bem mais tolerante do que o de alguns sites sobre a fraternidade.

- Uma frase que resume o perfil de um g0y é: um hétero fora da prisão. O comportamento heterossexual se mantêm, porém abrem-se horizontes para a homoafetivadade. Mas não há homofobia - garante Master Fratman. - Não faz o menor sentido chamar um homoafetivo de homofóbico. Queremos justamente quebrar essa luta milenar entre héteros e homos.

Existem também alguns grupos de g0ys homossexuais, que só se relacionam com outros homens sob a condição de nunca realizarem sexo com penetração. Segundo os sites que explicam o conceito, os g0ys homossexuais não se identificam com a comunidade gay nem se comportam “publicamente como sendo um deles”, ignorando a diversidade de comportamentos dos homossexuais. Apesar de afirmarem que não são homofóbicos, os sites que falam sobre o movimento valorizam o “homem másculo” e usam expressões como “viadões” e “bichas pintosas” para se referir à comunidade gay.
“Você já viu a abordagem da mídia sobre a comunidade gay e você não se identifica com aquela imagem e considera muitas das práticas repulsivas. A verdade é que você é um cara que realmente ama a masculinidade e aprecia esses traços em outros homens, enquanto, simultaneamente, considera ações que afeminam os homens nojentas e de mau gosto”, exemplifica o maior portal sobre o assunto, o G0ys.org.

Espaço aberto para g0ys

Chamado de primeiro empreendimento g0y do Brasil, o Rancho Hedônia, na verdade, "um espaço aberto para a diversidade", segundo o dono do estabelecimento, Fabio Franco, e recebe também héteros liberais e g0ys. Só pessoas cadastradas podem entrar no clube, que fica em São José de Ribamar, no Maranhão. Lá rolam festas em que se praticam o nudismo, o voyeurismo e o suingue.

- Recebemos pessoas de todas as diversidades, mas o lugar acabou fazendo sucesso entre a comunidade g0y, justamente porque eles se sentem confortáveis aqui. Não há julgamentos, e as pessoas podem exercer sua sexualidade como bem entenderem. É um lugar de encontro - diz Franco. - Nos últimos meses, a procura do rancho por g0ys tem aumentado bastante.

O Globo

VOA: EUA acusam a TelexFree de fraude e congelam seus bens

Autoridades americanas congelaram milhões de dólares em bens e entraram com uma ação contra a
TelexFree nos EUA nesta semana acusando o grupo de promover "esquema ilegal de pirâmide" financeira.

Segundo a SEC (Comissão de valores mobiliários dos EUA), autora da ação na Corte Distrital de Massachusetts, a TelexFree opera por meio de "oferta fraudulenta e não registrada de títulos", que tem como principais alvos brasileiros e dominicanos que vivem nos EUA.

A própria empresa diz ter arrecadado mais de US$ 1 bilhão, segundo o documento apresentado pela SEC ao tribunal, mas não torna pública nenhuma documentação comprovando a receita.
No Brasil, as operações da Telexfree foram bloqueadas em 2013, por tempo indeterminado, a pedido do Ministério Público do Acre.

A decisão da comissão americana veio depois que, na segunda-feira passada, a TelexFree LLC, a TelexFree Inc. e a TelexFree Financial Inc., subsidiárias e afiliadas da TelexFree, pediram concordata em uma Corte de Nevada. Segundo a acusação apresentada pela SEC, as três empresas declararam dever até US$ 600 milhões, mas possuir não mais que US$ 120 milhões.

De acordo com a SEC, os títulos são oferecidos pela TelexFree aos investidores com a promessa de até 250% de retorno do valor pago, por ano.

É possível escolher entre um "pacote" que custa US$ 289 e inclui um kit de publicidade, ou o de US$ 1.375, que vem com cinco kits. Segundo a própria TelexFree, 88% dos investimentos feitos em Massachusetts foram do segundo pacote, de US$ 1.375.

Em março, a TelexFree alterou seu plano de compensações, tornando muito mais difícil aos investidores atingir metas para receber seu pagamento. A mudança gerou reclamações e colocou o esquema mais em evidência.

A ação do SEC foi movida contra a TelexFree e oito de seus integrantes.

Um deles, o brasileiro Sanderley Rodrigues de Vasconcelos, conhecido como Sann Rodrigues, convocou para hoje, por meio de sua página no Facebook, uma reunião em Orlando, na Flórida, com os "líderes" que participam da empresa para "entender tudo o que aconteceu, está acontecendo e
possivelmente vai acontecer com a TelexFree agora".

