18 de jun de 2015

Anderson Eliziário: Já sabe o posicionamento de Roberto, Tota ou Alexsandro? CONFIRA AGORA!


Roberto Cordeiro - Tota Guedes - Alexsandro Buriti  (Foto - Montagem/Facebook)


Senhores! (a), curtiram o último final de semana? (rsrs…) torço que tenham curtido. Acredito que seja do seu conhecimento que aconteceu em nosso município, o “Tradicional São João Antecipado”, que, como você pode imaginar, correu sérios riscos de não ter sua edição de 2015, realizada, isso devido aos problemas financeiros propagados, insistentemente, em todo o território nacional, estadual e municipal.

Falando sobre o “São João do Aconchego”, Roberto, certamente irá colher alguns bons frutos dessa edição. Afinal, a festa agradou a maioria dos seus brincantes que elogiaram a confraternização junina. Que mesmo com um orçamento considerado “PEQUENO”, afinal, neste ano, saímos de um evento de quase 80mil, no ano passado, só com bandas, para um evento de praticamente 33mil, neste ano.
Roberto declarou que teve que tomar medidas de contenção de gastos para que pudesse realizar o “São João do Aconchego”. “Só pra você ter uma ideia Anderson, por uma medida de contenção de despesas, só com a Quadrilha Filhos de Pedra, ano passado, gastamos, aproximadamente, 15 mil reais, e, este ano, estamos realizando o São João gastando algo em torno de 33 mil reais com todas as bandas. Mas, diante da nossa dificuldade, foi o que podíamos fazer” declarou Roberto.

Confira outros artigos em minha pagina no Facebook! Click no link!

Falando sobre Política

Não faz muito tempo que Roberto fez uma declaração ao Professor Roberto Solon, que seria candidato à reeleição, no ano que se aproxima. Munido da informação, o questionei se havia um acordo para que na eleição de 2016, o candidato escolhido pelo grupo fosse o então Vice-prefeito Alexsandro Buriti já, que Roberto outrora foi escolhido como representante do seu grupo para disputar a eleição, onde obteve êxito.

“Primeiro nunca houve esse acordo que Alexsandro, seria o candidato nesta eleição. Ficou acordado que numa oportunidade posterior, e, é natural de quem esta no poder tendo o direito à reeleição seja o candidato. Eu também não disse que seria candidato. Agora, é natural que tendo direito a reeleição, eu ocupante do cargo, seja candidato a reeleição isso é natural. E os espaços políticos aqui no grupo, Alexsandro, com certeza, se não for nessa, será na outra, eu não tenho menor constrangimento de dizer que Alexandro, tem todo futuro, pra num futuro muito próximo, ser candidato a prefeito aqui de Pedra Lavrada, inclusive com o meu apoio” declarou Roberto.

Roberto acredita que tem o apoio do seu grupo para disputar uma eventual reeleição. Falou que tem ouvido palavras do ex-prefeito Tota, dos vereadores do grupo e de lideranças políticas que prestam solidariedade para que ele continue. Porém, ressaltou que não quer tratar sobre política agora, para que isso não atrapalhe a sua administração.
Quando questionado sobre a possível candidatura do ex-prefeito Tota, falou que: “Olha na minha visão pelo que Tota tem me confidenciado, ele presta total solidariedade a minha candidatura, se assim eu for, e, em nenhum momento, ele me disse, ou a qualquer pessoa do grupo que eu tenha conhecimento, que ele tenha intenção de ser candidato a prefeito. Ele tem me inteirado isso por muitas vezes, que não tem a menor ideia de concorrer à prefeitura de Pedra Lavrada no próximo ano”.

Com a palavra o ex-prefeito.

Conversei com o ex-prefeito sobre as declarações do atual prefeito. Perguntado se seria ou não candidato na próxima eleição, ele falou: “Tem tanta coisa acontecendo no Brasil, estamos vivendo uma reforma política e temos muita dificuldade para administrar nesse momento. Por isso, estou me resguardando sobre assuntos políticos e só irei tomar uma posição após a festa da Padroeira em Fevereiro. Roberto como atual prefeito, tem todo o direito de sair candidato na próxima eleição, porém, fazemos parte de um grupo, que como tal, ira fazer em conjunto sua escolha”.