Em post na quarta, ele escreveu: "Infelizmente, eu fui surpreendido e soube do ocorrido da mesma forma que vocês: pela internet".

Segundo ele, é possível "identificar falhas e até analisar tudo o que aconteceu de forma crítica, especialmente em relação às abruptas mudanças". Procurado pela Folha, ele não respondeu ao pedido de entrevista.

O advogado americano Gerald Nehra, citado na acusação, disse à reportagem que não responderia sobre a ação movida pela comissão.

Os diretores não foram encontrados para comentar as acusações ontem, e a página "telexfree.com" estava "em manutenção" durante o dia.

UOL

16 de abr. de 2014

O pre$$o do amor e da paixão

Pedra Lavrada(PB): O vozdepedra.com reproduziu nesta quarta-feira de trevas uma matéria que é destaque na imprensa paraibana. A notícia trata da abertura de processos de improbidade administrativa contra 25 prefeituras e seus respectivos prefeitos e ex-prefeitos. Mais uma vez o ex-prefeito de Pedra Lavrada e atual presidente da FAMUP – Tota Guedes -, é citado na desonrosa lista dos gestores que não investiram o mínimo em educação (clique aqui)

Este não o primeiro - nem o segundo ..., - problema que Tota Guedes enfrenta na justiça por suas traquinices administrativas. O atual presidente da FUMUP já tem contra si uma notícia crime que corre no Tribunal de Justiça da Paraíba (clique aqui) além, de uma investigação sobre os recursos transferidos para a realização do São  João de 2009 no valor de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) . Hoje, a situação do convênio consta como INADIMPLENTE(cópia abaixo) no portal da transparência (clique aqui).


O ex-prefeito de Pedra Lavrada ainda goza de bom apoio político de parte da população lavradense e, por isso, qualquer pessoa que publique ou cite qualquer notícia negativa sobre Tota Guedes recebe logo a alcunha de INVEJOSO – no mínimo!!! O mais interessante de tudo isso é que ao observarmos o facebook dos adoradores-defensores do ex-prefeito, são os mesmos que defendem com unhas, dentes e rabos o combate à corrupção – desde que não seja de Pedra Lavrada; Moralidade no uso dos recursos públicos – desde que não seja de Pedra Lavrada; Ética – desde que não seja de Pedra Lavrada; Impessoalidade na aplicação dos recursos públicos e atendimento à população – desde que não seja de Pedra Lavrada; Competência na administração dos recursos públicos – desde que não seja de Pedra Lavrada...

Eu sabia que a publicação da notícia deixaria muita gente com raiva e que usariam o facebook para expressar o repúdio a este singelo escriba. Afinal, como podem processar um prefeito que foi tão bom, tão humilde?

Aí, eu pergunto? – O que faz as pessoas - mesmo sabendo que o gestor cometeu uma série de traquinices administrativas e teve quatro(ou cinco?) contas reprovadas pelo TCE- defenderem o ex-gestor tão apaixonadamente? As pessoas estão perdendo a vergonha de fazer o que é certo? As pessoas estão perdendo a vergonha de serem “sem-vergonhas”?

Afinal, o que alimenta(va) espiritualmente a $eita Patotiniana para se ter tantos adoradores e adoradoras? – SERIA “O AMOR E A PAIXÃO simplesmente”? Digo isso, pois, na negociação para o reajuste do magistério em 2012, existiam professores – PASMEM!- que eram terminantemente contra as reivindicações (de poucos) de aumento. Pois é, existiam muitos professores que eram contra o aumento.

Pergunta retórica: - Que desprendimento era esse desses colegas?  Esses colegas são os que trabalhavam apenas pelo amor à profissão?

CHEGA DE HIPOCRISIA!!!!!! CHEGA!!!!! Grande parte dos professores e professoras de Pedra Lavrada recebiam dinheiro “”extra”” como dobras e não davam as aulas correspondentes.

Vejam as provas do que digo

O vozdepedra.com publicará a partir deste mês as folhas de pagamento do tempo do amor e paixão. Vocês entenderão o motivo de existir, àquela época, profissionais que não queriam aumento e ficaram muito revoltados com os que queriam e lutaram para isso. E, os que ficarem de beicinho e triste com essa matéria, EU DESAFIO A MOSTRAREM OS CONTRACHEQUES dos oito anos de amor e paixão. Provem que o amor e a paixão eram de verdade e publiquem a cópia dos contracheques.

O vozdepedra.com omitirá os nomes e matrículas dos funcionários para não causar “constrangimentos”. Pois, dos profissionais que recebiam a famosa hora/aula ou "hora extra", alguns efetivamente trabalhavam em dois turnos e faziam jus ao pagamento.

Interessante notar que na folha de pagamento de novembro de 2011 até professores que estavam "afastados por motivos de saúde" recebiam horas extras. Isso, para não citar funcionários que estavam à disposição de outros órgãos fora do município também recebiam hora extra.  

Na folha de pagamento analítica 77 professores recebem a famosa hora/aula. Ou seja, seguindo a lógica de pagamento para tantas horas extras, havia a necessidade de se contratar 77 professores além dos já existentes. Pois, a julgar pelos fatos, 77 novas turmas foram criadas?

Ressaltamos que o vozdepedra.com está amparado na Lei da transparência e do acesso à informação.

Segue a cópia da folha de pagamento do mês de novembro de 2009 dos professores de Pedra Lavrada-PB.

Clique nas imagens para ampliar.












ROBERTO SOLON DE VASCONCELOS

NOVA PALMEIRA PB: Acidente entre moto e pedestre é registrado em avenida da cidade nesta terça (15)

Samu chegou rapidamente

Um acidente foi registrado por volta das 21:00h desta terça-feira (15), na avenida Rivaldo Henriques, próximo ao ginásio ‘O Souzão’ na cidade de Nova Palmeira PB.

Informações de moradores próximos ao local, dão conta que, uma moto em alta velocidade atingiu de frente, o popular conhecido por Roberto.



Roberto sendo socorrido
A motocicleta que estava sendo guiada por ‘Inacinho’ e conduzia o passageiro César de ‘Fogoió’, seguia na direção centro/bairro, quando o piloto se distraiu ao olhar para o ginásio, vindo a colidir frontalmente com o pedestre que vinha no sentido contrário. A pancada foi tão forte, que arrancou um pilar de sinalização que fica na avenida.

O Samu de Pedra Lavrada PB foi acionado e, rapidamente chegou para prestar os primeiros atendimentos aos acidentados.

Socorrista de folga prestando
 atendimento a César
No momento do resgate, apenas Roberto e César se encontravam no local, tendo em vista que, Inacinho não teve maiores problemas, sendo constatado apenas uma forte pancada no dedão do pé. Ele foi atendido pela própria secretária de saúde, Fabrícia Araújo, que se encontrava na Unidade Hospitalar, e em seguida liberado para casa.

Roberto teve fratura exposta no joelho e juntamente com César foi socorrido para o Hospital Regional de Picuí, de onde seguiram minutos depois, para a cidade de Campina Grande PB.

Pilar arrancado com o forte impacto
Curiosos que estiveram no local informaram que tanto a dupla da moto, quanto o pedestre, tinham ingerido bebida alcoólica.

Blog de Nova Palmeira

TOTA GUEDES mais uma vez envergonha Pedra Lavrada e será processado novamente, sendo destaque negativo na imprensa da Pararíba


Ex-prefeito de Pedra Lavrada será processado por improbidade administrativa

Veja as 25 prefeituras da PB que serão acionadas por não investir na Educação

Ações a serem ajuizadas estarão sendo orientadas em conjunto pelo Caop do Patrimônio e o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Educação (Caop da Educação)

Vinte e cinco municípios paraibanos que tiveram suas contas de 2010 e 2011 reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) serão alvos de ações civis públicas (ACPs) por descumprirem preceito constitucional e não aplicarem o mínimo obrigatório de 25% dos seus recursos na educação. As ações serão ajuizadas no próximo dia 28 de abril, 'Dia Internacional da Educação'.

“A data foi escolhida para que, de forma emblemática e simbólica, possamos ampliar um trabalho mais detalhado visando o fim da impunidade nesses casos. Precisamos intensificar os procedimentos para eliminarmos a sensação de impunidade”, explica o promotor de Justiça Clístenes Bezerra de Holanda, coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do Patrimônio Público, Fazenda Pública e Terceiro Setor (Caop do Patrimônio).

As ações a serem ajuizadas estarão sendo orientadas em conjunto pelo Caop do Patrimônio e o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Educação (Caop da Educação), que tem à frente a promotora de Justiça Ana Carolina Coutinho Ramalho Cavalcanti.

“Os prefeitos vão ser responsabilizados por atos de improbidade administrativa e, com a condenação, serão várias consequências, entre elas a suspensão dos seus direitos políticos, que pode chegar a oito anos”, avisa o promotor Clístenes Bezerra.