Tota, também confirmou que não houve nenhum acordo para que Alexsandro fosse o candidato nesta eleição. Mas, que também como os demais, tem o seu direito de querer disputar e reforçou a ideia de que tudo irá passar pelo grupo antes de qualquer posicionamento. Por fim, deixou claro que a preocupação é que Roberto faça uma boa administração e teme que assuntos políticos, nesse momento, possa atrapalhar a administração do seu outrora escolhido.

Alexsandro também respondeu.

Quando questionado sobre se houve ou não o acordo de ele ser o candidato nesta eleição ele respondeu que: “Não houve esse acordo. Houve o acordo de ele (Roberto) ser o candidato e, depois, eu o candidato, mas, não ficou acordado se seria nesta eleição de 2016.” O vice-prefeito falou que sempre teve pretensão de ser prefeito da sua terra, e que trabalha com essa perspectiva. Afirmou que, oficialmente, ainda, não sabe se Roberto é candidato à reeleição, porque até o momento, não houve uma conversa sobre isso com ele e acredita que com mais ninguém do grupo sobre o assunto. Entretanto, que em outras oportunidades, havia confessado que nunca mais iria disputar uma eleição por esta enfrentando um momento difícil.

“Oficialmente, ele ainda não me falou que seria ou não candidato. Ele tem o direito e como líder que nós elegemos cabe a ele, no momento certo, se sentar com a gente e falar se quer ser o candidato e o nosso grupo assimilar o seu desejo” pontuou Alexsandro, que diz não ver problemas em Roberto, Tota ou ele ser o candidato, porque o relacionamento entre eles é muito bom. Mas, que até o presente os três, ainda, não se sentaram para conversar sobre política por acreditar ser muito cedo, para uma conversar tão importante e perigosa neste momento.

Destacou que ao contrário do que alguns acreditam o relacionamento dentro do grupo é positivo, mesmo com algumas coisas para serem corrigidas e aprimoradas. E que se o grupo decidir que o melhor nome é Roberto, Tota, ele ou qualquer outro nome a decisão do grupo será respeitada.

Quando questionado se caso não fosse escolhido pelo grupo para ser o candidato a Prefeito e nem o candidato à vice ele respondeu que então seria novamente um eleitor. “Acho que minha contribuição tanto como Vereador e a Vice já foi dada ao nosso município. Caso não venha ser o candidato a prefeito na próxima eleição, serei um eleitor para votar nos amigos. Porém, assim como o amigo Tota, só irei me posicionar oficialmente após a festa da padroeira” finalizou Alexsandro.

Lá vem Anderson.

Como você pode notar, existe certa cautela no posicionamento e nas palavras dos três principais nomes da situação. Mesmo tendo os pego de “surpresa” parecem está alinhado com seus posicionamentos e quererem mostrar que não há divergências dentro do grupo.
Existe muito múrmuro de que Roberto não é mais o candidato, assim como existe sobre o ex-prefeito Tota. Entretanto, por mais que seja do conhecimento de alguns sobre a possível realidade do destino dos dois, o calor de ter o seu nome na boca de todos como sendo o candidato parece ser muito pesado. Conversando com os três, pude notar essa apreensão sobre o assunto. Os três fazem questão de levantar o nome do grupo, porém, já existem alguns membros correndo para “desabafa” no colo do paizão. Quando não fazem isso, outros questionam a liderança de Roberto ou até mesmo de Alexsandro.

Falta muito tempo para a eleição. Se os grupos que “conhecemos” quiserem obter algum sucesso, terão que fazer um PLANEJAMENTO para evitarem tanto “zum,zum,zum”.

Já ia me esquecendo!

- Estou um pouco desconfiado desse comportamento de Tota com Roberto.
- Por quê?
- Sonhei que Roberto era o candidato e Tota era o Vice.
- Juro que isso nunca passou por minha cabeça.
- Pois é, foi apenas um sonho.


ATENÇÃO! NÃO ME RESPONSABILIZO POR SUA INTERPRETAÇÃO.

Por Anderson Eliziário

Anderson Eliziário