Na próxima terça-feira (22), às 10h, na Sala de Sessões da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), em João Pessoa, o procurador-geral de Justiça Bertrand de Araújo Asfora e os dois coordenadores dos Caops – do Patrimônio e da Educação irão se reunir com os promotores de Justiça que têm atuação nos 25 municípios a serem alvos das ações de improbidade.

Leia mais no Google:
http://vozdepedra.blogspot.com.br/2014/03/exclusivo-tota-guedes-presidente-da.html
http://vozdepedra.blogspot.com.br/2012/03/tota-guedes-na-mira-da-justica-tribunal.html
http://vozdepedra.blogspot.com.br/2012/03/denuncia-vereador-diz-que-tota-guedes.html
http://www.demamacedo.com.br/2013/01/vergonha-ex-prefeito-tota-guedes-recem.html
http://vozdepedra.blogspot.com.br/2011/06/tota-guedes-contas-reprovadas-por.html

“Vamos repassar para os promotores as decisões e criar um modelo das ACPs para esses casos, como parte de uma política institucional”, avisa Clístenes, adiantando que o mesmo será feito em outras oportunidades contra as prefeituras que tiveram suas contas rejeitadas por não terem cumprido o preceito constitucional no que diz respeito à aplicação de recursos na área da saúde.

Veja a seguir quais são os municípios que serão acionados na Justiça.

Barra de São Miguel, Cabedelo, Catingueira, Catolé do Rocha, Cruz dos Espirito Santo, Curral de Cima, Imaculada, Ingá, Juru, Livramento, Marcação, Marizópolis, Monte Horebe, Pedra Lavrada, Pedras de Fogo, Pilar, Pitimbu, Queimadas, Riachão do Barcamarte, Riacho dos Cavalos, São José do Ramos, São Sebastião de Lagoa de Roça, Sapé, Serra Branca, Serra Grande.  

Portal Correio

15 de abr. de 2014

TEXTO BOM PARA PENSAR UM POUCO: Jovem negro é espancado e morto por populares no Espírito Santo


O corpo negro ensanguentado e o olhar assustado que você vê na foto é do menino Alailton Ferreira, de 17 anos, cercado por um grupo armado com pedras, barras de ferro e pedaços de madeira. Momentos depois, ele seria alvo de um espancamento coletivo. Desacordado, foi levado ao hospital, mas não resistiu e morreu na noite de terça-feira (8).

Aos gritos de “mata logo” e de vários xingamentos, o espancamento aconteceu às margens da BR 101, na tarde do último domingo (6), no bairro de Vista da Serra II, cidade de Serra, há cerca de 30km da capital Vitória, no Espírito Santo. Só depois de duas horas de muita violência, a Polícia Militar chegou ao local, colocou o jovem na viatura e o levou até a Unidade de Pronto Atendimento. “Os policiais militares descreveram no boletim de ocorrência que foi necessário utilizar spray de pimenta para conter os populares” disse o delegado-chefe do DPJ, Ludogério Ralff.

 Acusação de Estupro

O motivo do linchamento foi causado por acusações controversas. Alguns disseram que o jovem teria tentado estuprar uma mulher. Outros que ele seria suspeito de tentar roubar uma moto e abusar de uma criança de 10 anos. Tudo ocorreu no domingo (6), mas até esta quarta-feira, dia em que Alailton foi enterrado, não havia qualquer denúncia ou relato de testemunhas, segundo a Polícia Civil.

O irmão contesta as acusações e diz que o adolescente sofria de problemas mentais: “Ele chamou a menina, ela se assustou e correu para chamar a família. Os familiares e vizinhos correram atrás dele. Por isso as pessoas falaram que ele era estuprador. Se ele quisesse roubar uma moto, teria feito no próprio bairro, mas ele nem sabe pilotar”. Segundo o tio do jovem, foi um ato de covardia. “Ele estava com uns problemas de saúde e ficava assustado com frequência”.

O morador Uelder Santos, 29, em entrevista para um jornal também colocou as acusações sob suspeita: “Ninguém viu esse tal estupro ou mesmo noticias da suposta vítima”.

“Peçam perdão a Deus pelo que fizeram”, diz a Mãe

Em entrevista a um jornal, a mãe de Alailton,  a doméstica Diva Suterio Ferreira, 46, disse que  o filho teria sido vítima de uma injustiça: “Ele já foi preso por furto, usava droga, mas não estuprou ninguém, jamais faria isso”. Cristã, disse que se apega a Deus para socorrê-la nesse momento difícil:     “Meu filho era amado, sonhava em me dar uma casa. Dizia que queria um quarto para ele, um para mim e um para irmã.    Minha filha, de 11 anos, só chora, tem medo de sair à rua depois do que aconteceu.     Acredito na justiça divina. Peço que essas pessoas peçam perdão a Deus pelo que fizeram ao meu filho”.

Violência endêmica e elemento racial (nada) subjetivo

O escritório das Nações Unidas apresentou nesta quinta-feira (10) um levantamento sobre as taxas de homicídio em que conclui que as Américas são as regiões mais violentas do planeta. O Brasil está entre países mais violentos. Das 30 cidades mais violentas do planeta, 11 são brasileiras. Segundo a publicação, Maceió é a quinta cidade do mundo com mais homicídios por cada 100 mil habitantes. A cidade de Vitória do Espírito Santo, vizinha ao local onde Alailton foi assassinado por populares, é a 14ª da lista mundial.

Não gosto de suposições, por isso fico nas perguntas: qual seria o resultado de uma amostragem com o recorte racial das vítimas desses homicídios em toda América? Teríamos uma proporção parecida com a média brasileira, que aponta 70% de vítimas negras?

Não sei se Alailton estuprou alguém. Era mulher feita ou uma criança de 10 anos? Ambos os crimes são gravíssimos. Mesmo que tenha sido uma “apenas” uma tentativa ou ainda que o jovem tivesse problemas mentais, sem dúvida caberia alguma punição. E a Lei prevê. Mas jamais um linchamento. Jamais!

E pior: nada leva a crer que houve de fato o crime. Aliás, ao que parece (não sou investigador, nem gostaria), ele teria sim sido “vítima de uma injustiça”, como disse a mãe doméstica.

O fato de ser um menino negro teria sido um elemento potencializador do ódio coletivo e da precipitação de um julgamento instantâneo – acusação, julgamento, condenação e execução: Foi ele! Pega ele! Só pode ter sido ele!?

E se fosse um menino branco, a história teria tais requintes de crueldade e terminaria no cemitério?

A bala não é de festim, aqui não tem dublê!

 O assassinato covarde do menino negro Alailton Ferreira me fez lembrar dois filmes norte-americanos muito famosos. O primeiro é o clássico “O sol é para todos”, de 1962, que conta a história de Tom Robinson (Brock Peters), um jovem negro que fora acusado de estuprar Mayella Violet Ewell (Collin Wilcox Paxton), uma jovem branca. Atticus Finch, um advogado extremamente íntegro, interpretado por Gregory Peck – que viria ganhar o Oscar de melhor ator com esse trabalho, concordou em defendê-lo e, apesar de boa parte da cidade ser contra sua posição, ele decidiu ir adiante e fazer de tudo para absolver o réu. Nos Estados Unidos como aqui, sempre fora comum acusações de estupros e outros crimes recaírem sobre negros, sem que haja grandes contestações.

O outro filme, esse mais recente (1996), faz ainda mais sentido com o momento que vivemos, inclusive no nome: “Tempo de Matar”, que se passa em Canton no Mississipi, onde Carl Lee (Samuel L. Jackson), um negro que, ao matar dois brancos que espancaram e estupraram sua filha de 10 anos é preso, e um advogado branco Jake Brigance (Matthew McConaughey ) e Ellen (Sandra Bullock) uma obstinada estudante de Direito, ambos se voltam contra o preconceito e o racismo existente na comunidade daquela cidade para defender o acusado.

Já no fim da trama, quando tudo parecia perdido, afinal a cidade queria a condenação do acusado, no Tribunal Jake solicita a todos os presentes que fechem os olhos e ouçam a ele e a si mesmos, então ele começa a contar a história de uma garotinha que volta do armazém, e de repente surge uma “pick-up” de onde saltam dois homens e a agarram, eles a arrastam para uma clareira e, depois de amarrá-la, arrancam-lhe as roupas do corpo e montam nela, primeiro um, depois o outro, eles a estupram tirando toda a sua inocência com brutais arremetidas. Depois de acabarem, e de ter matado qualquer chance daquele pequeno útero ter filhos, os dois rapazes começaram então a usar a garotinha como alvo, acertando-a com latas cheias de cerveja, cortando sua carne até o osso. Não satisfeitos, eles ainda urinaram sobre ela, e com uma corda fazem um laço e a enrolamo no seu pescoço e num puxão repentino a suspende no ar, esperneando e sem encontrar o chão até o galho quebrar e, milagrosamente cair no chão. Nesse momento, eles a colocaram na “pick-up” e, ao chegar em uma ponte, jogam-na de cima da mureta, de onde ela cai de uma altura de 10 metros até o fundo de um córrego. Jake então para a história e pergunta aos presentes se conseguem vê-la, se conseguem imaginar o corpo daquela garotinha estuprado, espancado, massacrado, molhado da urina, do sêmen deles e do próprio sangue, e depois abandonado para morrer…

E novamente repete para que todos façam uma imagem dessa garotinha, aguarda um instante e pergunta: “Agora imaginem que essa garotinha é branca”!

Carl Lee é inocentado pelo júri.

Ora, “impoluto escrevente”, me perguntaria um dos meus algozes sempre presentes nos comentários deste Blog: “Mas não está a criticar a ideia da justiça pelas próprias mãos? Contraditório o exemplo deste filme, não?”.

E eu responderia:

Sim e não.

Sim. E essa é a parte que não gosto no filme. Ele justifica a ideia de que, em alguns casos, pode-se aceitar a justiça feita pelas próprias mãos. E não podemos tolerá-la em hipótese alguma. Menos ainda quando o pressuposto é inexistente – como parece ser neste caso do Espírito Santo.

E não.

Não por que faz todo o sentido imaginar que, diante da violência sistemática, continuada e explícita contra a população negra, não seria absurdo imaginar que em algum momento pode haver reações, bastando para isso que aflore a percepção – por parte da população negra, de que vivemos sim um estado de desigualdades e de violência racial.

Mas se dirá: Loucura! Radicalismo deste blogueiro afro-lunático racialista! E diante da fúria democrata-gilberto-freyreana presente inclusive na parte bolchevique do mapa, diria por fim:

Sempre caberá o terrível e necessário pedido de reflexão feito pelo advogado branco, Jake Brigance (Matthew McConaughey ), em Tempo de Matar:

“Agora imaginem que essa garotinha é branca”!

Imagine que Alailton é branco!

Imagine que Cláudia é branca!

Imagine que Amarildo é branco!

Imagine que Douglas é branco!

Imagine que José Carlos, é branco.

Imagine que o menino torturado e amarrado nú em um poste na zona sul do Rio de Jaineiro é branco.

Imagine que, quem a polícia mata 3 vezes mais que negros, são os brancos.

Imagine um mundo onde as pessoas pudessem viver em paz.

Consegue?

http://negrobelchior.cartacapital.com.br

NOVA PALMEIRA PB: Secretário Alex é eleito Coordenador Regional da Undime/PB

Nesta última sexta-feira (11/04), no auditório da IFPB - Campus de Campina Grande-PB, ocorreu o I Fórum Estadual Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação da Paraíba 2014, realizado pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação - Seccional Paraíba (Undime/PB).

Diante da programação do evento, a Undime/PB realizou eleição para cargos em vacância referidos a Diretoria Executiva, como também do Colégio Eleitoral, ambos pertencentes a essa seccional.

O Secretário Municipal de Educação do município de Nova Palmeira-PB professor Alexsandro Lucas de Barros, é eleito como Coordenador Regional da 2ª Regional de Ensino (Sede Guarabira-PB) e da 4ª Regional de Ensino (Sede Cuité-PB) da Diretoria Executiva da Undime/PB.

O objetivo principal do secretário 'Alex' é de ser um representante/articulador dos municípios que integram essas duas regionais de ensino perante a Undime/PB.

Novos integrantes da Undime
Blog Semec Nova Palmeira-PB

Veículo furtado na feira livre de Parelhas RN foi recuperado em Pedra Lavrada PB

Foi recuperado ainda na manhã desta Segunda (14), o veículo modelo FIAT UNO, de Cor vermelha, ano 95/96, que foi furtado na manhã desta Segunda na feira livre de Parelhas.

Segundo informações, o veículo foi encontrado já no município de Pedra Lavrada, no estado da Paraíba.

A polícia paraibana já estava com uma barreira montada, e quando o indivíduo percebeu abandonou o veículo e adentrou no mato.

A polícia militar de Parelhas, juntamente com polícia da cidade de Pedra Lavrada realizaram buscas a procura do indivíduo, mais até o fechamento desta matéria não haviam capturado.

O veículo será conduzido para Parelhas, e será entregue ao seu proprietário.

Marcos Silva 
novapalmeiraoficial

14 de abr. de 2014

Pedra Lavrada e região: Polícia investiga fotos de menores nuas publicadas na internet

PARAÍBA: Conselho Tutelar aciona justiça após fotos íntimas de adolescentes circularem em redes sociais

O Conselho Tutelar de São Vicente do Seridó, localizado no Seridó Oriental paraibano, a 200 km da capital, acionou a justiça após descobrir que fotos de adolescentes nuas do município estão circulando em redes sociais como Facebook e principalmente no WhatsApp.

São pelo menos 7 adolescentes envolvidas até agora. Duas  de 13, duas de 14, duas de 15 e uma de 17 anos, que tiveram suas fotos compartilhadas nas redes sociais.

Segundo o presidente do Conselho Tutelar, as adolescentes foram seduzidas e sofreram chantagens emocionais até os indivíduos conseguirem que elas enviassem as fotos íntimas. Ainda segundo o conselho, as garotas são vítimas.

O Conselho Tutelar informou ainda que já existem pessoas infiltradas em vários grupos de WhatsApp e também no Facebook que estão colaborando com a justiça e monitorando as pessoas que estão repassando as fotos.

"Já conseguimos identificar várias pessoas que foram os responsáveis por compartilhar as fotos e também aliciar as adolescentes. Já temos em mãos vários prints de conversas no Facebook e de grupos do WhatsApp. Todo esse material será repassado para a justiça e os responsáveis serão punidos perante a lei - disse o Conselheiro Tutelar".

Alem de apoio do Conselho Tutelar e das famílias das vítimas, as jovens estão recebendo apoio de assistentes sociais e psicólogos. - A nossa preocupação é proteger as adolescentes, principalmente porque uma delas está sendo ameaçada por um dos suspeitos - afirmou um Conselheiro Tutelar.

Os conselheiros ainda pediram que os pais tenham muito cuidado com o que seus filhos estão fazendo na internet, com quem eles conversam, principalmente. "Se seu filho mudou de comportamento a pouco tempo, colocou senha no computador ou celular, ou se quando ele está mexendo no aparelho e você se aproxima, ele não deixa você ter acesso, certamente algo muito grave pode estar acontecendo. O ideal é que os pais tenham acesso a tudo que seu filho faz principalmente nas redes sociais e celular" . Procure ter uma relação de confiança e amizade com seu filho - Disse o Conselheiro Tutelar.

Estão sendo investigas pela polícia pessoas de São Vicente do Seridó, de Cubati - PB, de Campina Grande - PB, de Soledade - PB, de Olivedos - PB, de Juazeirinho - PB, de Pedra Lavrada - PB, de Boa Vista - PB, de Tenório - PB, de Nova Palmeira - PB e  de João Pessoa - PB.

São Vicente Agora

13 de abr. de 2014

Pescador leva susto ao achar vibrador em bacalhau na Noruega

Bjoern Frilund encontrou objeto dentro de peixe que estava em sua rede.
Norueguês acredita que animal confundiu brinquedo sexual com lula.

Um pescador norueguês levou o maior susto de sua vida ao encontrar um vibrador de tamanho respeitável dentro da barriga de um bacalhau.
Bjoern Frilund, de 64 anos, achou estranha a forma do bacalhau de 6 kg que acabara de capturar em sua rede.

"Primeiro saíam dois arenques e depois encontrei um objeto de borracha, de cor alaranjada, de 15 a 16 centímetros de comprimento", contou o morador da cidade de Åndalsnes.

"Eu já sabia que o bacalhau come tudo que encontra, mas não se espera algo assim", acrescentou.

O filho do pescador, Marius, imortalizou a descoberta com uma foto, apesar de, a princípio, achar que se tratasse de uma brincadeira do pai.

Bjoern Frilund acredita que o bacalhau confundiu o  brinquedo sexual com uma lula.
O aparelho ainda tinha seu motor, mas estava sem pilhas.

Quanto às hipóteses sobre sua procedência, o pescador acha que pode ter sido jogado ao mar de algum navio turístico que percorre o idílico litoral norueguês, provavelmente depois de alguma experiência frustrante.

G1

12 de abr. de 2014

TCE fulminante atesta que Coutinho estava certo: UEPB fazia ‘farra’ com dinheiro público

É fulminante, em desfavor da reitora Marlene Alves, o relatório das contas da Universidade Estadual da Paraíba referentes ao exercício de 2011 que acaba de ser divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, ao qual A PALAVRA teve acesso.
O documento é longo - são trinta páginas - e representa uma radiografia bem acabada da UEPB, mostrando na verdade uma farra sem precedentes na aplicação do dinheiro público, o que atesta, calando os opositores do governador Ricardo Coutinho, que o  Chefe do Executivo sempre esteve correto quando freou gastos da universidade e sentenciou que a instituição dispõe de autonomia financeira e gerencial, mas continua sendo subordinada ao Estado e como tal a este deve satisfações e deveres. 

Dentre as irregularidades constatadas pela Corte de Contas paraibana, estão os seguintes itens:

- R$ 94.148,62 em despesas com restaurantes sem procedimento licitatório;

- Devolução de R$ 811.811,76 de recursos de convênios não utilizados, que representou 16,31% dos recursos federais aplicados;

- Inatividade do Conselho Curador, ao qual não está submetendo a apreciação orçamentária, fiscal e financeira da Administração, descumprindo o artigo 38 do Estatuto;

- R$ 20.224,28 em passagens aéreas adquiridas irregularmente junto à empresa Canopus Turismo e Viagens Ltda.;

- R$ 57.076,56 com locação de veículos junto à empresa Canopus Turismo e Viagens Ltda. Sem vigência contratual;

- R$ 572.564,75 em hospedagens realizadas sem procedimento licitatório;

- Fragilidade no controle interno de concessões de diárias, que em 2011 registrou um crescimento de 255,93% em relação a 2010;

- Fortes indícios de remuneração indireta de pessoas através da concessão de diárias;

- Despesas com diárias no valor de R$ 128.072,10 registrada incorretamente na rubrica “ 36 – Outros Serviços Terceiros – Pessoa Física” -  distorcendo o balanço contábil com esse tipo de gasto;

- R$ 81.638,90 em diárias pagas a pessoas estranhas ao quadro de servidores públicos estaduais, o que viola o Estatuto do Servidor Público;

- Cancelamento automático de Restos a Pagar processados no montante de R$ 35.409,77, violando o princípio da Transparência da Gestão Pública;

LOCAÇÃO DE CARROS E HOSPEDAGEM

Somente com locação de veículos a UEPB gastou, em 2011, R$ 742.780,45, o que daria para a compra de cerca de trinta veículos populares. E apenas duas empresas foram beneficiadas: Canopus Turismo e Viagens Ltda., que recebeu R$ 200.483,31, e RM Transportes, que recebeu R$ 542.297,14.

Com hospedagem, os gastos em 2011 foram na ordem de R$ 572.564,75, assim discriminados por empresas: CPV BFP de Adm. de Hotéis e Restaurantes Ltda.: R$ 114.111,58; Marc Center Hotel Ltda.: R$ 154.893,60; Organização Hotellar Ltda.: R$ 184.704,72; e Classic Viagens e Turismo Ltda.: R$ 118.854,85.

PASSAGENS AÉREAS

Outro número levantado pelo TCE e considerado alto foi o de passagens aéreas, que totalizou em 2011 R$ 838.274,63, aparecendo como beneficiárias do serviço as mesmas empresas que recebiam por hospedagem e locação de veículos: Canopus Turismo, com R$ 108.900,24, e Classic Viagens, com R$ 706.907,25. Uma outra empresa, a Portal Turismo, recebeu pouco mais de R$ 22 mil.  

SERVIDORES

O Tribunal de Contas do Estado atestou aumento do número de servidores da instituição na ordem de 14,12%.

Em janeiro do ano analisado (2011) a UEPB mantinha 779 técnicos administrativos, sendo 411 efetivos, 144 efetivos em cargos de comissão e 179 comissionados sem vínculo com a instituição.

No final do exercício, eram 889, sendo 365 efetivos, 159 efetivos com comissão e 276 comissionados sem vínculo.

Em dezembro, os servidores sem comissão correspondiam a 41,06% e consumiam 49,81% da folha. Os comissionados sem vínculo correspondiam a 31,05% e representavam 17,49% da despesa. No total, o número de servidores no exercício aumentou os 14,12%.

VALORES ORÇAMENTÁRIOS

Contrariando o que se dizia, que a UEPB teve cortes e estava sem dinheiro suficiente para o seu custeio, o TCE mostra que em 2011 a universidade executou um orçamento de R$ 324.271.562,64.

As despesas orçamentárias e extraorçamentárias tiveram um acréscimo em 2011 na ordem de 66,20% e 19,05% respectivamente, em relação ao ano anterior. As transferências financeiras recebidas, no valor de R$ 215.059.268,15 foram superiores 25,23% em relação ao exercício de 2010 (R$ 171.738.051,90).

A seguir, na íntegra, o relatório do TCE:
http://apalavraonline.com.br/

10 de abr. de 2014